Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Rafael Coelho

Teste do disco rígido híbrido Seagate FireCuda de 1 TB (ST1000LX015)

Posts recomendados

Tópico para a discussão do seguinte conteúdo publicado no Clube do Hardware:


Teste do disco rígido híbrido Seagate FireCuda de 1 TB (ST1000LX015)


"Testamos o disco rígido híbrido Seagate FireCuda de 2,5 polegadas e 1 TB de capacidade, modelo ST1000LX015, que tem 8 GiB de memória cache não-volátil. Confira!"


Comentários são bem-vindos.


Atenciosamente,
Equipe Clube do Hardware
https://www.clubedohardware.com.br

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quanto aos testes não há dúvidas, apenas em relação ao sistema denominado híbrido onde o cache é gravado fora do disco rigido ou no tal espaço que é semelhante ao ssd.

Não conhecia como funcionava, mas tinha uma noção, apenas pensava que havia um ssd incorporado nele e que a gente podia intervir quando e onde usá-lo.

Então, baseado no que é dito sobre ssd, que tem limite de escrita, com 8 Gb acaba rapidinho, a não ser que esse componente seja como memória mas nesse caso o conteudo é volátil então não pode ser esse tipo de componente.

Existe aqui no site alguma materia que explique em detalhes o que é um hd híbrido.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pra entender, esse cache não volátil seria equiparável ao cache dos antigos SCSI?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aproveito para perguntar se esse cache não pode ser montado em um SSD e se uma RAMDRIVE não serviria também? Porque já tentei a RAMDRIVE e não tive sucesso. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ramdrive hoje eu não vejo sentido. Eu já fiz ramdrive mas foi menos eficiente que o swap.

 

Atrevo-me a dizer que um readyboost seria mais eficiente

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, misterjohn disse:

Existe aqui no site alguma materia que explique em detalhes o que é um hd híbrido.

 

No teste abaixo explica o conceito no parágrafo abaixo da primeira foto:

 

11 horas atrás, ilkyest disse:

Pra entender, esse cache não volátil seria equiparável ao cache dos antigos SCSI?

 

Não, pois existe um algoritmo onde apenas código do sistema operacional e dos programas mais usados pelo o usuários são colocados no cache. No cache que você menciona, tudo é colocado no cache (dados e código de qualquer tipo de programa). O algoritmo usado torna o cache mais eficiente.

 

7 horas atrás, PedraX disse:

Aproveito para perguntar se esse cache não pode ser montado em um SSD

 

Sim, a tecnologia Smart Response da Intel faz isso. Veja:

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Srs Rafael/Gabriel

 

Vi os testes indicado pelo sr. Gabriel no link acima, mas gostaria de fazer umas colocações, pertinentes ao assunto, mesmo porque já cogitei de adquirir um hd híbrido só não fiz ainda  porque como eu disse várias vezes, não sou um cara de pesquisas, benchmark ou qualquer outro meio visando estudar ou aprender mais sobre o funcionamento de componentes, até mesmo compara-los para qualquer motivo, portanto não sabendo exatamente o funcionamento, não o fiz até o momento.

Tenho um Note com apenas um SSD de 250 e um hd externo plugado nele para salvar o que eu quiser, no desktop tenho um SSD de igual capacidade e mais 6 hds convencionais.

Tanto no note como no desktop, se colocar um hd híbrido neles, o desempenho será melhor, pior, igual ou irrelevante, ou seja, qual é mais vantajoso?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
22 horas atrás, misterjohn disse:

Srs Rafael/Gabriel

 

Vi os testes indicado pelo sr. Gabriel no link acima, mas gostaria de fazer umas colocações, pertinentes ao assunto, mesmo porque já cogitei de adquirir um hd híbrido só não fiz ainda  porque como eu disse várias vezes, não sou um cara de pesquisas, benchmark ou qualquer outro meio visando estudar ou aprender mais sobre o funcionamento de componentes, até mesmo compara-los para qualquer motivo, portanto não sabendo exatamente o funcionamento, não o fiz até o momento.

Tenho um Note com apenas um SSD de 250 e um hd externo plugado nele para salvar o que eu quiser, no desktop tenho um SSD de igual capacidade e mais 6 hds convencionais.

Tanto no note como no desktop, se colocar um hd híbrido neles, o desempenho será melhor, pior, igual ou irrelevante, ou seja, qual é mais vantajoso?

Em resumo: se você tem o sistema operacional instalado em um SSD, não há vantagem em substituí-lo por um HD híbrido (exceto, obviamente, a quantidade de espaço disponível).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, @Rafael Coelho!

Em uma cópia simples de arquivos (especialmente vários pequenos, como 500 x 1 MB), não haveria nenhum ganho de velocidade? O disco não copiaria estes arquivos primeiramente para o cache e depois para a mecânica?

Ou o algoritmo destina a parte flash apenas para os arquivos mais requisitados/acessados?

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Darkmana disse:

Em uma cópia simples de arquivos (especialmente vários pequenos, como 500 x 1 MB), não haveria nenhum ganho de velocidade? O disco não copiaria estes arquivos primeiramente para o cache e depois para a mecânica?

Ou o algoritmo destina a parte flash apenas para os arquivos mais requisitados/acessados?

 

Como explicado na penúltima página do teste, o algoritmo usado só copia para o cache arquivos do sistema operacional e de programas mais usados. Arquivos de dados não são copiados para o cache.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho muito legal esses discos híbridos, porém sempre penso: precisam ser tão caros? Em alguns lugares, compensa mais comprar um SSD e manter um HD mecânico para salvar os dados.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, mattaus disse:

Acho muito legal esses discos híbridos, porém sempre penso: precisam ser tão caros?

 

Aí é que está. Este modelo específico não é muito mais caro do que um modelo convencional, nos EUA, como você pode ver na tabela presente na primeira página. O Rafael inclusive deixa isto bem claro no último parágrafo das conclusões.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 2017-5-10 às 21:08, misterjohn disse:

Srs Rafael/Gabriel

 

Vi os testes indicado pelo sr. Gabriel no link acima, mas gostaria de fazer umas colocações, pertinentes ao assunto, mesmo porque já cogitei de adquirir um hd híbrido só não fiz ainda  porque como eu disse várias vezes, não sou um cara de pesquisas, benchmark ou qualquer outro meio visando estudar ou aprender mais sobre o funcionamento de componentes, até mesmo compara-los para qualquer motivo, portanto não sabendo exatamente o funcionamento, não o fiz até o momento.

Tenho um Note com apenas um SSD de 250 e um hd externo plugado nele para salvar o que eu quiser, no desktop tenho um SSD de igual capacidade e mais 6 hds convencionais.

Tanto no note como no desktop, se colocar um hd híbrido neles, o desempenho será melhor, pior, igual ou irrelevante, ou seja, qual é mais vantajoso?

Se você colocar um hd hibrido no lugar de um HD convencional, conforme o teste apresentado, você terá melhorias no que tange ao sistema operacional.

 

Se você comparar o hibrido ao SSD, você perderá e muito na velocidade. Como me parece, como você tem diversos hds, não veria sentido em adquirir esperando versatilidade entre um hd convencional e outro SSD porque você não terá a opção de armazenar o que desejar no SSD de um Hd hibrido. (digo, coisas que você gostari a de um acesso mais rápido na parte SSD).

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Prezados, me cadastrei no fórum só pra responder esta matéria e tentar ajudar vocês:

- A matéria é legal e tudo, mas efetivamente não ajuda em nada. Por que?

* não dá pra comparar um SSHD com um HD normal.  

 

Por que o FireCuda foi mais lento?

- Porque estava se virando para poder gravar o que é efetivamente importante na porção SSD do periférico, essa latência de organização se torna velocidade depois na leitura;

 

Por que foi mais rápido no BOOT do S.O.?

- Pois durante a instalação o SSHD detectou quais arquivos eram mais lidos, e os moveu em uma cópia na NAND para ter a melhora expressiva da leitura;

 

Então a porção de memória não volátil é um SSD?

- Sim, é uma memória NAND e precisa ser tão rápida quanto;

 

Eu tenho um SSD, troco por um SSHD?

- Não! mas pode usar ele como disco secundário, vai fazer diferença na leitura dos arquivos mais lidos, limitando-se a 8 GB de espaço em NAND;

 

E, importante que não foi comentado nem esclarecido na matéria:

- Quanto mais você usa do disco, mais rápido vai ficando. Para se ter a noção exata de velocidade, são necessários no mínimo 4 (quatro) BOOTs. Por que? Para o SSHD perceber quais são os arquivos mais lidos com maior frequência e efetuar uma cópia para o NAND. 

 

Qual o exemplo prático de uso de um SSHD?

- No BOOT, isto fica evidente. Quando você utiliza programas com certa frequência, como Visual Studio, Photoshop, AutoCad, 3D Studio, etc. Vai notar que vão começar a abrirem cada vez mais rápido, até o limite do NAND e espaço do mesmo. Arquivos de trabalho, como um projeto de autocad, se estou trabalhando diariamente nele, será copiado para o NAND, por sua vez, assim: - BOOT mais rápido, Autocad mais rápido, arquivo de trabalho mais rápido.

 

Faz muita diferença pra quem precisa de espaço e não quer gastar dinheiro com um SSD. Ainda, há discos SSHD de 7200 RPM, são mais caros, mas vale o preço.

 

Espero ter ajudado a todos que lerem esta matéria após minha postagem.

 

Seja Feliz! 

Deus o abençoe!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 28/07/2017 às 21:42, WCarvalho disse:

* não dá pra comparar um SSHD com um HD normal.

 

São dois produtos com a mesma finalidade, por qual motivo não dá pra compará-los?

 

Dos pontos que você levantou, o que não está respondido no artigo de forma direta se pega de forma indireta, com bastante facilidade. ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, MarcosLSA disse:

Fizeram o teste ***** nenhuma! Brasil sendo Brasil! Aqui nada se cria, tudo se copia! 

Este teste foi feito por este site 

http://www.hardwaresecrets.com/seagate-firecuda-1-tb-hybrid-hard-drive-review/

 

Tanto copiamos o artigo que o Rafael Coelho publicou aqui antes de lá.

Sim, amiguinho, ele publicou nos dois sites, se você tivesse tido a decência de ler os artigos, saberia disso.

 

Se tivesse o mínimo de bom senso, teria pesquisado antes de postar este comentário esdrúxulo e veria que outros foram tão manés como você e já acusaram o CdH de plágio do HS outras vezes, aí você evitaria pagar este mico que pagou, mostrando aqui seu enorme complexo de vira-latas.

 

Parabéns. :)

 

  • Curtir 5
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@MarcosLSA É justamente o contrário. O Rafael Coelho verteu o artigo que ele publicou aqui para o inglês e publicou no Hardware Secrets, que é um site que eu criei em 1999, mas que vendi em 2015, porém continuamos com parceria para publicar lá conteúdo que produzimos para o Clube do Hardware vertido para o inglês. Bastaria checar as datas e o nome do autor dos artigos. E reforço a questão do complexo de vira-latas: quando brasileiros criam uma empresa nos EUA e publicam conteúdo em inglês são acusados de plágio, em vez de receberem parabéns por mostrarem ao mercado internacional que existem brasileiros capazes de produzir conteúdo de qualidade. É por isso que o país não vai para frente: o preconceito começa no próprio Brasil.

  • Curtir 6

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nâo sou bajulador, pelo contrário, sou até crítico de algumas coisas por aqui, mas isso foi feio, acusaram o site e o rapaz autor da materia de crt+a e crt+v sem verificar a autoria do post no site gringo, acho que o acusador, já que fez publicamente, deveria se retratar da mesma forma, eu corro pelo certo, não defendo nem filho meu se estiver errado.

 

BTKiugA.jpg

  • Curtir 1
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde Senhores!

Eu adquiri exatamente este produto e fiquei com uma duvida mesmo lendo toda a matéria e os comentários... 

Ao instalar o windows 10 neste HD, a partição de 8GB não apareceu.

Gostaria de saber se isto é normal, ou seja, esta parte SSD nao aparece mesmo pois está integrada ao HD SATA ou deveria aparecer e depende de alguma configuração da bios por exemplo...

Podem me ajudar?

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Evaldo Sangali disse:

Boa tarde Senhores!

Eu adquiri exatamente este produto e fiquei com uma duvida mesmo lendo toda a matéria e os comentários... 

Ao instalar o windows 10 neste HD, a partição de 8GB não apareceu.

Gostaria de saber se isto é normal, ou seja, esta parte SSD nao aparece mesmo pois está integrada ao HD SATA ou deveria aparecer e depende de alguma configuração da bios por exemplo...

Podem me ajudar?

Obrigado

Como está explicado no texto do artigo, esta porção de 8 GB de SSD não aparece para o usuário, ela é utilizada internamente pela unidade como cache.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!