Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Rodrigo Kaspary

Bike elétrica caseira

Recommended Posts

Olá, tudo bem pessoal. Estou montando uma bicicleta com motor elétrico, e estou usando dessas baterias estacionárias de 7amperes. Bom, a questão é a seguinte, quando carregava elas separadas com um carregador normal de 12v, dava impressão de a energia ser muito melhor e, dava mais autonomia também. Aí comprei um carregador 48v nesses sites chineses, e me parece que as baterias não tem mais tanta energia, e medindo o carregador, ele tem oscilação enorme de tensão, vai de 50 a 80 volts em um sobe e desce sem parar.

Será que alguém poderia me informar o que pode ser o problema?

Muito obrigado pela atenção e por toda informação que li em outros tópicos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em teoria o carregador deve carregar a bateria do tipo chumbo-ácida com corrente constante e no máximo 10% da capacidade nominal da bateria. 

Para uma bateria de 7AH, ficaria em torno de 0.7A e o tempo mínimo da recarga deve durar umas 10 horas.

Daí o carregador deve manter a corrente até a bateria atingir 14.4V...Ao atingir ete valor, deve abaixar para uns 13.5V.

 

Para 4 unidades de baterias de 12V por 7AH, a tensão deverá subir até 57.6V e isso irá demorar umas 10 horas caso as baterias estiverem completamente descarregadas.

Depois que atingir este valor, o carregador deverá abaixar a tensão para 54V. 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Então essa oscilação é normal?

    E mais uma pergunta, por exemplo, usando o carregador de 12v ou uma fonte de impressora que tem 32v, o motor funciona de forma ininterrupta, já, com o carregador chinês, o motor trabalha como se recebesse a energia em forma de "pulsos" isso é normal?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    1 hora atrás, Rodrigo Kaspary disse:

    Então essa oscilação é normal?

    E mais uma pergunta, por exemplo, usando o carregador de 12v ou uma fonte de impressora que tem 32v, o motor funciona de forma ininterrupta, já, com o carregador chinês, o motor trabalha como se recebesse a energia em forma de "pulsos" isso é normal?

    Esse carregador não é bom.

     

    Se colocar este carregador chinês na 4 baterias (48V), teria que dar aquelas tensões que citei acima. 

    Aquelas tensões e correntes são ideais para uma recarga perfeita que não danifica as baterias. 

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    1 hora atrás, Rodrigo Kaspary disse:

    E existe a possibilidade de fazer uma alteração no carregador? 

    Ou é inútil mesmo?

     Teria que analisar o circuito. 

     

    O mais simples que se pode fazer é manter a corrente em 0.7A e tensão em 57.6V.

    Daí bastaria pôr na bateria e ficar monitorando. Quando já estivesse na bateria e a tensão atingisse os 57.6V, teria que desligar manualmente.

     

    Uma outra opção é usar o circuito do site a seguir:

    https://www.electronica-pt.com/carregador-baterias-automatico

    Este circuito desliga o carregador automaticamente. 

     

     

    adicionado 1 minuto depois

    Poderia nos mostrar como fez sua bicicleta elétrica? 

    Como montou o motor? 

    Eu também tenho um certo interesse. 

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @albert_emule Claro! Aí tem uma foto.

    Optei por usar esse motor direito na engrenagem, a fim de fazer um pedal assistido e ainda consegui usar o câmbio dianteiro nas duas engrenagens que sobraram.

     

     

    IMG_20170608_163802363.jpg

    adicionado 1 minuto depois

    E sobre o carregador, é possível fazer algo com a fonte de impressora? Sendo que ela tem uma saída de 15v e outra de 30v.

    Muito obrigado!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Por se tratar de um carregador de baterias (específico para esta finalidade), não deve ter capacitores de filtro na saída, então o ripple deve ser muito alto, dando a sensação de "pulsos".

    Coloque um capacitor de 1000 uF x 60V na saída e deve parar essa sensação. 

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Mais uma pergunta pessoal, alguém pode me ajudar como calcular para encontrar o potenciômetro correto?

    Pois, poucas vezes será necessário usar toda a força do motor!

    Obrigado!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    3 horas atrás, Rodrigo Kaspary disse:

    Mais uma pergunta pessoal, alguém pode me ajudar como calcular para encontrar o potenciômetro correto?

    Um simples potenciômetro não vai controlar a velocidade do motor, precisa de um circuito de PWM bem elaborado.

    Não é tão simples quanto parece, aguarde a opnião do @albert_emule ele entende bem sobre esse tipo de circuito.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Que modelo de motor você usou? 

    Qual a potência deste motor? 

    É motor de 48V certo? 

    Qual a corrente máxima dele? 

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Bom, o motor é originalmente usado em máquinas de solda, sendo responsável por mandar o arame para fora. Não sei o nome correto em português, porém sempre pesquei por "worm gear".

    Tinha um adesivo nele dizendo: 48v 2ah. São só essas duas informações que eu sei!@albert_emule

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Este?

    https://www.alibaba.com/product-detail/DC-WORM-GEAR-MOTOR_284505212.html?spm=a2700.7724838.2017115.10.sfvZG6

    adicionado 16 minutos depois

    Parece que o máximo é 4 amperes. 

    3 mosfets IRF8010 serviriam. 

    Teria que ser um sistema em PWM de uns 20Khz para operar em 48V. 

     

     

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    worm gear é o nome que se dá para redutor de rosca sem fim, também conhecido por redutor rabo quente.

    Características desse tipo de redutor:

    - baixo custo

    - tamanho reduzido

    - bloqueio de tração reversa. É o que impede os elevadores de carro descerem quando se desliga o motor.

    - baixa eficiência. 60% para 1 estágio, 40% para 2 estágios. Isso provoca calor, daí o rabo quente.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    7 minutos atrás, Sérgio Lembo disse:

    worm gear é o nome que se dá para redutor de rosca sem fim, também conhecido por redutor rabo quente.

    Características desse tipo de redutor:

    - baixo custo

    - tamanho reduzido

    - bloqueio de tração reversa. É o que impede os elevadores de carro descerem quando se desliga o motor.

    - baixa eficiência. 60% para 1 estágio, 40% para 2 estágios. Isso provoca calor, daí o rabo quente.

    Pois é.

    Eu notei aquele parafuso. Logo percebi que causaria atrito e desperdiça energia. 

     

    O senhor conhece outro tipo de redutor mais eficiente? 

    Eu queria usar motor de maquina de lavar roupas em bicicleta elétrica. Mas eles giram a uns 1700 RPM. 

    Precisaria de uma redução de 16 por 1. 

     

    Precisaria também de um inversor. Mas este eu dou conta de fazer. 

    O motor de indução de maquina de lavar suporta uns 250W constantes e se forçar demais o eixo, chega a uns 700W. 

    Eles suportam os 700W por pouco tempo. Suficiente para acelerar, por exemplo. 

     

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @albert_emuleSobre o motor, acredito que um  universal seja melhor. Terás um excelente torque nas acelerações e ladeiras. Inversor é um desafio interessante mas cheio de detalhes, tais como controle de frequência casado com a tensão. Num universal, um chaveamento step-up simplifica bastante. O difícil vai ser a redução de baixo custo. Os motorzinhos de automação baratos com engrenagem são estampados, potencia de poucos Watts. Crescendo um pouco, passam a ser usinados, rosca helicoidal, superfície cementada e termotratada, eficiência > 95% e um maltrato ao bolso. Desconheço quem faça tais redutores com médio padrão para custo acessível. Redução por polias ou correntes funciona bem, mas tem que ser bom de mecânica para implantar.

    adicionado 19 minutos depois

    Pensando melhor, com um motor universal talvez nem seja necessário pensar em redução. Se a tensão nominal dele será alcançada por step-up ou por oscilador + trafo tanto faz pois aceita AC e DC. Vi uns baratos de 700W por 65$ e 1000W por 80$.

    Editado por Sérgio Lembo
    pequena correção

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 8 horas atrás, albert_emule disse:

    Este?

    https://www.alibaba.com/product-detail/DC-WORM-GEAR-MOTOR_284505212.html?spm=a2700.7724838.2017115.10.sfvZG6

    adicionado 16 minutos depois

    Parece que o máximo é 4 amperes. 

    3 mosfets IRF8010 serviriam. 

    Teria que ser um sistema em PWM de uns 20Khz para operar em 48V. 

     

     

     

    É bem similar, sim!

    E a respeito do sistema e do vídeo que você me enviou, tem alguma informação sobre como montar passo a passo? Pois conheço pouco sobre eletrônica!

    Me desculpem as perguntas demasiadas!

    adicionado 2 minutos depois
    7 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

    worm gear é o nome que se dá para redutor de rosca sem fim, também conhecido por redutor rabo quente.

    Características desse tipo de redutor:

    - baixo custo

    - tamanho reduzido

    - bloqueio de tração reversa. É o que impede os elevadores de carro descerem quando se desliga o motor.

    - baixa eficiência. 60% para 1 estágio, 40% para 2 estágios. Isso provoca calor, daí o rabo quente.

    O que seria 1 e 2 estágios?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    1 estágio: o eixo de entrada é ligado a um fuso (rosca sem fim). Encostado nas ranhuras do fuso tem uma roda dentada que gira tracionada pelo fuso. O eixo dessa roda dentada é a saída do redutor.

    2 estágios: o eixo de entrada é ligado a um fuso (rosca sem fim). Encostado nas ranhuras do fuso tem uma roda dentada que gira tracionada pelo fuso. No eixo dessa roda dentada é ligado a um segundo fuso (rosca sem fim). Encostado nas ranhuras do segundo fuso tem uma segunda roda dentada que gira tracionada pelo fuso. O eixo dessa segunda roda dentada é a saída do redutor.

    No mesmo raciocínio, tem-se também redutores de 3 estágios, conseguindo-se reduções que chegam a 20.000:1

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    O mais certo seria você monitorar a tensão e corrente dele quando estivesse em uso nas baterias. 

    Depois você colocaria aqui os resultados.

    Tensão inicial e tensão final.

    Corrente inicial e corrente final. 

     

    A tensão da bateria:

    Observar se passou de 13.8V por bateria, se estabilizou nisso ou se aumentou e votou a abaixar

     

    A corrente:

    Observar se passou de 0.7A

     

     

    Editado por albert_emule

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @Ricardo S Ferreira @albert_emule

    Bom, antes de carregar, as baterias tinham 49,9v.

    Depois de ligar o carregador, a tensão ficou em 59v. E em 10 minutos o carregador desativou, porém ainda nas baterias, constava 55,3v.

    Depois de tirar o carregador, as baterias tinham 53,1v.

    E corrente não sei, mas acho que muito mais que 0,7ah, pois quando eu tentava medir, os fios do multímetro acabavam derretidos!

    E agora, o que me dizem?

    Obrigado .

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    42 minutos atrás, Rodrigo Kaspary disse:

    @Ricardo S Ferreira @albert_emule

    Bom, antes de carregar, as baterias tinham 49,9v.

    Depois de ligar o carregador, a tensão ficou em 59v. E em 10 minutos o carregador desativou, porém ainda nas baterias, constava 55,3v.

    Depois de tirar o carregador, as baterias tinham 53,1v.

    E corrente não sei, mas acho que muito mais que 0,7ah, pois quando eu tentava medir, os fios do multímetro acabavam derretidos!

    E agora, o que me dizem?

    Obrigado .

     

    Como você mediu esta corrente? 

    Estou achando que você tentou medir a corrente colocando em curto circuito. 

     

    A corrente se mede em série, como as lâmpada de um pisca pisca pisca.

    Não colocando a ponteira vermelha do amperímetro no polo positivo da bateria e a ponteira preta do amperímetro no polo negativo da bateria. 

     

    Mas só pela tensão, parece que o carregador está perfeito. 

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Em 21/06/2017 às 18:14, albert_emule disse:

     

    Como você mediu esta corrente? 

    Estou achando que você tentou medir a corrente colocando em curto circuito. 

     

    A corrente se mede em série, como as lâmpada de um pisca pisca pisca.

    Não colocando a ponteira vermelha do amperímetro no polo positivo da bateria e a ponteira preta do amperímetro no polo negativo da bateria. 

     

    Mas só pela tensão, parece que o carregador está perfeito. 

     

    Muito obrigado! Não sabia dessa informação da corrente!

    Mas mesmo medindo da forma correta, continua o mesmo problema de derreter os fios!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×