Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Gabriel Torres

Mitos do hardware #11: estabilizadores de tensão

Recommended Posts

2 minutos atrás, Gabriel Torres disse:

 

@Elder Nauvirth Publico amanhã um vídeo falando mais dos filtros de linha. Mas já adiantando, um bom filtro de linha é um excelente investimento.

Estarei aguardando para ver o vídeo.

 

Pois é, um bom filtro de linha sai caro também, o pessoal aqui gosta de economizar e desisti de comprar aqueles filtros da clamper mesmo eu falando que é bom.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 21/06/2017 às 15:42, richardrsf disse:

Foi esse filtro de linha que adquiri; CLAMPER MULTIPROTEÇÃO 8

http://www.clamper.com.br/produtos-detalhes.aspx?produto=79

cara voce deve estar equivocado com o clamper, pois o verdadeiro clamper é chamado de para raio eletrônico e é igual a um disjuntor sem o botão de desligar e lligar. ele lliga um fio no positivo fase e outro no negativo

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gaças ao lendário Faller do tópico de energia no fórum, eu comprei dois supressores de surto (odeio o termo "filtro de linha") de qualidade, o Clone F1087 Professional. Filtro bom, com três varistores adequados, fusível térmico e outros componentes de proteção, paguei 32 reais em cada no começo de 2013, até hoje não acredito que comprei algo tão bom por um preço tão baixo. O Faller desmontou e analisou o filtro e gostou muito do que viu, foi o suficiente para me convencer e comprar um par deles.

 

Tinha outro da Microsol, se não me engano, que era tinha custo/benefício benefício também. Como já esperava, poucos meses depois esses supressores de surto bons e baratos sumiram do mercado brasileiro, visto que deixaram de ser importados da China. Hoje você tem que pagar uma pequena fortuna em um Clamper  ou Upsai para ter um supressor de surtos de qualidade. Brasil-sil-sil-sil... 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Leao DE Juda Juda disse:

ele lliga um fio no positivo fase e outro no negativo

 

Em corrente alternada não existe fio positivo ou negativo.

 

Vídeo no ar:

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem algum modo de identificar de maneira eficaz se uma fonte é full range ou não???
Por exemplo nela vem escrito 110 ~ 230, isso significa que ele é full range??

 

ps. quando digo fonte, não é a de PC, pois essa esta esclarecida, é a fonte de outros equipamentos. Notebook, roteador, celular, tv e etc!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 7/4/2017 às 21:39, slashdilon disse:

Tem algum modo de identificar de maneira eficaz se uma fonte é full range ou não???
Por exemplo nela vem escrito 110 ~ 230, isso significa que ele é full range??

 

ps. quando digo fonte, não é a de PC, pois essa esta esclarecida, é a fonte de outros equipamentos. Notebook, roteador, celular, tv e etc!

 

Exatamente. Basta olhar na etiqueta da fonte, se estiver "AC Input: 100 - 240 V" ou similar, é "full range".

 

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Gabriel Torres disse:

 

Exatamente. Basta olhar na etiqueta da fonte, se estiver "AC Input: 100 - 240 V" ou similar, é "full range".

 

Abraços.

Só concluindo que, no caso, quando o aparelho é projetado para funcionar em 110 OU 220 V ele vem com aquela chave seletora de tensão sempre?

Porque se ela não exisitir sera que vem informando na fonte do aparelho, por exemplo 100 or 220 ???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, slashdilon disse:

quando o aparelho é projetado para funcionar em 110 OU 220 V ele vem com aquela chave seletora de tensão sempre?

 

Existem quatro cenários possíveis:

 

1. O aparelho só pode operar a 110 V ou a 220 V, isto é, a tensão de entrada é fixa.

2. O aparelho pode operar a 110 V ou a 220 V através de uma chave seletora de tensão.

3. O aparelho pode operar a 110 V ou a 220 V através de uma chave seletora de tensão automática, interna, que mede a tensão de entrada e faz o chaveamento entre 110 V e 220 V.

4. O aparelho pode operar em qualquer tensão entre 100 V e 240 V ("full range").

 

Só na opção "4" o aparelho é "full range".

 

Na sua pergunta, o aparelho pode cair nos casos "2" ou "3".

 

Espero ter ajudado.

 

Abraços.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, Gabriel Torres disse:

 

Existem quatro cenários possíveis:

 

1. O aparelho só pode operar a 110 V ou a 220 V, isto é, a tensão de entrada é fixa.

2. O aparelho pode operar a 110 V ou a 220 V através de uma chave seletora de tensão.

3. O aparelho pode operar a 110 V ou a 220 V através de uma chave seletora de tensão automática, interna, que mede a tensão de entrada e faz o chaveamento entre 110 V e 220 V.

4. O aparelho pode operar em qualquer tensão entre 100 V e 240 V ("full range").

 

Só na opção "4" o aparelho é "full range".

 

Na sua pergunta, o aparelho pode cair nos casos "2" ou "3".

 

Espero ter ajudado.

 

Abraços.

 

Justamente aí é a dúvida. Eu tinha visto você explicar isso no vídeo. Mas pelo que eu entendi, discernir entre o 3 e o 4 não é simples né?! Aí que reside a dúvida

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@slashdilon É fácil, na etiqueta da full range vai ter escrito algo como "100 - 240 V" enquanto no caso "3" não haverá esta marcação mas sim algo como "110 V/220 V automático".

 

Abraços.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

    Tenho alguns parentes com PCs antigos (fonte provavelmente vagabunda) ligados a estabilizadores. Eles não têm dinheiro ou interesse em melhorar os equipamentos (são de meia-idade pra cima).

    Para eles compensa continuar usando o estabilizador ou ligar direto na tomada? Lembrando que o equipamento é vagabundo e não há interesse/dinheiro para trocar a fonte/pc.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, erick2711 disse:

    Tenho alguns parentes com PCs antigos (fonte provavelmente vagabunda) ligados a estabilizadores. Eles não têm dinheiro ou interesse em melhorar os equipamentos (são de meia-idade pra cima).

    Para eles compensa continuar usando o estabilizador ou ligar direto na tomada? Lembrando que o equipamento é vagabundo e não há interesse/dinheiro para trocar a fonte/pc.

Independentemente da fonte do pc, ou uso, o certo é filtro de linha.

 

Estabilizador só causa problemas para todo pc.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×