Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Daniel Resende

RESOLVIDO Cálculo de frequência de oscilação

Recommended Posts

Olá, boa noite! :)

Gostaria que alguém me explicasse como calcular a frequência de oscilação de um circuito do tipo mostrado na imagem. Qual a fórmula? Já procurei em tudo quanto é canto da internet e não encontro...

osc.PNG.9aed66ee5e3ae74c4e750c64cf8c036c.PNG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pra esse aí eu nunca vi fórmula, se tem eu nunca vi.

Eu já montei esse circuito várias vezes e percebi que uma fórmula pra ele fica muito complicado, pois tem que entrar os valores dos ganhos(hFe) dos transistores.

Das vezes que eu montei percebia que com outros transistores a frequência se alterava.

Se os valores dos componentes alterarem a frequencia de modo logarítmico (isso eu nunca reparei), complica mais ainda.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Mestre88 obrigado pela resposta e peço que me tire uma dúvida:

Qual o formato de onda gerado por este oscilador? é onda quadrada, pulsante ou o que?

Desde já obrigado! :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sei. 

Mas Pela lógica do circuito, pode ser dente de serra. 

Qualquer hora monto pra ver e meço no osciloscópio. 

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Simulei o circuito, mas só oscilou quando incluí um resistor a mais na base de Q1 para terra.

Osc.thumb.jpg.42738928b315210f0fafd59829f8d603.jpg

Esse circuito não é bom. Não tem limitação de corrente da junção EB de Q2 para CE de Q1. Depende apenas dos Hfes dos transistores, o que deixa muito a desejar.

Note que a corrente no falante de 8 ohms é de 1A durante a condução.

MOR_AL

  • Curtir 1
  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na prática, não precisa do resistor. No simulador não aceitou porque deve ter alguma coisa a ver com a carga inicial do capacitor. 

Realmente, esqueci de falar ao amigo @Daniel Resende que esse circuito é ruim, quando me iniciei na eletrônica queimei uma porção de transistores tentando montar isso. Dependendo do valor dos outros componentes o BC558 queima na hora.

E a forma de onda? Não é nem quadrada e nem dente de serra, é uma mistura. Será que na realidade é assim mesmo?  

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ok. Obrigado @Mestre88 e @MOR

Apesar de não saber a frequência eu resolvi montar o circuito por causa da extrema simplicidade mas, graças aos avisos de vocês, resolvi trocar o BC558 do esquema por um BD238 que tirei de sucata e fiquei positivamente surpreso com a intensidade do som obtido e consegui cheguar à frequência que eu queria com "teste de ouvido", testando vários capacitores no lugar desse do esquema.

Pelo que vi no gráfico postado pelo @MOR, pude perceber que os pulsos tem nível alto menor (duram menos tempo) que o nível baixo. Acho que é por isso que não senti (com o toque do dedo) aumento de temperatura do BD238...

Entretanto tenho mais algumas dúvidas:

1-É preciso tomar alguma outra precaução no que diz respeito a segurança dos componentes? (o circuito vai ficar ligado muito tempo já que pretendo usá-lo como metrônomo).

2-É viável alimentá-lo com pilhas ou será preciso bolar uma fonte pra ele?

3-Seria possível adicionar um controle de volume no circuito? Seria somente adicionar um potenciômetro em série com o alto-falante?

Desde já obrigado.

adicionado 0 minutos depois

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pilhas eu não recomendo, pois quando acaba tem que jogar fora. 

Baterias, talvez. Da pra recarregar várias vezes. E fonte é bom, mas tem o problema de sempre precisar de uma tomada próxima. 

Fonte de 9V acha pra comprar em qualquer lugar, é baratinho. 

Aí deixo você escolher o melhor. 

 

Quanto a volume complica, não dá pra colocar. Um potenciômetro comum em serie com o alto falante vai derreter e se for um potenciômetro de fio, pode funcionar, mas altera o funcionamento do circuito. Pois é através do alto falante que o capacitor carrega pra produzir o som. 

 

Sobre a primeira pergunta eu não montaria esse circuito pra ficar ligado direto, ele é mais funcional em algo que apita de vez em quando.

Se é pela simplicidade faria algo com o 555 que além de ser mais econômico, tem como colocar o controle de volume. 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ok @Mestre88. Vou montar com um 555 como você disse.

Pesquisando na net achei este circuito no site do Newton C Braga. Ele não tem controle de volume mas tem controle de frequência, o que o torna ainda mais prático.

 

esse.PNG.7b93dbcce6f7fd984c165297f8d0d804.PNG

 

Pretendo montá-lo hoje e quando o fizer relato minhas experiências. Novamente obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim. O circuito é este mesmo. 

O volume pode ser colocado entre o pino 3 e o resistor de 10k. Use um potenciômetro de 10k também. 

No lugar do tip31 eu usaria o BD238 que você tem aí, logicamente este sendo PNP a ligação fica invertida. 

Com transistor PNP o alto falante fica menos tempo ligado. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Mestre88

Ou eu fiz alguma coisa errada ou tem informações erradas nesse esquema. Na postagem do Newton C Braga que fala sobre este circuito, ele diz que o transistor precisaria de radiador de calor, dando a entender que a potência seria grande. No entanto, depois de montado com o BD238, o som foi bem mais baixo do que o esperado. Resolvi trocar o capacitor por um maior afim de conseguir uma frequência tão baixa que me permitisse medir a corrente no coletor do transistor no nível alto com um multímetro DC e ele me marcou 43 mA....

Eu que fiz algo errado ou o esquema que não está certo? Pergunto isso porque já vi em outros fóruns reclamações a respeito de esquemas errados no site do NCB...

A postagem é essa aqui:

http://www.newtoncbraga.com.br/index.php/banco-de-circuitos/instrumentacao/9583-metronomo-com-o-555-cir3099

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim, esse velho as vezes costuma fazer uns esquemas malucos que não funciona. 

Mas neste caso esta certo, é um circuito muito comum, muito usado. Eu já montei várias vezes para outros propósitos. 

 

No caso para substituir pelo BD238 é preciso ligar invertido, emissor no positivo, alto falante no coletor e no terra. 

O objetivo é fazer o alto-falante ser ligado no modo baixo do 555 onde o tempo é menor, porém o efeito do som será o mesmo. 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×