Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Equipe Clube do Hardware

      Seja bem-vindo ao maior time de Folding da América Latina, veja aqui como começar a participar do setor e do projeto   18-08-2013

      Olá, seja muito bem-vindo ao setor dedicado a debater o Folding@Home e o time do Clube do Hardware neste projeto.   Não há nenhuma restrição quanto a participação de qualquer pessoa por aqui, você pode pontuar pra ouro time e participar deste setor sem problema algum.   Vou tentar resumir aqui os passos iniciais pra facilitar sua vida, já que o setor é um pouco diferente dos demais e tem MUITA informação distribuída por seus tópicos, além de várias dúvidas básicas serem comuns.   Aqui você encontra um super resumo inicial do projeto. Se quer uma explicação mais completa, veja este tópico. Aqui você pode saber mais ou menos quantos pontos conseguirá obter com sua máquina. Neste tópico, você encontra as soluções de muitos problemas que ocorrem com o F@H, se não encontrar (use a ferramenta de pesquisa dentro do tópico), é aí que você deve fazer sua pergunta. Se você quiser compartilhar conosco fotos do(s) computador(es) que usa pra foldar, poste aqui, por favor. Se você tem peças paradas e toparia doá-las para que juntamente com outras doações possa ser possível montar uma máquina dedicada ao projeto, por favor, comunique-nos aqui neste tópico.   E finalmente, toda segunda-feira criamos um tópico para quantificar o desempenho do time, os progressos realizados, os problemas e outras coisas que aconteceram durante a semana, de forma bem descontraída, é nossa reunião semanal nos "Destaques da semana" e é uma ótima forma de interagir com os integrantes do time.   Abraços e "Keep Folding".
    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Edsm

Criptomoeda Bitcoin: perda de tempo e dinheiro e com raiva

Recommended Posts

Apesar de muitos tópicos perguntando se vale a pena ou qual placa é boa pra minerar Bitcoin, já adianto que NÃO VALE A PENA, perda de tempo e dinheiro e muita raiva tida depois de muito gasto e investimento, isso pra quem quer se aventurar. Ví que pouca gente aqui responde ou sabe bem algo a respeito (nem eu sei tudo), isso desde a origem do Bitcoin, propósito, especulações, investimento, maquinário, uso, compra/venda, transferência, etc, tendo-se muitas vezes que procurar revistas especializadas, de economia e investimentos.

 

A mineração é uma espécie de jogo do "adivinhe a senha", grosseiramente falando, pra leigos em computação-criptografia. O sistema lança várias senhas (códigos binários e criptografados numa longa cadeia - blockchain) na rede e o 1º que adivinhar, ganha o valor dessa senha/cadeia (há muitas outras, lançando-se uma a cada 10 minutos, isso para uma cadeia de 256 bits com 12.5 bitcoins). Se alguém manualmente "chutar" uma e ficar perguntando "é essa", vai levar 1 bilhão de anos pra adivinhar e aí se põe um computador chutando várias senhas consequentemente e perguntado, um não, centenas ou milhares de Pc, pois a quantidade necessária emparelhada de chutes/cadeias, daria em impressão pra ir daqui a uma galáxia, nessa terra sem lei do bitcoin (sem regulamentação, sem nada ou garantia). Aí não vale a pena, pois um outro alguém terá adivinhado antes a sequência e ter se gastado muita luz e ate anos nisso. Tudo isso falando-se para leigo, sem entrar na área complexa/técnica (aí é bom pesquisar).

 

E a mineração vai piorando a cada ano de duas formas: a cada 4 anos se corta pela metade os ganhos, que começaram a 50btc em 2009, baixou a 25, hoje a 12,5 e logo a 6,25 e depois 3; a 1.5; a 0.75, etc, ate acabar em 2140 e com gastos milionários e luz e computadores pra mineradores, fora a criptografia aumentando seu grau de dificuldade a cada ano, ou seja, vai chegar um dia em que todos os computadores no mundo não caçarão 1 btc num ano.

 

E já estamos perto do teto/limite de produção, pois dos 21 milhões máximos de btc que a rede jogará pra mineração desde 2009, já se alcançou perto dos 18mi, ou seja sobra 3mi pra distribuir nos próximos 100 anos e a conta-gotas. Será a falência dos mineradores com seus computadores milionários. Mas falando-se de hoje, a 12,5 btc por lote de cadeia, já está absurda a mineração de tanta dificuldade que dá pra minerar tal lote. Falo de lotes soltos a cada 10 minutos de 12,5btc, mas também a rede solta frações de bitcoins pra pequenos mineradores (no geral, frações pros grandes também), ou seja, aqueles que usam equipamento doméstico pra minerar, como aparece muito no youtube mineradores com 8 placas gráficas pra obter 0,001 bitcoins/dia, o que não paga nem a luz. É claro que a mineração em geral é pra decifrar cada código dos lotes de 12,5 btc mas as premiações são diferentes. Falarei depois sobre equipamentos domésticos e profissionais.

 

O Bitcoin foi inventado em 2009 por um grupo de gênios em economia e informática (nome fictício e inexistente de Satoshi Nakamoto), experts em criptografia, depois da quebra da bolsa em 2008, uma moeda sem controle por nenhum governo do mundo ou banco central, criada pra "enfurecer" inexperientes que pensam que podem fabricar dinheiro com computadores (na verdade, perdem dinheiro), onde hoje é mais fácil ganhar na megasena que fazer um único bitcoin num ano inteiro nesses super-hyper-harwares especiais e caríssimos, ainda gastando-se dezenas de milhares de reais ou dólares em luz e equipamentos e ficando rapidamente obsoletos. Esse programa mundial da rede, a cada ano quadriplica as dificuldades disso, a cada milhares ou milhões de entradas de iniciantes na mineração, isso pra uma cadeia criptografada de dezenas de bits dos códigos disso (256 bits, o que pra experts, isso é a coisa mais absurda das galáxias e do universo pelo tamanho), nisso promovendo-se vendas de computadores e gasto de luz, os enriquecendo e na desilusão de inexperientes. Depois citarei das complicações e relações/diferenças de equipamentos e tempos de processamentos.

 

Esses gastos de luz, aqui, principalmente na Europa e EUA, já levou muita gente a falência, onde muitos brasileiros se mudaram pro Paraguai pois a luz lá e 10X mais barata (e vinda da Itaipu brasileira que nunca gastaram um centavo pra construir e ganharam metade dela só por estar em terras paraguaias e lhes sobra 80% de luz que revendem ao Br - hilário: a construimos e compramos sua eletricidade. Piadas: dizem que bitcoin paraguaio é bitcoin falsificado).

 

Mas se minerar desse algum ganho, todos os traficantes e criminosos do mundo teriam milhões de Pcs minerando, ate bancos, empresas, etc. Mas isso não se vê e só de "aventureiros" fazendo isso. Os criadores do bitcoin sabiam de tudo isso e sabiam das chances reais de se ganhar com isso e fizeram altos cálculos (ganhos/perdas) pois não queriam enriquecer ninguém, só pretendiam jogar moedas no mundo pra usos futuros, sabendo muito bem que ninguém enriqueceria com isso (há muitas falsa percepção por mineradores no ganho/gasto, basta fazer as contas), mas também não queriam dar prejuízo a ninguém e dai a distribuição de btc. Ganhos reais só há no cambio/especulação e para poucos. Ou seja, mineradores gastam milhões pra minerar, não recuperam e especuladores lucram milhões na compra/venda (mas também se perdem milhões nisso e ate em roubos, como uma corretora japonesa que perdeu na época U$ 1bi, hoje 20bi,  no roubo no seus sistema de processamentos imenso, maior e mais protegido que um banco). Muitos gastam ate dezenas de milhões e perdem outras dezenas apenas por gastos/consumo, sem contar roubos, o que seria preferível gastar essas dezenas de milhões em empresas/produção, comércio/serviço com ganhos garantidos, sem loterias, roubos e produção segura, mas poucos mineradores entendem assim, ainda dando lucros milionários pras elétricas e pra China onde se fabricam tais equipamentos.

 

Sobre equipamentos, muita gente acha que um simples computador/notebook conseguiria minerar alguma coisa. Em 2009, na criação do bitcoin, ate era sim possível, não das frações jogados na rede por taxas cobradas por venda/compra de btc, como o programa o faz diariamente, mas de lotes de bitcoin, onde nessa época 1 dólar comprava 10.000 btc, que não valia nada. Esses programas mineradores, os que justamente fazem a rede, são eles que intermediam a aprovação na rede todas as minerações, ou seja, das fiscalizações de minerações se verdadeiras e as falsas (há extremamente muitas quantidades de tentativas de fraudes em mineração e ate transferência e apropriações de btc e essa rede distribuida impede tudo isso, como se fossem uma cadeia de fiscais, em que cada minerador que conseguir minerar/obter um lote de btc, tem que se submeter a uma gama de fiscais online na rede pra ser aprovado, o que leva mais de 1 hora pra isso após ter o minerador/encontrado seus btc). Ate se pode medir a capacidade do próprio equipamento em minerar, num teste online. E ate quanto há no mercado, ou já foi solto dos 21 milhões máximos de btc. O sistema é absurdamente seguro, onde em 8 anos nunca houve uma única fraude (falo de mineração, transação, venda/compra de btc, do sistema, e não de roubos, fraudes, etc entre negociantes, o que há explosão disso). Se diz que a mineração e transações em btc só serão fraudadas quando chegar a computação quântica. E incrivelmente há mais de um milhão de bitcoins perdidos na rede, sem dono ou de senha perdida, isso desde 2009. A Bitcoin.org não quer nem saber de recuperar isso ou voltar aos donos por manipulação da rede e perda de credibilidade. Muitos ex-donos nem quiseram saber deles no passado, já hoje pelo altíssimo valor....

 

Mas voltando a equipamentos, naquela época, a 50 btc por lote de mineração, no 1o ano era muito fácil minerar pois não havia dificuldade. Após isso, se começou a dificultar, onde antes se usava Pc e notebook, os CPUs (hoje um i7-top rende 50H/s), mesmo ficando semanas se processando pra ganhar 1 btc, se precisou melhorar e se descobriu que melhor que processador de Pc ou CPU, e muito melhor e mais potente, são as placas aceleradoras de vídeo (GPU), pois não eram necessários se processar pontos flutuantes como fazem os processadores/CPU e sim em simples cálculos em ponto fixo/inteiro, coisa específica de placas de vídeo/GPU, ainda calculadas as velocidades, não em Flops/segundo, coisa de CPU, mas em Hashes (decifração), ou H/s, coisa de GPU, que dá tais lotes de criptografias por segundo, algo bem diferente de flop. Tem gente que chuta um Hash = 13mil flops, mas a conta não fecha, ou nada a ver.

 

Quando se iniciou o uso de placas aceleradoras de video, as GPU, cada vez melhores e superiores, ate que se voltou a se ter alguma facilidade na mineração, mas já se tinha baixado nos lotes soltos nas redes pra mineração, de 50btc  pra 25, o que dificultou mais ainda essa caça, onde novamente nos GPU começaram a ficar "lentas" a mineração, e o que salvava nas atualizações, eram super-GPUs como das Raedon (como da mais famosa, a 480 e hoje superada, de mas de 170Kh/s) e as Gforce, onde ate uma modelo 1040 caríssima, se tornou quase inutil nessa caça, como veremos. A única coisa que se viu, era os absurdos preços das placas, saltando em 2009 de U$ 200 pra quase U$ 1mil ou mais hoje, mesmo melhorando a velocidade. Pior ainda com extremo gasto de luz/energia, onde onde se usa normalmente 8 GPUs paralelos num Pc pra minerar, onde a conta de Luz mensal supera o valor de todo o equipamento, dependendo do Estado, isso pra render os tais 0,001 btc/dia, ou seja, caçando as frações das taxas e não de lotes.

 

Começou então a surgir equipamentos melhores, específicos pra caçar bitcoin do tipo FPGA, muito mais poderosos e velozes, com muitos processadores internos por unidade, ate centenas, mas muito caros, a milhares de dólares, que se destinavam a verdadeiras usinas/fábricas de bitcoins, ou seja, nada pra mineradores domésticos e sim investimentos de milhões, pois se precisava refrigerar o ambiente todo, além de instalações enormes, tipo galpões industriais, face ao preço do equipamento e principalmente as muitas dificuldades de processamentos e velocidades dadas pela rede, além da absurda concorrência mundial. Todo mundo queria minerar, pois o btc pulou no câmbio pra U$ 50, 100, 200, 1000, 5mil, 10mil e nestes tempos chegou ao absurdo de 20mil, não pela mineração, mas por ter entrado novos tipos de membros no btc, antes inexistentes: os especuladores e a bolsa de valores pelo mundo. Aí o btc não aguentou mais e explodiu no valor, coisa nunca prevista pelos criadores, onde botaram formulas matemáticas complexas, na quantidade de distribuição diária, na dificuldade de codificação (sim, se complica a cada vez ter mais moedas no mercado e mais mineradores) e na quantidade solta por lotes. Mas nada que previsse as especulações, investimentos, bolsas, etc, e valor do btc (obs: falamos de bitcoins, mas há outras moedas virtuais de mineração como a Etherium, B.cash, etc).

 

Nessa corrida ao btc, as poucas marcas existentes de GPUs já não davam conta, apesar de caras, pois as maiores marcas do mundo de processadores, como a intel, Amd/Radeon ou Nvidia/Gforce nunca quiseram entrar no ramo pois as oscilações/perdas em bitcons eram absurdas, inconstantes e de pura aventura, como quando o btc caiu em poucos dias de U$ 1000 pra 70, destruindo o mercado na época e falindo muita gente. O absurdo é que essas oscilações continuaram há anos, com absurdos sobe-desce, isso ate hoje, fazendo muita gente perder e ganhar milhões na especulação. Então pra quê fabricar GPUs? A Nvidia poderia falir nisso com suas ações, que iriam junto pra baixo com o btc. Mas o mercado estava desesperado por melhores equipamentos, onde as FPGAs já não davam conta (placas de vídeos GPUs eram brinquedo perto dos FPGAs).

 

Então surgiu um "aventureiro" na China que apostou tudo nisso, um jovem chamado Juhan Wu, proprietário da Bitmain, hoje simplesmente o criador do mais potente ASIC do mundo, onde fez muito sucesso no modelo S9 e já superado. Não existe concorrência pra ele, onde fez simplesmente falir quase todas as marcas de FPGAs do mercado. Todo mundo quer somente o Bitmain, com esperas/filas ate de um ano. Iniciou a fabricação (nunca foi do ramo e nem entendia) quando conheceu um projetista de chips lhe pedindo emprego. Na época ficou muito frustrado com os equipamentos que tinha, ultrapassados, perdendo dinheiro na mineração e comprava novos equipamentos e nunca chegavam. Iniciou a fabricação de um novo chip e não deu outra: começaram com o S1 com muitas falhas, tiveram muito sucesso com o S5, explodiram as vendas com o S9 e já estão com o S10, imbatível e hyper-poderoso que especula-se chegar a 20Th/s ou "Tera-hash", de trilhões. Pergunta-se, quem vai concorrer com ele? Qual minerador? Isso falando-se de ele ter milhares destes numa fabrica caçando btc. Vira piada usuário doméstico usar GPU e piada de mau gosto usar um notebook/Pc em casa pra comparação: um notebook com sua placa gráfica interna levaria milhões de anos hoje pra caçar um lote de bitcoin (não falo das frações irrisórias, mas do que realmente vale a pena: lote de 12,5 btc; que seria melhor ainda na época os 50btc). E usar Pc/notebook pode acabar esquentando e queimando o computador, ate de peças vizinhas e soldas, pois nenhum destes foi feito pra muitas horas de calor e sem ventoinha adequada.

 

Um GPU levaria centenas de milhares de anos (não podemos calcular o exato tempo nessa criptografia absurda de 256bits pois não se sabe a marca do equipamento, capacidade, etc). É claro que GPUS não trabalham sozinhos, talvez dezenas ou centenas emparelhados, não se sabe (um desperdício pois cada 6 deles gastam ate 1000W, imagina-se a conta de luz num mês a 24hs/dia), isso obtendo 200Mh/s. Já um Bitmain S9, a 15Th/s e U$ 5mil, o que é um absurdo de velocidade e a 1300W, leva muito, mas muito menos tempo. Isto é, ate a rede detectar essa velocidade (sim, todo software minerador detecta tudo isso e é transmitido pra a Bitcoin.org, a central fiscalizadora da mineração, que regula o mercado, a dificuldade de processamento, aproveitadores, fraudes, monopólios, etc, uma organização composta por programadores, de maiores mineradores, controladores, etc, toda resolução determinada por votos dos maiores, com mais de 7mil associados e muitos CEOs no mundo, pois se um dos criadores do bitcoin quisesse lançar seus milhões de bitcoin guardados, essa central bloquearia/anularia tudo). E não há como alguém sozinho tentar mudar o programa da rede, apesar do software ser aberto mas controlado por milhões de experts pelo mundo, sendo a prova de fraudes e com saneamentos imediatos e anulação das fraudes (nem os criadores podem alterar mais, hoje submetido a todo mundo da organização e com aprovação total pra isso por estes pra se ter validades) e nem mudar os extratos/históricos de registros;movimentações de cada btc ou fração, seu grande seguro, poder e confiança, dai ao nome blockchain ou cadeia/movimentação em bloco (extrato eterno), registro livre/aberto pra quem quiser ver, mas movimentações em códigos.

 

Calcula-se em milhares de fábricas no mundo usando os Bitmain, isso com centenas ou milhares de equipamentos em cada uma. Ou seja, destes que entram aqui pra perguntar se vale a pena (com certeza usuários domésticos), qual seria a chance deles nesse mundo? Perto do zero? Gastos ou tempos inúteis? Não estou aqui pra frustrar ninguém, mas peguemos um único exemplo: desse fabricante chines dos poderosos Bitmain, se diz na rede que ele possui uma fábrica sozinho com 50mil Bitmain (nem poderia ser bobo, pois o milhão de btc, ou perto, lançado por ano na rede, renderia U$ 20bi/ano nessa cotação (parece que caiu). Alguém acha que iria perder isso? Tanto é que oficialmente a China detém 60% de todos os bitcoin do mundo, é claro, na febre que entraram desde 2012, dizem que há uma fabrica disso em cada esquina, mas o maior detentor sem dúvida é o dono da Bitmain, tanto é que sendo sócio da central controladora, vive brigando com todos pra dificultarem muito as codificações e acabarem com a distribuição de taxas, que vai para os pequenos, pois quanto menos gente minerando, mais se afrouxa o sistema. E já cortaram muta asa dele nas manipulações de mercado (sobe/desce). Daí a espera de um ano pra comprar um Bitmain, pois ate isso ele controla, como um monopólio. Por isso tanta gente falida no mundo: investe milhões em equipamentos, fica tudo obsoleto e fica pra trás, tenta comprar, não chega, a situação da rede fica muito pior e o gasto e espera já estão perdidos e assim vão todos afundando.

 

Faltando uns 3 milhões de btc a se soltar na rede, isso a conta-gotas ate 20140, em 3 ou 5 anos calcula-se que todos os equipamentos do mundo não conseguirão caçar 1 btc, em algumas contas feitas, num programa logarítmico da rede, altos cálculos (fala-se de serem gênios da computação esse criadores). Ou seja, muita gente pelo mundo já desistiu de caçar, muito fechando fabricas e vendendo equipamentos, isso altos investimentos e fechando, imaginem pequenos usuários, mesmo ate 8, 15, 30 placas de vídeo pra investir, ou seja, um grão de arroz contra um trem de 20 vagões disso. É claro que o programa da rede faz cálculos diferentes pros pequenos, não se sabe bem, talvez distribuídos por quantidades na rede ou por horas, semanas, meses trabalhando, etc, mas os "lucros" são de poucos dólares por dia, bastando ver no youtube equipamentos trabalhando e recebendo. Essas taxas acumuladas pelo sistema são irrisórias, dos 0,0005 btc (ou menos) de cada transação e distribuídos pelos milhões de pequenos.

 

Pra nós no Br, o maior problema é na legislação, além do absurdo valor da luz, onde não compensa de forma alguma minerar, nem aqui e nem lá fora: apesar de não valer a pena fabricar aqui e ate ser perigoso, mesmo que alguém quisesse entrar aqui com dinheiro procedente de fabricação de bitcoin lá fora, não conseguiria pois seria procedência ilícita nas nossas leis, ainda podendo se enquadrar em lavagem de dinheiro se não comprovar a licitude, com risco de apreensão e ate detenção, mesmo sob transferência bancária no câmbio. Fora não ter pago imposto para se fabricar. Ou seja, impossível se entrar fabricado ou fabricar bitcoins aqui (lei do colarinho branco). Falo de Br, não do estrangeiro. A nossa legislação prevê crimes do colarinho branco e lavagem de dinheiro, pois NENHUM dinheiro pode ter procedência de operações ilícitas, diferentes de indústria (de produtos não fictícios), serviço, comercio, operações bancárias, investimentos, etc e em tudo pagamentos de impostos. Fora disso é ilícito, tal qual lavagem de dinheiro, tráficos, roubos, etc. Ou seja, seria a lei dos crimes financeiros, como fabricar aqui artificialmente ativos e os jogar/cambiar no mercado num enriquecimento ilícito ou lavagem de dinheiro, ainda fabricar sem pagar impostos. O engraçado é que ganhar dinheiro aqui ou fora com btc na bolsa ou corretagem não dá cadeia, mas fabricar sim, apesar de muitos americanos presos, inclusive corretores e CEOs. Boa sorte pra quem tentar e se aventurar.

 

Aqui foi um "pequeno" resumo, pois pra se levantar/informar tudo sobre bitcoin, o que há na rede, dá pra fazer uma enciclopédia de mais de mil páginas e ainda faltaria informações, como cambio, bolsa, crimes eletrônicos, roubos, operações via celular, corretagens, etc. Estranhei não haver quase nada aqui sobre Bitcoin, justamente um assunto imenso de informática, que mudará o mundo, computadores, rede e transações bancárias, envolvendo todos os componentes e equipamentos da computação.

 

É claro que haverá muitos acréscimos ao texto, correções (não sou perfeito), atualizações, etc. Espero ter ajudado ate minimamente quem precisava destas/algumas informações. A web tem muito mais disso, principalmente em inglês.

 

Aos iniciantes no ramo, boa sorte.

 

 

 

 

 

 
 

Obs: pra quem quer ver filmes a respeito pra aprender mais, há vídeos explicando tudo: "Banking on Bitcoin 2016, Magic Money The Bitcoin Revolution 2017, The Blockchain and Us 2017, The End of Money as We Know It 2015, The Rise and Rise of Bitcoin 2014", alguma coisa no youtube, netflix, etc, com legendas.

.

Editado por Edsm
  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não li o texto todo., mas resumindo: muitos serão levados pelo marketing e pela falsa ilusão da riqueza fácil....

"inteligente" eu diria mais corretamente malicioso é "quem" ( qual organização) está por trás dessa febre criada propositalmente chamada BitCoin. 

 

 

Editado por Black Fox
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha.. vou dar minha opinião. Eu uso o folding at home, e alterei ele para carteira bitcoin. Mas, não penso em comprar rings de mineração, e investir "pratas" para o bitcoin, por 2 motivos

  • Ganharia uma "malárea" da minha esposa
  • Acho que posso gastar com algo mais interessante

O modismo do BTC está vivo, como foi com o napster à sua época, com os e-mule da vida, e como ainda ocorre com as famigeradas pirâmides, que atordoam ainda pessoas, e muitos acreditam....

 

Mas a tal pirâmide, de forma diferente, está aí, na forma de bitcoin. 

 

O modismo errante, que ainda faz vítimas. Muitos se interessam pelo bitcoin, são mil maravilhas, mas.... e a parte ruim? ninguém fala? ninguém diz quanto custa para minerar? será que existem só maravilhas? não existe problemas no programa? 

 

Enfim.... aaaah, os modismos... e só o tempo mostrará o que será do BTC. Mas, enquanto isso, as geringonças de ring de mineração mostram-se presentes, e pior, vendem muito... a hora que isso acabar? sei lá, mas à essa doença, eu não vou aderir.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • "e a parte ruim? ninguém fala? ninguém diz quanto custa para minerar?"

     

    Vou te contar algo sobre o "ninguém fala", rodando na rede (sobre custos, já disse acima com preço de cada item e luz a R$ 0,6/Kw, fazendo o cálculo de um GPU de 1000W (um secador) ligado 24h a 30 dias, isso por cada unidade):

     

    Desses mais de 1 milhão de btc perdidos na rede (talvez mais de 2mi), sem donos, que devem ter perdido as senhas, se alguém pudesse descobrir uma forma de identificar quais os são e sua senha, seria a mais eficiente mineração e a mais lucrativa, pois muitos lotes devem ser desde o inicio e comportando 10mil ou mais btc num único código/senha e lote. Então pra que ficar minerando e gastando luz com milhares de maquinas atrás de apenas 12,5 btc? Se diz de isso ser absolutamente legal pois estão perdidos no "oceano" da internet, como o caso dos milhares de patinhos de borracha que se perderam no pacífico no afundamento do navio e foram encontrados em muitas praias, da Austrália a EUA e sem donos e sem a obrigação de devolver. Pior ainda btc que não registra nome e só código/senha e sem chance de se achar o dono, ou seja, o dono é quem tem a senha, como bilhetes de loteria. O problema é rastrear os btc pois não pode ficar nenhum registro dele em nenhum computador e seu histórico/passagens, ficam apenas dentro dele (blockhain ou extrato/movimentação), onde numa nova transação, a rede apenas confere suas autenticações e dá uma nova autenticação, se verdadeiro e este vai embora. Nada fica registrado na rede justamente pra não se ter controle central ou por governo. As estatísticas, quantidades de btc lançadas a cada 10min são registradas no bitcoin.org e só isso. Quem descobrir como identificar btc "boiando no oceano" da rede..... Mas como alguém que identificar um lote de 1000btc, ou seja "meu" e sem uso há anos, e saber se ainda tenho a senha ou perdi? Ou seja, saber se sou ainda o dono? Esse é o enigma, do contrário vira roubo/furto se conseguir descobrir a senha, pois terá controle total dos meus btc. voce tem razão de querer ficar longe, pois um dia isso ocorrerá, numa nova corrida à criptografia e sem concorrência nenhuma, isso talvez na computação quântica.

     

    Mas sobre o que "ninguém fala" a respeito de usuário doméstico (usuário de notebook, Pc) é que uso exaustivo com super-aquecimentos, simplesmente derrete a solda de peças vizinhas, como outros chips, wifi, som, placa-mãe no geral e ate da GPU, ficando impossível se consertar pois é também impossível saber qual circuito/pino foi afetado (se um pino em dezenas, etc, pra resoldar), isso aquecido ate pelo ar quente dentro da unidade (experimente deixar um secador de 1000w aquecendo por minutos o interior, imagine por horas). Isso o usuário nunca pensou, pois essas ventoinhas não são predispostas pra horas de funcionamento e muito menos o compartimento fechado ou o sistema de arrefecimento, imagine pra funcionar 24h por dia, 30 dias ao mes e 12 meses ao ano sem parar. Logo no inicio pifa tudo (ate GPUS, FPGAs e ASICs pifam e muito, ninguém escapa: cálculo a ser feito nos prejuizos, pois se diz em quase, ate 5% ao mês de todo o equipamento, haja perdas/reparos e dinheiro jogado e há casos de 10% e ate 20% ou mais face as más instalações e temperaturas, um forno nas fábricas)

     

    E por último sobre o "ninguém fala", um dos maiores problemas são as fraudes, roubos/furtos e golpes sobre bitcoin, não diretamente em sí na mineração, pois essa é a prova de fraude na eterna fiscalização da rede, onde só autentica e dá/recebe quem faz mineração adequada e com programas adequados e autorizados, portanto, a prova de fraudes pois depois de minerado, precisa de aprovação de uma gama de "autoridades" (fiscais da rede) pra se receber/ter os bitcoins. O problema (e muito grave) está fora da mineração, na guarda do btc, onde se recebe códigos e senhas pra se manipular e aí que está o perigo: se mal guardado, salvo num computador conectado a rede, onde vírus, hackers e outros "bichos" o detectam, atacam e furtam (seus dados), ou num pendrive e se perde, ou numa impressão e alguém te joga fora, etc. Em todos esses casos já houveram muitas perdas, como da corretora japonesa Mt.Gox, maior do mundo na época, em que há alguns anos perdeu num ataque a seus computadores, quase 1 milhão de btc, grande parte dos seus clientes, isso numa grande central de supercomputadores, maior que de muitos bancos, com altíssimo nível de segurança (ou era) e levou a sua falência. Imagine guardar num computador doméstico! Esses são os riscos pois não existe rastreamento e nem descobrir quem os levou e muito menos forma de recuperar, mesmo que se descubra quem os furtou, pois são "títulos", "papeis" ao portador, tal qual cédula de dinheiro. A impossibilidade de rastreio é seu grande trunfo e lhe dá essa supervalorização no mercado, justamente pra fugir de governos, bancos e centrais controladoras. Quem entrar no ramo, não adianta depois chorar, tem que estar ciente (ou consciente) de tudo isso. Hoje a maior forma dos enriquecimentos com btc, não é minerando e sim no crime de furtos, como ocorre na grande  explosão de golpes de btc na web. Isso além das grandes perdas no valor do btc, falando a aplicação/investimento, onde se compra num valor e no azar no dia seguinte despenca muito, como casos de ate mais da metade do valor ou como já ocorreu de despencar de U$ 1000 ate 70 em poucos dias. Não há segurança nenhuma no btc, ou mesmo garantias de retornos ou ganhos, desde a mineração com altos gastos, prejuízos, concorrências e dificuldades a cada ano, a ate perdas em investimentos/aplicações nos altos/baixos, fora os muitos golpes/furtos e extravios, além dos problemas legais no Br. Essa é a realidade do btc: um mundo de problemas

    Editado por Edsm

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    E detalhe 2, né meu caro. Em tempos de bandeira vermelha 2, amarelo, etc... quero ver bem detalhado quanto custa para minerar 1 BTC e quanto custa em termos de energia elétrica. Duas coluninhas, uma para o BTC e outra para o Kwh

     

    Aposto que, quando alguém fizer isso, abandona o BTC na hora. 

    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Com GPUs não vale a pena minerar mais BTCs, mas é que poucos entendem que é possível minerar outras moedas e depois fazer o exchange para BTC.

     

    Eu particularmente não recomendo BTCs no momento, porque as taxas estão altas e a rede é lenta para concluir transações.

     

    Ainda é possível minerar BTCs usando os ASICs, os Antminer são referência, eles rendem mais do que consomem no câmbio atual, mas o custo de energia e equipamento no BR inviabilizam o investimento.

     

    O BTC é importante porque inseriu a cultura do blockchain, que é uma base aberta em que as transações podem ser facilmente autenticadas, tanto que existem hoje várias empresas movendo para uso desta ferramenta.

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Eu uso o folding, que tem conversão ao BTC. Mas a próxima só ocorrerá em julho, e talvez.....

     

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • E O GOLPE (MARTELADA) FINAL CONTRA O BITCOIN NO BR:

     

    Jornal Folha:

    CVM proíbe fundos de investir em bitcoin e criptomoedas

     

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/01/1949958-cvm-proibe-fundos-de-investir-em-bitcoin-e-criptomoedas.shtml

     

    Jornal Estado:

    CVM proíbe fundos de investir em bitcoin e outras criptomoedas

     

    http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,cvm-proibe-fundos-de-investir-em-criptomoedas,70002148456

     

    Ou seja, no Br está proibido investir em Bitcoins e outros "bichos" mais na bolsa (principal entrada e saída financeira) e outras formas, principalmente por fundos de investimentos. Outros países na Europa e no mundo já fizeram isso, como a Coreia a 2 dias atrás. (a Coreia derrubou, será que o Br derruba mais ainda seu valor? ...rsrrs)

     

    Sobre mineração, as leis dos crimes financeiros já tratam a respeito.

    Eu olho tudo isso pelo lado bom: segurança, anti-perdas, anti-furtos, anti-investimentos perdidos, etc.

    Editado por Edsm
    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Pra quem ainda acredita nessa pseudo-moeda e quer mesmo perder dinheiro:

     

    Bitcoin perde 23% do valor, maior queda em 4 anos

     

    "Em menos de 24 horas, o bitcoin perdeu quase um quarto de seu valor.."

     

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/01/1951053-bitcoin-perde-23-do-valor-maior-queda-em-4-anos.shtml

     

    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    E cada dia mais e mais "outras criptomoedas" semelhantes nascem... :exorcize:

     

    É deixar o tempo decidir... mas pelo andar da carruagem, eu entendo uma pirâmide disfarçada. Enquanto isso, tem povo ganhando dinheiro com ring de mineração

    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Bitcoin desabou mais ainda hoje:

     

    Bitcoin desaba pelo 2º dia e cai abaixo de US$ 10 mil com incertezas

     

    "Às 13h49, o Bitcoin caía 9,93%, para US$ 9.656, quase metade do pico de US$ 18.674 em dezembro de 2017. O Ripple recuava 10,6%, e o Etherum tinha baixa de 15,23% no mesmo horário...."

     

    "...Não é a primeira vez que o bitcoin passa por uma turbulência do tipo. Em 2011, em um período de cinco meses, a moeda virtual perdeu 93% de seu valor...."

     

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/01/1951128-bitcoin-desaba-pelo-2-dia-e-cai-abaixo-de-us-10-mil-com-incertezas.shtml

     

     

    Não tem uma moeda virtual que escape e muitos aventureiros ainda apostando nelas.

    Editado por Edsm
    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Bancos no Br agora estão em "guerra" com Bitcoin e outras moedas digitais e estão fechando contas de negociações, ou seja, ninguém mais conseguirá usar sua conta pra comprar e vender btc:

     

     

    Bancos fecham contas de corretoras de criptomoedas

     

    "Há o risco de inviabilizar a negociação do bitcoin no Brasil. Elas utilizam o banco como meio de operação. O banco é o instrumento que permitiu o ganho de escala. Sem eles, a operação pode morrer"

     

    ".. dezenas de pessoas que negociam bitcoins tiveram as contas fechadas em bancos.."

     

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/01/1951951-bancos-fecham-contas-de-corretoras-de-criptomoedas.shtml

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • ROUBO MILIONARIO DE BITCOIN (é a 2a vez no Japão):

     

    Cerca de US$ 534 milhões em criptomoedas desaparecem de plataforma no Japão

     

    http://link.estadao.com.br/noticias/geral,cerca-de-us-534-milhoes-em-criptomoedas-desaparecem-plataforma-no-japao,70002167536

     

     

    E GOLPE NA WEB EM COMPRA DE MINERADOR:

     

    Homem compra processador de bitcoins e recebe DVD de ‘O Poderoso Chefinho’

     

    http://emais.estadao.com.br/noticias/comportamento,homem-compra-processador-de-bitcoins-e-recebe-dvd-de-o-poderoso-chefinho,70002166753

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    o lance é que tem muita desinformacao, de quem mexe com isso e tem interesse q outros sejam facilmente manipulados para trabalhar/atuar e defender até a morte (vide as discussoes intermináveis de forma agressiva as vezes em foruns/facebook da vida q tratem do assunto) e uma glamurizacao até certo ponto mítica sobre o assunto, quando o interesse primario de quem procura informações ou formas de entrar nisso é "QUANDO É QUE VOU FICAR MILIONÁRIO".. 

     

    entretanto quem entra é apenas mais um.. e a nao ser q comece no incio a jogar muita agua em saco furado, nunca vai ter um retorno minimamente decente.. mas da mesma forma q tinha gente q minerava serra pelada depois do auge da extraçao e cavava até o centro da terra com essa esperanca de viver pra sempre rico e no maximo ficou só doente com mercúrio nas veias, há quem invista o q nao tem e acredite q ter 300, 400 reais por mes é lucro.. quando estes nao sao constantes e ficam cada vez mais dificeis de conseguir ao passo q aumenta a dificuldade de minerar.. sem mencionar outras variaveis como o sobe e desce frenetico do valor q nao tem nenhum tipo de lastro q garanta absolutamente nada.. nao existem meios fisicos.. seu dinheiro é basicamente calculos matematicos e nada mais..

     

    enfim, eu dia desses tava vendo uns videos das pessoas falando do porque das placas de video estarem tão caras ou terem sumido das lojas.. isso é fato, eu tava no fim do ano passado fazendo pesquisas para comprar uma 1080ti para minha antiga config e um dos modelos q tava interessado tinha preco de 650 dolares na media.. essa mesma placa hj, alem de nao ter em alguns estoques, passa dos 800 dolares tranquilo.. isso porque eu iria comprar lá fora.. agora imagine com os precos aplicados no brasil!?

     

    pra mim o troço é tão furada q nenhuma das marcas, seja nvidia ou amd se predispoe a fazerem placas so para esse nicho (avassalador, em tese).. e se formos ver, para as empresas seria interessante ter uma divisao de placas q economizasse na fabricação, sem precisar de conectores de video nas pcb's, espelhos traseiros, rgb's e carenagens simples com unico intuito de trabalharem 24x365... nao fazem e nem estão preocupadas em fazer porque nao é interessante ja que nao há a menor garantia de nada.. nem de demanda dessas placas especificas q fossem criadas para tal fim para o momento atual ou futuro... ou outros modelos

     

    no fim, so se lasca é o mercado comum q ve a demanda nao acompanhar a oferta e os valores nas alturas

    Editado por rodrigo.dcvieira

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Como afirmado acima, esse castelo da fantasia.... nada mais é que um sistema de pirâmide disfarçado., onde milhares de "burros" de carga disponibilizam recursos e tempo para que meia dúzia fique no lucro.

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    dia desses tava no youtube e apareceu como video sugestao um video de um cara falando dessas moedas e tal.. fui assistir e o video so se resumiu a palavroes e nenhum argumento sólido

     

    ainda no fim, saiu uma dessas.

     

    "se vocês nao conseguem comprar uma 1050, vão trabalhar para ter dinheiro e comprar, hoje eu tenho 2 1080ti trabalhando pra mim e se eu quiser ainda compro mais umas 5 pelo preco q tiver..."

     

    queria ver isso agora.. hahah.. nesse ritmo, vai ter q realmente trabalhar de verdade para conseguir comprar uma 1050

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Atualisando os videos citados:

     

    The Rise and Rise of Bitcoin 2014",

    The End of Money as We Know It 2015,

    "Banking on Bitcoin 2016,

    Magic Money The Bitcoin Revolution 2017,

    The Blockchain and Us 2017,

    BBC Who Wants to be a Bitcoin Millionaire (2018)

    com alguma coisa na web, youtube, netflix, etc, com legendas.

     

     

    Milhares de fábrica de btc no mundo como essa: como concorrer com elas com um Pc caseiro ou com algumas placas, como vem aqui muitas consultas?

     

     

    Fabrica-Bitcoin.thumb.jpg.2d7f3e1472c77fc4b14c296c023a08b2.jpg

     

    São 4 galpões de dezenas de milhões de dólares com super-placas (mais de 20mil Asics) e super-ventilação (na neve pra economizar e com eletricidade geotérmica baratíssima): impossível um "caseiro" concorrer com elas, com dinheiro perdido.

     

     

    Editado por Edsm

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×