Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
edurm

Uli M1689: O Melhor Chipset Para O Sempron

Recommended Posts

%7Boption%7Dhttp://www.uli.com.tw/imgs/7204139554.jpg' border='0' alt='' /> Pelo menos é isso que a empresa afirma. A ULI luta para conquistar uma fatia do mercado de chipsets dominado por Via e Nvidia. O M1689 foi anunciado em Setembro de 2003 e só agora começa a ser vendido. Entre as caracteristicas dele temos: AGP 8x, PCI, 2 portas PATA-33/66/100 , 2 portas Serial ATA-150 com RAID, rede Ethernet 10/100Mb/s , USB 2.0 e audio AC’97. Ele pode ser usado em placas com Socket 939 e Socket 754. Maiores detalhes sobre o chipset podem ser conferidos aqui.

Xbitlabs > http://www.xbitlabs.com/news/chipsets/disp...0831150708.html

comentarios

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na verdade, a empresa não se chama ULi.

A desenvolvedora deste chipset chama-se ALi (Acer Laboratories), que no passado já foi mais presente no mercado de chipsets. Algumas placas famosas com seus chips foram a série ASUS P5A (para soquete 7), a série ASUS A7A266 (soquete A) e a Iwill XP333-R (soquete A).

Porém, seus produtos perderam competitividade no mercado, principalmente a partir do chipset ALi MAGiK1 (M1647), presente na ASUS A7A266 e na Iwill XP333-R. Ele apresentava baixíssima performance em comparação com os chipsets concorrentes e incompatibilidades, em especial com chips de memória da Samsung.

Como se não bastasse, a ASUS A7A266, que era a placa-mãe mais famosa que utilizava o chipset, foi um dos projetos mais problemáticos da ASUS, o que só aumentou a má fama do chipset. A ALi chegou a lançar uma versão revisada do chipset, que apresentava melhoras, mas não conseguiu muito sucesso.

Parece que agora a empresa busca se colocar novamente no mercado. Ainda não estou a par de análises da sua nova linha de chipsets (ela também apresenta o M1685 para Pentium 4). Vamos observar e ver se seus produtos estão mais maduros.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tito, ULI é uma empresa do grupo da ALI. Parece erro de grafia, mas não é. No próprio chipset (os mais novos, pois também já tive uma P5A) tem gravado ULI/ALI. Realmente não sei como ficou, pois eles estão fora do mercado já há algum tempo, mas acho que a tendência é sairem agora apenas como ULI.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho uma, e recomendo! O chipset é bom, e ela vem com agp/pci lock e até mem lock, alem de destacar (como poucas) as características para overclock.

Realmente ótima!

Texto do site deles:

People often buy Semprons to overclock them and lift their performance up to the level of much more expensive CPUs. So, we just couldn’t skip checking our Sempron 3400+ at higher frequencies.

The Sempron 3400+ has a default clock rate of 2.0GHz, so its frequency multiplier is 10x. Because of Cool’n’Quiet technology, this multiplier can be decreased, but cannot be increased. The default multiplier is quite high, however, for the mainboard not to become a limiting factor at overclocking (we won’t have to heave the frequency of the clock generator up to values like 300MHz). Basing on our experience with other CPUs from AMD on the revision E core, we can expect the highest frequency of the Sempron 3400+ to be about 2.5-2.7GHz, so the mainboard must be stable at clock-generator frequencies of about 250-270MHz. By the way, these frequencies can be achieved even with more than one memory module (to get closer to a 300MHz clock-generator frequency, you usually have to use only one DIMM).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×