Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Rafael Coelho

Teste do processador Ryzen 3 2200G

Posts recomendados

19 minutos atrás, RobertoGB disse:

Sim sim, eu me referi aos outros reviews que vi.

Teria como publicar um teste do quanto é possível extrair da IGPU usando o cooler box?

 

@w35l3y Você pode não concordar com a metodologia, mas não houve injustiça. Foi divulgado o resultado e como foi testado. Nada impede que seja feito outro teste, desta vez comparando a performance usando frequências de memória diferentes.

Como eu comentei, esta é a vantagem de existirem vários sites fazendo reviews do mesmo produto, você pode ler vários pois as informações se complementam.

Quanto aos testes, estamos preparando um comparativo de desempenho da iGPU deste processador com diferentes clocks de memória. Teste com overclock de iGPU, talvez venhamos a fazer se o pessoal pedir.

  • Curtir 2
  • Triste 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

esse aqui não é um adrenaline que surgiu ontem, nem um site de vendas que faz review, isso aqui é o Clube do Hardware, apesar desta minha conta ser de 2009 eu acompanho este site desde o inicio e não podemos tolerar menos qualidade do que um guru3d ou um anandtech, este tem que ser o melhor site sobre hardware do brasil, temos que ser a critica mais cruel do brasil também, senão vira bagunça.

  • Curtir 1
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@w35l3y Como eu disse, nada impede que esse teste que você quer seja feito no futuro. A maioria, senão todos, dos testes que vi usaram DDR4 3200, você pode consultar essas fontes enquanto isso. A maioria dos usuários aqui não se limita aos testes do CdH.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, w35l3y disse:

o Clube do Hardware não é um lugar muito frequentado por leigos que não sabem que o video integrado usa a memoria ram do pc, a maioria aqui sabe o que é um dual chanel

 

Meu caro, não confunda o pessoal que lê o site com nós que participamos mais ativamente do fórum. ;)

 

Eu pessoalmente acho desproporcional quando saem falando de overclock pra pessoa que mal sabe quais peças comprar pra um computador simples.

 

Embora o CdH tenha capacidade e potencial para fazer artigos extremamente detalhados sobre as coisas, como o fazem Anandtech, Techreport, o finado Xbitlabs e outros, quantas pessoas realmente se interessam por artigos de alto nível?

É uma escolha editorial que cabe aos redatores fazer, e o CdH sempre focou no público iniciante/intermediário.

 

Eu adoraria ver um artigo gigante comparando cada pentelho das arquiteturas dos Ryzen e Coffe Lake aqui?

Sim, muito.

Mas sei que um artigo avançado não vai disseminar a mensagem como um simplificado consegue, por isso entendo o trabalho feito pelo Mestre Coelho.

Ainda, os sites gringos grandes tem equipes dedicadas a este trabalho e, por serem em inglês, atingem um público muito maior que o CdH, enquanto aqui temos o Mestre encarregado da maioria dos testes que o site faz, sendo que esta não é a ocupação principal dele.

 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Steeveantonichen disse:

Um pouco decepcionado com esse review. Não sei o que houve, mas o pessoal do techspot conseguiu bem mais frames em CSGO (único jogo que foi comum a ambos os reviews): 138 contra os 112 do CdH. E o Techspot jogou tudo no very high e aqui foi no médio, então esse resultado do CdH está bem estranho:

 

image.thumb.png.56fe058eb5ee10df2df2f4b11856bd44.png

 

Também decepcionado na parte do OC. Não foi testado OC na iGPU ou isso está pra vir depois? O potencial de OC tanto da GPU quanto da CPU nesse bichinho é extremamente promissor, com um cooler barato de 70 pila ele chega praticamente no mesmo desempenho do 2400G, que custa 300 reais a mais, e tb praticamente empata com a GT 1030 que custa 400 pila:

 

image.thumb.png.3450b48c57e2eb2408762ec5421b337a.png

 

Pra mim dizer que isso é uma decepção é totalmente non-sense. Não vi a AMD anunciando ele como sendo melhor que uma placa de entrada, mas como uma opção mais barata e bem mais competente pra games do que outros videos integrados que custam a mesma coisa.

Se antes com 500 pila você tinha um i3 8ª gen q ia te dar 15~30 FPS em qualidade HD, ou seja, injogável, agora você tem, pelo mesmo preço, um processador q te entrega acima de 60 FPS em vários jogos populares, mesmo q seja 720p no low. O que antes era injogável, agora passa a ser. Essa pra mim é a grande promessa da AMD e que ela cumpriu muito bem.

 

FPS no CSGO pode variar muito de acordo com o mapa, se não me engano.

 

....

 

 

Mas, fiquei triste mesmo com o uso de FPS minimo. Simplesmente não faz sentido.

 

Estou a tempos solicitando que os testes incluam mais informações, mas FPS minimo simplesmente não serve. Pode ser um pico que aconteceu uma unica vez, e que passa a ideia de que a performance é terrivel.

 

Esta imagem é um bom exemplo disso.

image.png.11cdae4d77ea744add5d2bb1eb62eb75.png

 

Realmente não entendo a dificuldade de quando for recordar os dados dos testes no FRAPS ao in vez de por FPS escolher frametime, assim recebendo pronto 0.1%/1% lows, e graficos detalhados de performance demonstrando momentos onde ocorreram e a frequencia que ocorreram as quedas.

 

Conforme topico, no proprio forum:

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rafael, obrigado e parabéns pelo análise e em especial pelo método adotado, bem "pé no chão".

Realmente ficou original e diferente de muitas análises que parecem irmãs umas das outras. Precisamos de pontos de vista diferentes.

Pela primeira vez senti segurança para comprar este processador no lugar do i3 8100 para tarefas domesticas, word, excel e navegação.

Também achei um absurdo a AMD não mandar um kit para o CDH.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
15 horas atrás, RobertoGB disse:

@Steeveantonichen Você não leu o teste do techspot, simplesmente pegou os gráficos e veio comparar aqui.

 

"We'll be testing Raven Ridge on a B350 motherboard with 16GB of DDR4-3200 memory."

 

CdH setou todos a 2666 Mhz, que tal ler as coisas antes?

Eu li TODO o review antes meu amigo. Se VOCÊ prestasse atenção e lesse todos os os testes do techspot, veria que eles já fizeram os testes em várias frequências diferentes e a diferença entre 3200mhz e 2666mhz é de cerca de 13%. A diferença que citei no CSGO é de 23%, portanto, 10% maior. E sem falar que o techspot testou no Very High quality, o CdH fez no médio, então a diferença real é ainda maior que 23%, que não são explicados pela frequência da memória unicamente. A diferença se dá muito mais pelo dual-channel/single-channel do que pelas frequências. Deve ter outra coisa que explique a diferença, talvez o mapa como o amigo @Atretador citou.

 

Em 27/02/2018 às 11:34, Rafael Coelho disse:

Para tornar a comparação justa, utilizamos as memórias na mesma frequência em todos os testes com diferentes processadores. Escolhemos setá-las em 2.666 MHz pois não faz sentido, em uma plataforma que se propõe a ser de baixo custo, utilizarmos memórias caras.

É isso que eu acho confuso. Pra mim, ou torna tudo em dólar e só analisa com base na cotação lá fora, ou analisa com base aqui no Brasil. Eu prefiro que se analise com valores e dados de fora, porque é mais estável. E na newegg você acha kits 2x4gb 3200mhz praticamente pelo mesmo preço de outros kits 2400mhz, não é tão discrepante quanto aqui no Brasil.. Quando MUITO, a diferença é de 10-15 dólares. Não é excessivamente caro comparado ao grande salto de performance que se tem, totalmente viável num pc de baixo custo.

 

Citação

Ou seja, o Ryzen 3 2200G mostrou-se um ótimo processador quando utilizamos uma placa de vídeo independente, mas decepcionou exatamente naquilo que prometia: oferecer um vídeo integrado com desempenho superior ao de uma placa de vídeo de entrada.

É essa parte q eu acho mais bizarra. O 2200G custa hoje 500 reais (99 dólares). Um kit i3 8100 + GT 1030 custa hoje por volta de 920 reais (120 dolares um i3 + 90 dólares da 1030, então em dólar tá pior ainda... vale lembrar tb que hoje ainda tem o custo da Mobo Z370, mas relevemos). Desconsiderando TUDO que tem na internet e tomando somente os números do próprio review do CdH, o 2200G foi na média 25% + lento que o i3 + 1030.


Só que o kit i3 + 1030 custa 84% mais caro que o 2200G (em reais, em dólares seria 112%) . E entrega somente 25% mais desempenho. Mesmo que fatorasse os poucos custos de uma RAM melhor, ainda assim o 2200G é um excelente produto. Eu não entendo como isso pode ter sido decepcionante. Comparar um kit q custa quase o dobro (em reais, em dólares custa + q o dobro) e obviamente tem resultados um pouco melhores, e dizer que o mais barato é decepção? Seria porque a AMD prometeu que seria melhor que uma GT 1030? Onde tem isso, q eu não vi?

A comparação certa tem que ser banana com banana, laranja com laranja. O concorrente do 2200G é o i3 8100 sozinho, ambos custam o mesmo preço (em reais, em dólares o i3 é 20% + caro), ambos são 4 cores sem SMT, ambos são da mesma categoria. E o 2200G entregou, pelos próprios testes do CdH, desempenho 125% maior, na média. O grande trunfo está aí. O que antes era injogável com um i3 e a UHD 630, mesmo em 720p no low, agora com o 2200G passa a ser perfeitamente jogável nessa resolução, e em vários jogos populares como Overwatch e Dota, acima dos 60 fps, e ainda custando menos (em dólares). E vale lembrar também que já que estamos considerando usuário médio que não tem tanto dinheiro, é muitíssimo provável que o monitor desse usuário seja um simples, 720p de escritório, que eu vejo em todo canto, então é um casamento perfeito. 

 

Citação

Quanto aos testes, estamos preparando um comparativo de desempenho da iGPU deste processador com diferentes clocks de memória. Teste com overclock de iGPU, talvez venhamos a fazer se o pessoal pedir.

Maravilha! Por favor Rafa, faz os testes de OC na iGPU e faz também com 720p no low, médio ou até high. E se possível com um kit 2x4 2666 ou 2400, aí sim estaremos bem próximo da realidade que ele vai ser usado. Talvez com um único pente 4gb pra comparar. 4gb pode ser pouco pra alguns jogos, mas é também bem realista que alguém compre com 4gb e deixe pra comprar outros 4gb mais tarde.

  • Curtir 2
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Steeveantonichen Eles usarem 2666 mhz (e avisarem que usaram) não torna, de forma alguma, o teste falho. O Techspot não disse o mapa que rodou o CSGO, então parte da diferença pode estar aí.

 

Citação

Um pouco decepcionado com esse review. Não sei o que houve, mas o pessoal do techspot conseguiu bem mais frames em CSGO (único jogo que foi comum a ambos os reviews): 138 contra os 112 do CdH. E o Techspot jogou tudo no very high e aqui foi no médio, então esse resultado do CdH está bem estranho

Não citou a diferença na frequência das memórias no seu primeiro post, veio comparar os gráficos mesmo assim. Ou você não leu um dos dois testes, ou nenhum dos dois.

 

Citação

Pra mim dizer que isso é uma decepção é totalmente non-sense. Não vi a AMD anunciando ele como sendo melhor que uma placa de entrada, mas como uma opção mais barata e bem mais competente pra games do que outros videos integrados que custam a mesma coisa.

Concordo. Eu achei o R3 2200G sensacional para quem quer um kit barato pra jogar lol, csgo, overwatch e emuladores de Gamecube/Wii e PS2 em 1080p.

 

https://www.youtube.com/watch?v=kgUVcI-8468

*off: o cara do vídeo usou 2666 mhz :P

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O cofee lake nao é DDR4 2666? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 27/02/2018 às 11:34, Rafael Coelho disse:

Para tornar a comparação justa, utilizamos as memórias na mesma frequência em todos os testes com diferentes processadores. Escolhemos setá-las em 2.666 MHz pois não faz sentido, em uma plataforma que se propõe a ser de baixo custo, utilizarmos memórias caras.

Achamos difícil que alguém vá comprar um processador de US$99 para utilizá-lo com memórias topo de linha, na verdade é provável que a maioria dos usuários que adquirirem um computador com esse processador sequer vão ter dois módulos em dual channel, mas apenas um módulo de 4 GiB, já que as memórias estão com preço altíssimo.

 

Boa noite!

Rafael discordo do que você disse, porque diferente da INTEL a AMD não costuma mudar constantemente sua plataforma, ou seja, o soquete AM4 provavelmente ainda terá "vida longa", assim as pessoas podem querer montar um PC de transição. Compro uma placa bacana, com uma memória de desempenho melhor e um processador mais barato com o vídeo integrado para daqui a uns 6 meses comprar um processador melhor e uma placa de vídeo mais potente. Na plataforma AMD isso é perfeitamente possível.

Outra coisa, o teste é realizado utilizando memórias de frequência mais baixa para tornar o teste "mais justo", já que as memórias de de frequência maior são caras, isso não vale para as placas mãe?

Site NewEgg:

GIGABYTE Z370 AORUS Ultra Gaming - $139,99

GIGABYTE AORUS GA-Z270X - $376,41

GIGABYTE GA-AB350M-Gaming 3 - $79,99

Isso não torna a comparação desigual?

 

Será que na hora de determinar "que processador INTEL compete com qual processador AMD" levando em consideração apenas o valor do processador, não seria mais "JUSTO" comparar o preço das plataformas como um todo? Porque o processador pode até ter o preço próximo, mas as placas mãe para INTEL são normalmente bem mais caras do que para plataforma AMD (Placas que oferecem recursos similares).

Digo isso porque na conclusão dos testes você sempre dá sua recomendação sobre se vale à pena ou não a compra do processador testado, mas você não acha que o custo da plataforma influencia a decisão do seu leitor? Porque dependendo da plataforma o preço do processador pode nem ser tão relevante no custo total.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, kadu.lopes disse:

Boa noite!

Rafael discordo do que você disse, porque diferente da INTEL a AMD não costuma mudar constantemente sua plataforma, ou seja, o soquete AM4 provavelmente ainda terá "vida longa", assim as pessoas podem querer montar um PC de transição. Compro uma placa bacana, com uma memória de desempenho melhor e um processador mais barato com o vídeo integrado para daqui a uns 6 meses comprar um processador melhor e uma placa de vídeo mais potente. Na plataforma AMD isso é perfeitamente possível.

Outra coisa, o teste é realizado utilizando memórias de frequência mais baixa para tornar o teste "mais justo", já que as memórias de de frequência maior são caras, isso não vale para as placas mãe?

Site NewEgg:

GIGABYTE Z370 AORUS Ultra Gaming - $139,99

GIGABYTE AORUS GA-Z270X - $376,41

GIGABYTE GA-AB350M-Gaming 3 - $79,99

Isso não torna a comparação desigual?

 

Será que na hora de determinar "que processador INTEL compete com qual processador AMD" levando em consideração apenas o valor do processador, não seria mais "JUSTO" comparar o preço das plataformas como um todo? Porque o processador pode até ter o preço próximo, mas as placas mãe para INTEL são normalmente bem mais caras do que para plataforma AMD (Placas que oferecem recursos similares).

Digo isso porque na conclusão dos testes você sempre dá sua recomendação sobre se vale à pena ou não a compra do processador testado, mas você não acha que o custo da plataforma influencia a decisão do seu leitor? Porque dependendo da plataforma o preço do processador pode nem ser tão relevante no custo total.

Nós utilizamos estas placas-mãe porque eram as disponíveis aqui. Mas obviamente isso não quer dizer que a pessoa deva comprar uma placa-mãe mais cara ou mais barata, simplesmente porque a placa-mãe não influencia no desempenho.
E sua afirmação de que "placas mãe para Intel são bem mais caras", não corresponde à realidade. Basta uma rápida pesquisa para ver que as placas-mãe básicas para soquete 1151 e AM4 estão na mesma faixa de preço.

Em breve serão lançadas placas-mãe mais baratas para processadores Coffee Lake, e você poderá escolher uma placa-mãe barata para qualquer uma dessas plataformas.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
22 horas atrás, RobertoGB disse:

@Steeveantonichen Eles usarem 2666 mhz (e avisarem que usaram) não torna, de forma alguma, o teste falho. O Techspot não disse o mapa que rodou o CSGO, então parte da diferença pode estar aí

 

22 horas atrás, RobertoGB disse:

Não citou a diferença na frequência das memórias no seu primeiro post, veio comparar os gráficos mesmo assim. Ou você não leu um dos dois testes, ou nenhum dos dois.

Amigo, acho q você tá lendo até coisa que não existe :P. Em nenhum momento eu falei que o teste foi falho. Eu apontei que a diferença entre os FPS estava estranha, dadas as condições de ambos os testes que já expliquei acima, não vou ficar repetindo de novo. Eu vi antes que as frequências eram diferentes mas apontei mesmo assim porque elas sozinhas não são suficientes pra justificar a discrepância.

 

22 horas atrás, RobertoGB disse:

Concordo. Eu achei o R3 2200G sensacional para quem quer um kit barato pra jogar lol, csgo, overwatch e emuladores de Gamecube/Wii e PS2 em 1080p.

 

https://www.youtube.com/watch?v=kgUVcI-8468

*off: o cara do vídeo usou 2666 mhz :P

Olha só, eu nem tinha visto a parte de emulação nele ainda, ficou show de bola. É por isso que eu não engoli a conclusão desse review, colocando a iGPU como decepcionante. Eu acho extremamente relevante os reviews do @Rafael Coelho justamente porque o CdH tem uma métrica extremamente rígida, os testes são muito bem padronizados. Mas a impressão que fiquei foi que a rigidez no teste desse processador específico foi algo ruim porque ele é um produto disruptivo que está abrindo uma nova categoria e ele tem muitos outros aspectos q não foram abordados, entre eles: resolução 720p, que é super comum hoje em dia nos monitores de entrada, não foi abordado nenhum jogo e-sport além do CSGO, que são muito populares (LoL, Overwatch, dota, etc), emulação, e tal. Eu acho que valeria à pena o CdH atualizar a lista de jogos testados para algo mais abrangente, e não somente títulos pesados.


Ficou a impressão que olhou-se somente pros gráficos de FPS (tudo no 1080p médio em jogos pesados), e bateu o martelo comparando a um kit q custa bem mais caro, o q n faz muito sentido.

 

Como o nosso amigo @Evandro muito bem pontuou, eu acompanho o CdH desde 2001 e sei muito bem que é difícil produzir um teste super detalhado como os sites de fora fazem, sem ter uma equipe pra isso e não sendo a ocupação principal, sem a AMD mandar as coisas, etc, e acho correto a abordagem num artigo simples para iniciante/intermediário. Mas é justamente esse público que compra pc de escritório com monitor 720p que mais se beneficiam com o lançamento do 2200G, e o review o classifica como decepcionante, algo q n li em nenhum outro review por aí afora.

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Steeveantonichen disse:

Olha só, eu nem tinha visto a parte de emulação nele ainda, ficou show de bola. É por isso que eu não engoli a conclusão desse review, colocando a iGPU como decepcionante. Eu acho extremamente relevante os reviews do @Rafael Coelho justamente porque o CdH tem uma métrica extremamente rígida, os testes são muito bem padronizados. Mas a impressão que fiquei foi que a rigidez no teste desse processador específico foi algo ruim porque ele é um produto disruptivo que está abrindo uma nova categoria e ele tem muitos outros aspectos q não foram abordados, entre eles: resolução 720p, que é super comum hoje em dia nos monitores de entrada, não foi abordado nenhum jogo e-sport além do CSGO, que são muito populares (LoL, Overwatch, dota, etc), emulação, e tal. Eu acho que valeria à pena o CdH atualizar a lista de jogos testados para algo mais abrangente, e não somente títulos pesados.

Você tem razão neste ponto, para esta categoria de processador com iGPU teria sido importante fazer testes com e-sports, como Overwatch, LoL, DOTA, etc. Mas infelizmente teríamos que mudar bastante a metodologia para incluir estes jogos. Desta forma, a conclusão que chegamos é que, se o processador roda ATÉ MESMO jogos pesados em 1080p em muitos casos, obviamente vai servir perfeitamente para jogar e-sports e/ou jogos em 720p. Exatamente por isso que ele ganhou o selo de "produto recomendado".

Quanto ao fato de termos ficado um pouco decepcionados com o desempenho, isto é uma questão de opinião pessoal baseado em nossas expectativas. Assim funciona um review, apresentamos os dados, os fatos, mas também nossa opinião pessoal sobre o produto.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho Eu não posso falar por todos, mas creio que a maioria vai querer um teste de OC no iGPU desse 2200g. Seria ótimo se você judiasse um pouco do chip :P

 

2 horas atrás, Steeveantonichen disse:

o review o classifica como decepcionante, algo q n li em nenhum outro review por aí afora.

O review não classificou como decepcionante, ele ganhou até o selo de produto recomendado. O valor do produto foi reconhecido no teste, a Intel não tem como oferecer uma experiência semelhante por esse preço. O "decepcionante" foi apenas na opinião do Rafael.

 

edit: Fui olhar aquele canal de novo e o cara conseguiu rodar o Mario Kart 8 e Bayoneta do Wii U relativamente bem, já o Zelda Breath of the Wild não deu.

https://www.youtube.com/watch?v=tyWoY6dyAW0

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Rafael Coelho disse:

Nós utilizamos estas placas-mãe porque eram as disponíveis aqui. Mas obviamente isso não quer dizer que a pessoa deva comprar uma placa-mãe mais cara ou mais barata, simplesmente porque a placa-mãe não influencia no desempenho.
E sua afirmação de que "placas mãe para Intel são bem mais caras", não corresponde à realidade. Basta uma rápida pesquisa para ver que as placas-mãe básicas para soquete 1151 e AM4 estão na mesma faixa de preço.

Em breve serão lançadas placas-mãe mais baratas para processadores Coffee Lake, e você poderá escolher uma placa-mãe barata para qualquer uma dessas plataformas.

Rafael, minha afirmação pegando a citação completa foi "as placas mãe para INTEL são normalmente bem mais caras do que para plataforma AMD (Placas que oferecem recursos similares)".

 

Pra inicio de conversa NENHUMA placa-mãe barata para plataforma INTEL, seja soquete 775, 1155, 1150, 1151 oferece RAID, recurso presente em praticamente todas as placas-mãe para AMD que pode te possibilitar um ganho de desempenho considerável.

Minha afirmação foi no sentido de que para AMD as placas mais acessíveis te oferecem mais recursos, do que as disponíveis para INTEL. Basta fazer uma pesquisa rápida que você vai constatar isso, é uma prática da INTEL. Qualquer recurso novo lançado, vide o que ocorreu com USB 3.0, SATA 600, Rede Gigabit... As placas mãe de entrada só vão contar com esses recursos depois que popularizam, muito tempo depois.

 

E sobre você dizer que "a placa-mãe não influencia no desempenho", não concordo também, ela pode influenciar no desempenho sim, uma placa-mãe que conte com componentes de melhor qualidade e tenha circuitos de regulagem de tensão bem construídos, ajuda estabilidade de operação do processador, além de inclusive gerar menos calor, contribuindo na dissipação termica. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho Parabéns pelo teste, só um adendo que na pagina de Como Testamos a GT 1030 está identificada como GTX1030, um outro ponto que acho interessante não seria incluir o A8 9600 nos testes também? Já que ele é uma opção para o AM4 mais barata só para o pessoal ter uma base e ver se vale a pena o investimento a mais .

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
28 minutos atrás, LeVader disse:

@Rafael Coelho Parabéns pelo teste, só um adendo que na pagina de Como Testamos a GT 1030 está identificada como GTX1030, um outro ponto que acho interessante não seria incluir o A8 9600 nos testes também? Já que ele é uma opção para o AM4 mais barata só para o pessoal ter uma base e ver se vale a pena o investimento a mais .

Seria bacana ter incluído o A8 9600, mas infelizmente não temos mais este processador disponível.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse tópico tá pegando fogo!

 

Quanto ao overclock, creio que isso não deva ser exigido no teste, visto que a capacidade de overclock depende da fabricação do chip, qualidade do wafer e até mesmo da sorte.

Já tive APU, OC na iGPU ajuda sim, mas não a ponto de passar de uma vga dedicada, pode ser que nesse caso isso não se aplique, mas fazer OC num processador desses é muita loucura na minha opinião, eu já queimei processador, que não passou do limite de temperatura, mas queimou, então sendo assim, não vale o risco, a não ser em pequenas medidas, eu sempre pesquiso quais frequências já conseguiram para eu não fritar novamente um processador.

Eu concordo com a metodologia aqui usada, um usuário normal, usaria ele em stock mesmo, visto que se a pessoa pegou um processador APU, justamente para não gastar com VGA, então ela provavelmente economizou na placa-mãe, que muito provavelmente não tenha opções de overclock, ou não num nível aceitável.

 

Um exemplo disso são as placas AM3+, veja quantas não utilizam os chipsets da série 900 que são as recomendadas para os FXs. Eu vou ter que ir para um FX, em pleno 2018, mas os meios irão justificar a compra de um Ryzen depois. Heheheh ficou filosófico... Vou usar uma placa com o chipset 970, e essa sim é boa para fazer OC nesses  FXs, visto ser uma plataforma morta, bem morta, vale a pena fazer OC, mas não nesse caso do teste aqui mostrado.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, LeVader disse:

na pagina de Como Testamos a GT 1030 está identificada como GTX1030

 

Obrigado, corrigido! Continuem avisando sobre esses errinhos bobos de digitação sempre que encontrarem! :)

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 horas atrás, Rafael Coelho disse:

Você tem razão neste ponto, para esta categoria de processador com iGPU teria sido importante fazer testes com e-sports, como Overwatch, LoL, DOTA, etc. Mas infelizmente teríamos que mudar bastante a metodologia para incluir estes jogos. Desta forma, a conclusão que chegamos é que, se o processador roda ATÉ MESMO jogos pesados em 1080p em muitos casos, obviamente vai servir perfeitamente para jogar e-sports e/ou jogos em 720p. Exatamente por isso que ele ganhou o selo de "produto recomendado".

Quanto ao fato de termos ficado um pouco decepcionados com o desempenho, isto é uma questão de opinião pessoal baseado em nossas expectativas. Assim funciona um review, apresentamos os dados, os fatos, mas também nossa opinião pessoal sobre o produto.

Mas talvez n seria uma boa hora para fazer essa alteração nos jogos usados nos testes? Porque sempre haverá alguma resistência para mudar a metodologia, não é algo fácil, mas tem que ser feito algum dia, talvez essa seja uma boa oportunidade. Porque eu, você, nós que temos formação técnica inferimos facilmente que se em 1080p ele roda muita coisa, em 720p ele voa. Mas acho que o publico alvo (iniciantes/intermediários) provavelmente não vai pensar nisso, seria bem mais simples ter os mesmos gráficos de testes de FPS mas pra 720p.

22 horas atrás, RobertoGB disse:

O review não classificou como decepcionante, ele ganhou até o selo de produto recomendado. O valor do produto foi reconhecido no teste, a Intel não tem como oferecer uma experiência semelhante por esse preço. O "decepcionante" foi apenas na opinião do Rafael.

Pois é! Mas tive a impressão ao ler a conclusão (pela opinião do Rafael que a iGPU foi decepcionante) que o selo foi somente pela parte CPU e não pela iGPU.

 

@Gabriel Torres @Rafael Coelho Uma coisa que não vi na parte do "como testamos" foi sobre a quantidade de RAM que foi alocada pra iGPU na BIOS durante os testes. Ou se foi dito, passei batido. Mas imagino que foi o máximo, 2gb, correto?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho algumas críticas ao review, mas o @Atretador e o @Steeveantonichen já disseram acima a mesma coisa que eu iria dizer, então não é necessário ficar repetindo, mas só uma coisa que eu talvez não tenha entendido direito, ainda sobre isso aqui:

Citação

Ou seja, o Ryzen 3 2200G mostrou-se um ótimo processador quando utilizamos uma placa de vídeo independente, mas decepcionou exatamente naquilo que prometia: oferecer um vídeo integrado com desempenho superior ao de uma placa de vídeo de entrada.

 

Quando/onde a AMD "prometeu" que a Vega 8 integrada seria melhor que uma placa dedicada? A única comparação que ela fez contra placas dedicadas foi com a Vega 11 do R5 2400G contra a GT1030, e no caso ela está correta, já que os reviews lá fora mostraram que o desempenho das duas é semelhante
2400Gcomparo.jpg

 

No caso do 2200G, a comparação feita pela AMD foi contra os gráficos integrados da Intel:
a04.png

 

E por isso eu discordo de chamar o IGP de decepcionante, sendo que o problema é que o Rafael Coelho criou uma expectativa exagerada sobre o desempenho da Vega 8. O que a AMD realmente prometeu foi um IGP muito superior à Intel, e nisso ela cumpriu.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Steeveantonichen disse:

Mas talvez n seria uma boa hora para fazer essa alteração nos jogos usados nos testes? Porque sempre haverá alguma resistência para mudar a metodologia, não é algo fácil, mas tem que ser feito algum dia, talvez essa seja uma boa oportunidade. Porque eu, você, nós que temos formação técnica inferimos facilmente que se em 1080p ele roda muita coisa, em 720p ele voa. Mas acho que o publico alvo (iniciantes/intermediários) provavelmente não vai pensar nisso, seria bem mais simples ter os mesmos gráficos de testes de FPS mas pra 720p.

Pois é! Mas tive a impressão ao ler a conclusão (pela opinião do Rafael que a iGPU foi decepcionante) que o selo foi somente pela parte CPU e não pela iGPU.

 

@Gabriel Torres @Rafael Coelho Uma coisa que não vi na parte do "como testamos" foi sobre a quantidade de RAM que foi alocada pra iGPU na BIOS durante os testes. Ou se foi dito, passei batido. Mas imagino que foi o máximo, 2gb, correto?

Quanto à metodologia, não faz sentido mudar por um processador, já que são raros os casos em que fazemos testes aprofundados de GPU integrada. 

A quantidade de RAM alocada para o vídeo foi 2 GiB.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Rafael, muito obrigado pelo teste proposto. Meu foco agora ao comprar o Ryzen 2400G foi pegar um kit de memórias com bom preço ¨Memória Corsair Vengeance Lpx 8gb (2x4gb) 3000mhz Ddr4¨, peguei uma ¨Placa-mãe Gigabyte Amd Am4 Atx Ga-ax370-gaming Crossfirex¨, também um ¨Hd Ssd M.2 M2 Sata Crucial Mx300 275gb 2280¨, tudo com preços aceitáveis, e como recebi água fria de que o Ryzen 2400G não faria Cross-fire hybrido, pois eu iria pegar uma RX 460 4GB, mas face á dúvida desta restrição fui pegar apenas para teste um GTX 1050 TI 4GB.

Francamente, por pura preocupação de não haver o cross hybrido  eu peguei a GTX 1050 TI, com preço próximo. Mas como fiquei fora do páreo em poder testar, ainda insisto, se confirmarem capacidade de função hybrica cross não esqueçam de informar ok. Muito obrigado por seu trabalho oportuno, e creio que teremos muito espaço para esgotar estes testes ainda interessantes nesta nova linha. Já andei investigando e ele se saiu muito bem com VGA esterna, não decepcionando se comparado ao Ryzen 1500x. Apenas em teste multi-cores  os 8 threads fizeram diferença sobre os sem HT. Temia também por ter menos memória cash, mas também ainda não vi gargalo nos testes pela net. O preço dos Ryzen vega estão muito atraentes mesmo. Rafael, vale mesmo dar mais imputs em novas propostas de testes, eu agradeceria se fossemos com perfil de memória 2x4 3000mHz. Grande abraço.

Ps. acompanho este site desde os Pentium da vida em 1999. Grato

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho, parabéns pelo artigo!

Uma das coisas que gosto muito do CdH é que eu posso ter certeza de que os testes efetuados são criteriosos, bem executados e consequentemente apresentam resultados fidedignos.

A questão do clock da memória é um dilema, porém para comparar dois processadores lado a lado é necessário manter o mesmo clock, como foi feito nos testes.

Enfim, eu acredito que o clock mais elevado deste processador para memória pode ser visto tanto como um ponto positivo como negativo. Positivo porque oferece uma velocidade maior, negativo porque encarece o custo do conjunto (processador + memória).

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que vou entrar no mundo de pcs para jogos com esse processador, me parece ter um ótimo custo benefício com esse vídeo integrado que roda jogos leves pra medianos. Ótimo artigo.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!