Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Adailtonlorran

Inversor de frequências alimentado por 48 vcc com banco de baterias 280AH

Recommended Posts

Boa tarde pessoal.

 

quero um inversor de frequências para motor de 10cv, Alimentação do inversor é um banco de baterias 48v  280AH

 

Esse inversor tem que variar a velocidade do motor de 0 a 60hz,

 

Alguém pode me ajudar

adicionado 0 minutos depois
agora, Adailtonlorran disse:

Boa tarde pessoal.

 

quero um inversor de frequências para motor de 10cv, Alimentação do inversor é um banco de baterias 48v  280AH

 

Esse inversor tem que variar a velocidade do motor de 0 a 60hz,

 

Alguém pode me ajudar

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Adailtonlorran disse:

Boa tarde pessoal.

 

quero um inversor de frequências para motor de 10cv, Alimentação do inversor é um banco de baterias 48v  280AH

 

Esse inversor tem que variar a velocidade do motor de 0 a 60hz,

 

Alguém pode me ajudar

adicionado 0 minutos depois

 

 

Teria que ser movido para a área de eletrônica. 

E mesmo assim acho muito difícil. 

 

Para ter sucesso, você já teria que saber alguma coisa e teria que estar tirando apenas dúvidas.

Mas você quer tudo do zero.

Na fase que você está,você tem que estudar longos anos. Talvez uns 5 anos estudando.

 

Mesmo para mim que já sei alguma coisa, este projeto ainda é difícil.

Se eu usar os circuitos que tenho utilizado e usar minha experiência, eu até conseguiria o inversor para o motor de 10 CV alimentado em 48V DC....

Mas variar de Zero a 60Hz já seriam outros quinhentos.

Isso que eu teria que estudar.

 

Os inversores de freqüência não varia só freqüência. Eles tem uma proporção da variação de tensão também. Quando abaixam a freqüência, também abaixam proporcionalmente a tensão de saída. Senão o motor queimaria. 

 

Até mesmo a frequência do PWM varia em relação a freqüência que chega ao motor. O circuito mantem a freqüência do PWM num múltiplo que evita ressonância nas bobinas do motor.   

 

Ouça a freqüência do PWM mudando de escala enquanto o trem acelera:

https://www.youtube.com/watch?v=ALcwmPPGD4I 

 

 

 

 

 

 

 

adicionado 14 minutos depois

Para começar este barulho que você ouve no trem é a freqüência do PWM dos IGBTs.

Os IGBTs muito potentes trabalham com freqüências tão baixas que chegam a ser audíveis. 

 

A freqüência do PWM tem que trabalhar num certo múltiplo da freqüência de saída que chega no motor, para não causar harmônicos que provocam ressonâncias.

No motor você tem uma freqüência que vai aumentando para poder acelerar o trem.

Para manter o múltiplo correto, a freqüência do PWM tem que aumentar junto com a freqüência de  saída. 

Só que estes IGBTs de altíssima potência tem um limite de freqüência de PWM que eles podem trabalhar. Quando chega no limite o circuito de controle desce a freqüência para um valor mais baixo cujo o multipolo corresponde com a freqüência que chega no motor.

Por isso que vai dando estes assovios.   

 

 

 

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×