Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Flavia Dutra

Boletim 1.687 – 23/03/2018

Recommended Posts

Boletim 1.687 – 23/03/2018
Boletim 1.687 – 23/03/2018
Editado por Flavia Dutra
Enviado para
Proibido Copiar ou Republicar


Índice

 

1. Artigos da Semana

2. MP investiga uso ilegal de dados dos consumidores brasileiros para perfis psicográficos    

3. Vendas de PCs aumentaram 15% no Brasil em 2017

4. IBM informa que o supercomputador Watson agora é capaz de construir assistentes virtuais

5. Philips Lighting produz lâmpadas com a tecnologia Li-Fi, que transmitem internet através da luz

6. Pesquisa revela que 56% dos brasileiros entram em pânico quando perdem seus smartphones

 

1. Artigos da Semana

 

Influência da velocidade da memória no vídeo integrado do Ryzen 5 2400G

Placa-mãe Gigabyte AB350N-Gaming WIFI

 

2. MP investiga uso ilegal de dados dos consumidores brasileiros para perfis psicográficos  

 

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) instaurou inquérito civil público para apurar se a companhia inglesa Cambridge Analytica usou ilegalmente dados de consumidores brasileiros para a construção de perfis psicográficos, usados para prever comportamento político, orientação sexual, crenças políticas, entre outros.

 

A instituição investigará se a Cambridge Analytica, envolvida no vazamento de informações de mais de 50 milhões de usuários do Facebook para propaganda política nos Estados Unidos, vem adotando a mesma tática no Brasil.

 

O coordenador da Comissão de Proteção dos Dados Pessoais do MPDFT, Frederico Meinberg Ceroy, revelou que o modelo de captação de dados parece ser um negócio mundial, embora não existam indícios de atuação irregular da empresa no país. Caso seja constatado o uso ilegal de dados, Ceroy proporá um termo de ajustamento de conduta ou até mesmo uma ação de dano moral coletivo. O coordenador comentou ainda que essa investigação é muito importante por causa de notícias falsas, principalmente pela proximidade do período eleitoral.    

 

O Ministério Público afirma que a Cambridge Analytica, atuante no Brasil desde 2017 em parceria com a empresa de consultoria CA-Ponte, de São Paulo, já declarou que seu foco de atuação é a alteração do comportamento das pessoas por meio do uso dos dados.

 

Em 2014, a Cambridge Analytica comprou dados de usuários de um aplicativo de testes de personalidade do Facebook para direcionar materiais a favor do atual presidente norte-americano Donald Trump.  

 

3. Vendas de PCs aumentaram 15% no Brasil em 2017

 

De acordo com dados do relatório IDC Brazil PCs Tracker Q4/2017, as vendas de computadores no Brasil aumentaram 15% em 2017, alcançando as 5,19 milhões de unidades.

 

No último trimestre de 2017, o comércio de PCs obteve crescimento de 21% em relação ao mesmo período de 2016. Na ocasião, os notebooks ocupavam 66% do mercado, enquanto os computadores de mesa, 34% do setor.

 

Em 2017, a receita com computadores no Brasil foi de R$ 11,73 bilhões e de R$ 3,33 bilhões no quarto trimestre daquele ano.

 

Além disso, no ano passado o número de notebooks vendidos aumentou 26% em comparação a 2016 e a quantidade de computadores mesa registraram crescimento de 13%.

 

Pedro Hagge, analista de pesquisa da IDC Brasil, comentou que foi o primeiro ano de crescimento nas vendas de computadores no país desde 2011, devido a liberação do FGTS e a Black Friday.

 

Diante disso, a IDC estima que o mercado cresça mais 2% até o final do ano e sejam comercializados 5,3 milhões de computadores.

 

4. IBM informa que o supercomputador Watson agora é capaz de construir assistentes virtuais  

A IBM divulgou que o seu supercomputador Watson possui a nova tecnologia Watson Assistant, que auxilia empresas na criação dos seus próprios assistentes virtuais.

 

Segundo a IBM, o Watson Assistant cria plataformas de acordo com as necessidades do setor do mercado em que atuam.

 

Com isso, a IBM fornece as ferramentas para que suas empresas parceiras construam os assistentes, como a Harman, a empresa de smart home Chameleon Technologies e a Ppeper.  

 

A IBM revelou ainda estar ciente de que enfrentará obstáculos para integrar o Watson Assistant a produtos de terceiros devido a inconsistência de outros assistentes virtuais, como o Alexa e o Google Assistant, mas sem informar como pretende superar os rivais no mercado.

 

5. Philips Lighting produz lâmpadas com a tecnologia Li-Fi, que transmitem internet através da luz

 

A Philips Lighting apresentou dois modelos de lâmpadas LED com a tecnologia Li-Fi, que transmitem internet por meio da luz: a PowerBalance gen2 e LuxSpace.

 

Para funcionar, as lâmpadas precisam estar acesas e conectadas a um dispositivo externo (dongle) Li-Fi, que detecta a luz da luminária e retorna os dados para a lâmpada por meio de um link infravermelho.

 

Conforme a empresa, as lâmpadas são equipadas com um modem que modula a luz de LED com intensidade e frequências muito altas e imperceptíveis ao olhar humano, usam frequências de rádio e ondas de luz para propagar o sinal da conexão com a banda larga e permitem a transferência de dados entre os dispositivos, com velocidade de até 30 MiB/s sem comprometer a iluminação, porém não conseguem ultrapassar paredes e outros obstáculos.  

 

Atualmente, a tecnologia está em testes nos escritórios de uma companhia francesa de investimento imobiliário.

 

A tecnologia é indicada para equipamentos que não podem ser interferidos por radiofrequências e em locais onde a rede sem fio é fraca.

 

No futuro, a Philips estima que a tecnologia seja incorporada aos dispositivos sem o uso de um dongle externo.

 

A empresa comentou ainda a mudança do seu nome para Signify, apesar de continuar usando a marca Philips, sob licenciamento da RoyalPhilips.

 

6. Pesquisa revela que 56% dos brasileiros entram em pânico quando perdem seus smartphones

 

A Motorola realizou a pesquisa “Phone Life Balance” sobre a relação entre os consumidores e seus smartphones, no Brasil, nos Estados Unidos, na Índia e na França, mostrando que 68% dos brasileiros estão constantemente usando seus aparelhos.

 

A pesquisa revelou ainda que 56% dos brasileiros ficam em pânico quando pensam que perderam seus smartphones, principalmente os da geração Z, nascidos entre 1998 e 2002.

 

Nos países estudados, 61% das pessoas aproveitam a vida sem o telefone, enquanto no Brasil esse número é de 48%.

 

Diante do resultado do estudo, a Motorola propõe um teste online para comprovar o nível de dependência do usuário; o app Space, para sugerir o uso consciente do aparelho em um programa de 60 dias; e a plataforma #HelloCidades, que promove a interação com o ambiente, como formas de auxiliar pessoas a encontrarem equilíbrio no relacionamento com o celular.

 

A pesquisa foi realizada em novembro e dezembro de 2017.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×