Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Flavia Dutra

Boletim 1.688 – 27/03/2018

Recommended Posts

Boletim 1.688 – 27/03/2018
Boletim 1.688 – 27/03/2018
Editado por Flavia Dutra
Enviado para
Proibido Copiar ou Republicar


Índice

 

1. Facebook enfrenta quatro processos judiciais após o escândalo da Cambridge Analytica

2. Relatório aponta que o Brasil é o quarto país consumidor de pirataria no mundo  

3. Chip brasileiro Sampa é aprovado para projeto do maior acelerador do mundo LHC

4. Samsung registra patente de tecnologia de carregamento sem fio através de radiofrequência

5. NVIDIA estaria vendendo a placa GeForce MX150 com menor desempenho sem avisar os consumidores

 

1. Facebook enfrenta quatro processos judiciais após o escândalo da Cambridge Analytica

 

O Facebook está enfrentando quatro processos judiciais nos Estados Unidos depois da revelação do esquema da Cambridge Analytica, que tinha acesso a dados privados de aproximadamente 50 milhões de usuários da rede social para direcionar propaganda política a favor de Donald Trump.

 

Duas das ações são movidas pelos acionistas do Facebook Fan Yuan e Robert Casey, que pretendem reaver o dinheiro perdido após a queda no valor de mercado da empresa de mais de US$ 60 milhões.

 

A usuária da rede social Lauren Price, de Maryland, é autora de um dos processos. Ela afirma que o Facebook teve total desrespeito por seus dados pessoais e que durante a eleição presidencial de 2016 frequentemente via anúncios políticos em seu feed de notícias.

 

O advogado Jeremiah Halisey, autor do quarto processo em nome dos acionistas do Facebook, alega que os executivos e o conselho de diretores da rede social não conseguiram impedir a violação de dados ou mesmo informar aos usuários sobre o vazamento de informações. Com isso, Hallisey solicita uma ordem judicial para que o Facebook melhore seus processos internos e indenização para os acionistas da empresa.  

 

Após o escândalo da Cambridge Analytica, Mark Zuckerberg comentou: "Nós temos a responsabilidade de proteger seus dados e se não conseguirmos fazer isso, não merecemos servi-lo. Eu tenho trabalhado para entender exatamente o que aconteceu e como garantir que isso não aconteça novamente. A boa notícia é que as atitudes mais importantes para evitar que isso aconteça novamente hoje já foram feitas anos atrás. Mas também cometemos erros, temos mais a fazer".

 

Até o momento, o Facebook não comentou sobre os processos judiciais. 

 

2. Relatório aponta que o Brasil é o quarto país consumidor de pirataria no mundo

 

Relatório da consultoria britânica MUSO mostra que o Brasil ocupa a quarta posição no ranking entre os países que mais consomem conteúdo ilegal no mundo, incluindo o televisivo, o cinematográfico, o musical e o editorial, com 12,7 bilhões de visitas a sites piratas.

 

Os EUA são o país mais adepto da pirataria, com 27,9 bilhões de acessos, seguido pela Rússia, com 20,6 bilhões, e Índia, com 17 bilhões. Após o Brasil estão a Turquia, com 11,9 bilhões de visitas a sites ilegais; o Japão, com 10,6 bilhões; a França, com 10,5 bilhões; a Indonésia, com 10,4 bilhões; a Alemanha, com 10,2 bilhões; e o Reino Unido, com 9 bilhões.  

 

Segundo a consultoria, em comparação a 2016, houve crescimento de 1,6% do total de visitas a sites piratas em todo o mundo. Além disso, foram registrados 2,3% menos acessos a sites ilegais de filmes em 2017, um aumento de 3,4% no total de visitas a programas de TV piratas e crescimento de 14,7% no consumo de pirataria de música.

 

A pesquisa revelou ainda que a pirataria é consumida em sua maioria por meio de smartphones.

 

O estudo foi realizado durante 2017 e avaliou a quantidade de visitas dos usuários a sites ilegais em todo o mundo.

 

3. Chip brasileiro Sampa é aprovado para projeto do maior acelerador do mundo LHC

 

Um comitê internacional composto por especialistas em microeletrônica aprovou a produção final do chip Sampa, desenvolvido por pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo) especialmente para o experimento ALICE (A Large Ion Collider Experiment), que faz parte do LHC (Large Hadron Collider), maior acelerador de partículas do mundo.  

 

A aprovação do protótipo do chip Sampa, que possui 32 canais de leitura de dados e uma área aproximada de 0,82 cm², aconteceu após a apresentação dos resultados de testes no Brasil, na Suécia, na França, na Rússia, na Noruega e nos Estados Unidos. Após esses testes, o Sampa tornou-se apto para as necessidades dos detectores de partículas do ALICE, chamados TPC (Time Projection Chamber) e MCH (Muon Chamber).  

 

A TSMC, de Taiwan, fabricará 88 mil unidades do chip Sampa, a maior parte destinada ao ALICE. 

 

O ALICE é um projeto de cinco anos do qual participam pesquisadores da USP vinculados ao Instituto de Física (IF) e à Escola Politécnica (Poli), com a participação de cientistas da Unicamp e financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

 

O LHC tem 27 km de circunferência e será desligado em 2019 para atualizações nos quatro experimentos para voltar a funcionar em 2021.

 

4. Samsung registra patente de tecnologia de carregamento sem fio através de radiofrequência

 

A Samsung registrou no USPTO (United States Patent and Trademark Office) a patente de um carregador sem fio, sem a necessidade de colocar o smartphone em uma base ligada na eletricidade.

 

Conforme o documento da patente, a recarga acontece através de refletores que convertem eletricidade em radiofrequência.

 

A empresa não revelou mais detalhes acerca da tecnologia nem informou quando pretende implementá-la.

 

A companhia Energeous já criou a tecnologia WattUp, que usa frequência de rádio para carregar dispositivos a uma distância de até um metro.

 

5. NVIDIA estaria vendendo a placa GeForce MX150 com menor desempenho sem avisar os consumidores 

 

A imprensa norte-americana revelou que a NVIDIA está comercializando uma versão da placa de vídeo GeForce MX150 com desempenho 36% menor do que o modelo lançado em 2017 sem alertar os consumidores.

 

De acordo com informações, existem as variantes 1D10 e 1D12 da placa de vídeo. A 1D10, lançada no ano passado, tem clock base de 1469 MHz, clock boost de 1532 MHz e frequência de memória de 1502 MHz. Já a versão 1D12 possui 937 MHz de clock base, 1038 MHz de clock boost e 1253 MHz de frequência de memória.

 

A NVIDIA não comentou sobre o assunto. No site da empresa, são apresentadas apenas as especificações básicas da placa de vídeo MX150.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×