Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Gabriel T.I

C Alguém pode me ajudar com esses 2 exercícios !! Muito grato !!

Recommended Posts

Segue os 2 exercícios.

 

Ex.01) Considerando a execução do algoritmo abaixo, responda ao que se pede nos itens a e b.

 

 ex2.jpg.cb43664e2d2129af39c025c87437ad1f.jpg

 

a) Apresente os dados dos vetores vetA e vetB ao término da execução da linha 12.

B) Apresente os dados dos vetores vetA e vetB ao término da execução da linha 19.

 

Exe.02)

 

ex3.thumb.jpg.c2c53cc07737f4e6c00824a72765bc49.jpg

 

Muito grato a quem puder me ajudar, Valeu gente !!

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Gabriel T.I    no exercício 1 tem um erro de syntaxe na linha 7 ,   nesta linha está escrito i  , 2   mas teria que ser i  mod 2   e esse código parece ser para rodar no visualg  ,  já o exercício 2 parece ser do  portugol studio,   então você precisa usar tal programa para visualizar o resultado  e ter a resposta das questões  .  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Gabriel T.I Tem que ser mais específico, afinal me parece que deseja que alguém faça-o por você e assim não vai aprender. Se me equivoquei e não foi isso, basta seguir o que o @devair1010 instruiu no final, ou seja, procurar um programa e executar o código. Vou lhe dar o pontapé inicial no exercício 1, basta apenas repetir a logica para a linha 19.
 

#include <stdio.h>

int main(){
    int vetA[10],vetB[10], i;

    for(i=0;i<10;i++){
        vetB[i] = 0;
        if(i % 2 == 0)
            vetA[i] = i;
        else
            vetA[i] = 2 * i;
    }

    printf("Linha 12:\n[ A ]  [ B ]\n");
    for(i=0;i<10;i++)
            printf("%3d%7d\n", vetA[i], vetB[i]);
  
  	return 0;
}

Apenas um adendo, o programa não possui uma estrutura complexa e muito menos extensa, qualquer pesquisa no Google pode resolver a sua dúvida. Porém, se há problema em entender o código, seria interessante revisar o conteúdo que estudou em logica de programação.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Gabriel T.I @Gabriel T.I O fonte do programa está em VisualG ... Qual é a ideia ? Fazer o teste de mesa dele e validar o algoritmo ? Ou convertê-lo para C ? 

 

adicionado 18 minutos depois

Dica para analisar o algoritmo do exercício 1 (dica, quando tiver mais de um exercício, poste-os em tópicos separados, não tenha preguiça ok ? não paga por post).


Primeiro, o programa pra valer começa na linha 5. Antes dessa linha só tem declaração de variáveis, por acaso, algumas inteiras e dois vetores de 10 elementos inteiros cada um.

 

Logo de cara o programa tem um laço "para". Sempre que encontrar um laço "para", analise qual a faixa de valores que a variável de controle vai ter. Perguntas : Qual é a variável de controle nesse laço ? Qual a faixa de valores que essa variável terá dentro do laço ? Pense nisso, tenha isso em mente.


Agora analise o miolo desse primeiro "para". Quais variáveis estão do lado esquerdo das atribuições ? Em outras palavras, quais variáveis serão afetadas dentro do laço "para" ? Dica: são duas variávies, por acaso, vetores. Uma é afetada sempre do mesmo jeito, outra é afetada hora de jeito, hora de outro... o que faz com que ela mude ? E porque ? E qual o efeito ? Analise o miolo do laço para. Quais são elas ? Como são afetadas ? QUal é a regra de formação dos elementos de cada vetor afetado? Um vetor tem uma regra bem simples, o outro a regra é menos simples. Reflita sobre isso.

 

Depois do primeiro "para" vem outro laço "para" só que com um enquanto dentro. Faça a mesma análise, comece com o laço "para" de fora e depois analise o enquanto. Laços "para" são mas fáceis de analisar porque eles são sempre (ou pelo menos na maioria das vezes) com uma variável só de controle e com uma quantidade pré-definida (na maioria das vezes). Já o enquanto ... bom, "enquanto" é muito poderoso justamente por ser muito flexível .. .e muito causador de loops infinitos :) Fique ligado nos "enquantos". Nesse caso , o resultado da análise de como os vetores foram afetados no primeiro "para" vai ajudar a entender como o "enquanto" funciona.

 

Agora um comentário sobre o que @devair1010 escreveu. Está certíssimo. Converta o programa para alguma linguagem e rode o programa. Já que ele num tá em VisualG, nem em Portugol, então converte logo para C. Afinal, estamos num fórum sobre C, tente no http://repl.it e roda para ver o que o programa faz.  Isso sempre é válido, as vezes é necessário porém não é suficiente 100% dos casos. Ora, se você não sabe o que o programa deve fazer, como saber se o resultado que ele produzir é o correto ? Se considerar que vai ter que converter, pode ter algum erro de digitação durante a conversão, ou erro de programação mesmo. O programa vai dar um resultado e você não sabe se é o certo ou não.

Nesse exercício 1, converter, rodar e ver o resultado, vai adiantar nada ! A ideia do exercício é que você entenda COMO o programa fez o que fez e não O QUE o programa fez. Se você conseguir rodar o programa e ver o resultado, que por acaso é um resultado muito sem graça, você pode chegar a conclusão nenhuma.

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só com muito esforço alguém consegue relacionar essa questão com linguagens-C!

@Gabriel T.I 

Em 17/04/2018 às 11:29, Gabriel T.I disse:

Ex.01) Considerando a execução do algoritmo abaixo, responda ao que se pede nos itens a e b.

Penso que o Prof. quer sua imaginação (inteligencia) atuando no problema.

Ele diz dizendo: Com teu conhecimento de lógica e algorítimo , simule a execução disso e ... Será que sabes de lógica / algorítimo ?!!!:P

 

Esquece like-C :thumbsup:!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×