Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
fabiosouza

troca de ssd > perderei dados em raid 1

Recommended Posts

Boa tarde a todos.

Tenho uma dúvida referente a Substituição de um SSD.

 

Meu sistema operacional: Windows 10 Pro, está atualmente instalado em:

1 - SSD Kingston sV300 120GB.

 

Por mais que está tudo em ordem com o PC, acho que este é o momento de uma

formatação pois estou com este Windows aproximadamente 3 anos.

Com base nisso, minha intenção é retirar este SSD Kingston para instala-lo em um notebook.

O mesmo será substitui-lo por um outro SSD Intel já adquirido. Modelo abaixo:

1 - SSD Intel 545s Series 128GB

 

Os demais hardwares de dados instalados são:

1 - SSD Samsung 850 EVO 250GB - para instalação dos programas com que trabalho.

2 - HDs Seagate Barracuda 1TB idênticos em modo RAID 1 (mirroring) - para salvar todo material de trabalho

1 - HD Seagate Desktop 1TB para downloads e extras.

 

 

Duvida:

Ao retirar o SSD Kingston e substituir pelo SSD Intel terei que instalar o sistema novamente, até ai tudo ok.

Até onde sei os dados dos discos em Modo Básico são mantidos e podem ser aproveitados.

Já em os dados dos discos em Modo Dinâmico (RAID 1) não sei como se comportam.

Gostaria de saber se nesta instalação eu irei perder os dados dos HDs em modo RAID 1 (mirroring)?

Vocês poderiam me auxiliar com esta substituição?

 

Observações:
- Irei fazer o backup de tudo antes de iniciar qualquer processo.

- Placa-mãe, placa-vídeo, etc, serão mantidos.

 

Obrigado a todos!
Duvida.thumb.png.5274f0e787d4a6787c3324c72abe1fd3.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, fabiosouza disse:

Ao retirar o SSD Kingston e substituir pelo SSD Intel terei que instalar o sistema novamente, até ai tudo ok.

Até onde sei os dados dos discos em Modo Básico são mantidos e podem ser aproveitados.

Já em os dados dos discos em Modo Dinâmico (RAID 1) não sei como se comportam.

 

Se comportam da mesma forma. Discos dinâmicos possuem metadados que identificam os membros do arranjo. Em discos particionados em MBR, esses metadados estão armazenados no último mebibyte (que fica de fora do particionamento). Já em GPT existe uma partição específica para isso ("Microsoft LDM metadata"). Os dados em si ficam em outra partição ("Microsoft LDM data").

 

Ou seja, coloque o SSD novo e instale o Windows nele. Seu arranjo RAID1 é para ser detectado automaticamente. Provavelmente no instalador do sistema, naquela tela em que selecionamos onde será instalado, o volume do arranjo será exibido, mostrando que foi detectado.

 

Mesmo assim, se puder, faça backup do que for realmente crítico antes de começar. Sabe-se la...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×