Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
misterjohn

Esquema de ligação, erro do fabricante ou é assim mesmo?

Recommended Posts

Como fiz o curso de elétrica há muito tempo, nem se usava ou nem sei se existia interruptor doméstico bipolar, que dirá bipolar paralelo, preciso colocar e estou em dúvida quanto ao circuito, um amigo meu fez de um jeito e a Schneider, fabricante mundial de eletroeletrônico, fez de outro, como mostra na figura abaixo, estranhei as duas fases ligadas sairem da mesma, e o caso da ligação do borne do centro, à esquerda da imagem ligou no L1 e à direita ligou em L2, como o interruptor é identificado não há problema em fazer a ligação, mas esses pontos em destaque estão certos?

 

ladcLKW.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As fases estão erradas sim. O correto é um fio em L1 e outro em L2. 

Acredito que seja apenas um engano de quem desenhou. 

Sobre os bornes do interruptor, tanto faz eles vêm com dois furos para ligar uma segunda lâmpada ou interruptor no mesmo circuito. 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, Mestre88 disse:

As fases estão erradas sim. O correto é um fio em L1 e outro em L2. 

Acredito que seja apenas um engano de quem desenhou. 

Sobre os bornes do interruptor, tanto faz eles vêm com dois furos para ligar uma segunda lâmpada ou interruptor no mesmo circuito. 

Sobre os bornes do centro, pode ser o mesmo, nos interruptores bipolar da Shneider linha Miluz, que escolhi para comprar, existem dois contatos para cada condutor assim acaba aquele lance de enrolar dois fios e ficar grosso demais não encaixar, mas é lado a lado, nesse caso está acima e repare que um é L1 o outro é L2, fazer isso é apenas para confundir, embora eu tenha o curso, como disse, fazem décadas e está é uma área (residencial) que nunca trabalhei, apenas para mim mesmo, no meu caso era industrial, mas logo fiquei totalmente defasado porque a eletrônica e a instrumentação se fez presente em todo lado. Tirando esses detalhes o esquena da Schneider parece bater com o que o meu amigo fez:

 

Obs: Não repare o calendário, mas minhas folhas de rascunho, usadas de um lado, acabaram e fiquei com pena de usar uma nova.....kkkk

 

dm64Psy.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com 4 fios? Minha família tem isso numa propriedade de 55 anos e se usa apenas 2 fios entre os interruptores. Modernidade é usar o dobro?

Sem título.png

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

Com 4 fios? Minha família tem isso numa propriedade de 55 anos e se usa apenas 2 fios entre os interruptores. Modernidade é usar o dobro?

Isso são apenas normas da ABNT quando se tem uma ligação bifásica.

Segundo a norma se faz o uso dos interruptores simples quando se tem a ligação Fase/neutro.

O objetivo é na hora que a lâmpada estiver desligada não ter nenhuma corrente em relação a terra.

 

@misterjohn Apenas uma pergunta/sugestão de curioso, não seria melhor ligar as lâmpadas em 110V?

Assim dispensa esses interruptores, as lâmpadas Led por possuírem fonte eletrônica em sua maioria são bivolt.

No meu ponto de vista, sairia muito mais fácil e barato trocar a fase da instalação por um neutro e deixar os interruptores comuns.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

@Mestre88

adicionado 4 minutos depois

Em Santos as coisas são diferentes, só se tem os 220V.

 

 

No sistema trifásico, para tensões fase-neutro o chaveamento é somente na fase, enquanto para tensões fase-fase o chaveamento é em ambas as fases. Não importa o valor do módulo RMS dessas tensões elétricas.

 

 

 

Se em uma cidade não há tensão de 127 V disponível, isso significa que a tensão fase-neutro é 220 V e, portanto, a tensão fase-fase é 380 V. Nesse caso faz sentido chavear somente uma fase dos 220 V, já que o outro condutor é o neutro F5Rua4D.gif.

 

 

 

Porém, no caso do valor de 220 V especificado as notações F1/F2 e L1/L2 claramente referem-se a dois condutores do tipo fase, exigindo então chaveamento em ambos.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@rjjj Tem instalações mais antigas com secundário 220 V em delta. Os eletricistas chamam 220 seco:rezando::P

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
21 minutos atrás, Ricardov disse:

@rjjj Tem instalações mais antigas com secundário 220 V em delta. Os eletricistas chamam 220 seco:rezando::P

Disso eu não sabia, ou pelo menos nunca tinha ouvido falar. 

Aqui temos o delta 220V com um neutro derivedo do meio das fases R e S. 

3 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

@Mestre88

adicionado 4 minutos depois

Em Santos as coisas são diferentes, só se tem os 220V.

Eu sei disso, mas me confundi com essa história de fase-fase sem neutro. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sobre as instalações elétricas de Santos, vamos colocar as coisas pela História. A eletricidade como bem de consumo existe a menos de 100 anos. O porto de Santos tem mais de 100 anos. Visualizem a saída do transformador em Delta com uma das fases aterrada. Tem-se no ponto de consumo doméstico 220V entre as 2 fases disponibilizadas e 220V fase-terra. Santos é isso e a causa teria sido as conveniências do Porto (motor econômico da região) por ocasião da implantação do serviço elétrico no município. Não é fornecido o neutro nas instalações domésticas, somente as 2 fases.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Ricardov

 

 

Sim, sim. Na universidade que frequentei a rede de alguns blocos era justamente assim.

 

 

 

Para mim, porém, essas são exceções. O mesmo vale para redes rurais bifásicas com 180º de defasagem (bifásicas ideais) ou redes industriais com sistema polifásico próprio F5Rua4D.gif.

 

 

 

Contudo, mesmo que a saída do transformador do poste seja em triângulo, ou seja, somente três condutores fase, ainda assim é preciso aplicar interruptores bipolares. Caso contrário, não só algumas lâmpadas de descarga poderiam acender com interruptor desligado, mas também pessoas poderiam até morrer devido a correntes de fuga na manutenção de equipamentos.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@rjjj o povo da elétrica é criativo.

 

@Sérgio Lembo sim, inclusive as Docas tinham usina própria. Mas é interessante como ainda mantém essa forma de distribuição.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

Com 4 fios? Minha família tem isso numa propriedade de 55 anos e se usa apenas 2 fios entre os interruptores. Modernidade é usar o dobro?

Sem título.png

No meu caso, são dois pontos (uma luminária em cada) e vou instalar o paralelo para cortar a energia totalmente e evitar que fique ligeiramente acesso, ou então dar flashs.

adicionado 1 minuto depois
6 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

Sobre as instalações elétricas de Santos, vamos colocar as coisas pela História. A eletricidade como bem de consumo existe a menos de 100 anos. O porto de Santos tem mais de 100 anos. Visualizem a saída do transformador em Delta com uma das fases aterrada. Tem-se no ponto de consumo doméstico 220V entre as 2 fases disponibilizadas e 220V fase-terra. Santos é isso e a causa teria sido as conveniências do Porto (motor econômico da região) por ocasião da implantação do serviço elétrico no município. Não é fornecido o neutro nas instalações domésticas, somente as 2 fases.

Para prédios é instalada rede trifásica mas só temos duas fases em cada apto.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Instalei 4 luminárias de led com interruptor bipolar simples, acabou o problema de flash ou ficar no limiar entre apagado e ligado ou uma luz bem tênue, mas bem perceptível à noite, mas estou aguardando a chegada dos interruptores bipolar paralelo para completar o serviço já que tem duas luminárias no corredor sendo que essas estão ligadas com com interruptores paralelo simples e elas ficam ligeiramente acesas como disse acima.

Como iniciei com uma marca e modelo de produtos, quero continuar com os mesmos, principalmente pela forma como o espelho é fixado, não fica "capenga" como algumas marcas que basta roçar nele para cair.

adicionado 9 minutos depois

Moro em um prédio de aptos, e como já disse, ele recebe as 3 fases apenas (R, S e T) e depois distribuem apenas duas fases para cada apto dividindo entre elas para fazer o balanceamento, portanto eu não tenho como fazer nada em questão de alterar isso ou até solicitar a empresa fornecedora de energia alguma coisa de forma individual.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×