Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Neto Schneider

Funcionamento do armazenamento em disco?

Recommended Posts

Boa tarde, gostaria de saber como funciona um sistema de armazenamento de uma aplicação.

 

Estou com uma dúvida, meu professor editou os dados de um arquivo do word direto na memória ram, e quando ele fechou a aplicação os dados que foram alterados estavam salvos em disco, porque esses dados foram salvos em disco, já que foram alterados apenas na memória ram?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde,

 

não sou arquiteto, então minha resposta pode não ser precisa ou conter erros.

 

A principio, as informações vitais de um software, ao ser carregado, passam do HDD\SSD (disco de armazenagem lenta) para a RAM, e é na RAM que essas informações são alteradas, manipuladas e processadas conforme suas necessidades, ao executar algum comando que persista (botão salvar no caso do Word) irá persistir no HDD\SSD.

 

Ao fechar, se seu professor salvou o documento, as informações carregadas e alteradas na RAM são persistidas no HDD\SSD.

 

Caso ele tenha salvo essa informação sem a execução de um comando de persistência, eu desconheço o que aconteceu, rs.

Abs. 

Editado por Fn1X
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hmm, entendi, então quer dizer que há uma sincronização entre a memória e o HD em tempo real? Mas a pergunta seria, porque ao alterar as informações direto na memória ram (Sem ser pela interface da aplicação) alterou os dados e os salvou dentro do hd, sem que o botão "salvar" da aplicação fosse clicado? Tanto que o arquivo não acusa qualquer edição, até a data de modificação do mesmo é anterior a atual, mas ele foi modificado.

Editado por Neto Schneider

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, Neto Schneider disse:

Hmm, entendi, então quer dizer que há uma sincronização entre a memória e o HD em tempo real? Mas a pergunta seria, porque ao alterar as informações direto na memória ram (Sem ser pela interface da aplicação) alterou os dados e os salvou dentro do hd, sem que o botão "salvar" da aplicação fosse clicado? Tanto que o arquivo não acusa qualquer edição, até a data de modificação do mesmo é anterior a atual, mas ele foi modificado.

 

Não há uma sincronização em tempo real, e sim por demanda. Toda informação requisitada para uma ação ou serviço em execução é buscado no HDD e "upada" na RAM. quando há um ciclo ou ação de persistência é salvo novamente no HDD com as alterações.

 

1) Não alterou os registros

como a manipulação das informações foi diretamente a nível de "hardware" claramente não passou nas rotinas do sistema operacional que controlam esses registros, então até ai tudo bem. 

 

2) Não houve um botão de persistência

nesse caso chuto que algum "garbage collector" (improvável)  do kernel tenha feito o trabalho, de alguma forma que desconheço.

 

 

 

 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas editou na RAM como, com outro software? Não está claro isso.

 

O Word tem salvamento automático, pode salvar backups, tem uma série de opções.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Exatamente, editou os dados da memória ram com outro software, após a edição do documento ele fechou o word e a aplicação, após isso abriu o word novamente e o documento estava alterado. Detalhe, ele apenas inseriu os hexadecimais das letras "Yyyyyyyyy", apenas isso, é possível que a alteração tenha sido feita apenas com isso, ou ele teria que ter jogado algum comando direto na ram para salvar os dados alterados?

Editado por Neto Schneider

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora ficou mais claro. Ele deve ter usado comandos de máquina direto no hardware ou no sistema operacional, bypassando o Word. Ou seja, quando clica no "Salvar" isso vai ser convertido para um comando do sistema operacional que vai acionar o hardware para salvar o documento. O professor fez isso de forma direta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi, então o comando de "Salvar" teve que ser dado, mesmo que de forma direta, correto?

Editado por Neto Schneider

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso, um equivalente ao Salvar direto pelo sistema operacional. Porque quem faz essa interface com os periféricos é o sistema operacional, vai verificar se tem espaço em disco e uma série de outras funcionalidades que ficam transparentes para o usuário.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×