Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Juan Carlos Nascimento

Acesso negado ao meu roteador

Recommended Posts

Bom dia, me chamo Juan carlos nascimento. Venho hoje com uma dúvida que me tirou do sério, então: Meu provedor de internet negou o acesso ao roteador tp-link Archer C50, pelo segundo motivo; normas da empresa, segurança de manutenção e pelo equipamento ser comodato. mas minha maior dúvida é... o que acontece com a empresa tendo acesso ''ao meu roteador'' digamos assim, porque mesmo comodato, está em minha posse e responsabilidade! então ''é meu pelo tempo que estiver comigo''. pergunto quais são os riscos, de eles terem essa informação, sendo que pesquisei em diversas plataformas sobre o aparelho, e, todos configuram manualmente e sem problemas, alias, esse roteador tem o app chamado: tether, onde dá o controle basico, claro entre aspas para seu ultilizador. enfim, indo direto ao assunto, descobri que tanto pelo roteador com acesso pelo ip no navegador, quanto pelo app, mostram até quantos dispositivos estão conectados, meu medo é a empresa estar gerenciando cada passo meu, e pior, senhas, sites e arquivos de download e upload, é possivel isso? estou em uma aflição e aqui seria o melhor e único lugar que acredito que não vou ser enganado com papinhos de técnicos! NOTA: toda e qualquer outro provedor que tive, sempre me deram o acesso até mesmo sem pedir. está certo isso? conto muito com a colaboração de vocês. á propósito, o nome da empresa se chama INBtelecom. Peço de coração que me auxiliem sobre riscos e possibilades de avarias. desde já agradeço. ATT.Juan C.Nascimento

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se o aparelho é da empresa ela pode restringir o acesso sim, para evitar que o usuário desconfigure e gere custos de manutenção para a empresa, help desk, deslocamento de técnico, hora técnica, etc.

Sendo seu provedor todo seu tráfego de internet passa por ele e o que não for criptografado (https e SSL) pode ser monitorado, inclusive o marco civil da internet exige que os provedores registrem informações como IP, data/hora e armazenem esses dados por três anos.

Senhas devem ser criptografadas pelo site remoto, mas isso nem sempre ocorre e o navegador Firefox por exemplo avisa quando os dados não estão protegidos e podem ser visualizados pelo provedor ou qualquer outra pessoa que tenha acesso ao fluxo de dados.

Para uma maior privacidade teria que usar VPN, que pode causar outros problemas como lentidão e incompatibilidades.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Ricardov disse:

Entendi Ricardo, obrigado pela informação e pela dica, tendo em vista que haverá ônus para adquirir uma vpn, acredito que vou me manter neutro sobre a questão, eu tinha dúvidas sobre até onde teria minha privacidade online, sabendo que a internet é um domínio publico, tomarei medidas de privacidade gradual quando se fizer necessário. uso o navegador chrome, vou iniciar em firefox, pois o detalhe do navegador me chamou a atenção, sinto que pela informação, se eu estiver com alguma duvida sobre a qual citei, é bem provável que o próprio navegador me alerte, isto?

muito obrigado pela atenção e informação imediata. Me tornei membro hoje, e, tenho certeza que muitas das minha dúvidas serão esclarecidas a partir daqui, e claro, posteriormente ajudar o próximo também. não fico feliz com a medida adotada pela empresa, mas ao mínimo estou ciente do que se referiam, e as medidas a tomar se necessário. até mais!!!

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você pode comprar seu próprio router e exigir o login do provedor para configurá-lo a seu seu gosto.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×