Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
LuisGCarv

Utilizar o comando CHKDSK em um diretório específico

Recommended Posts

Eu utilizo um HD externo para "aliviar" o disco rígido principal do meu computador, mas estou enfrentando problemas com uma pasta específica deste HD externo. Aparece a seguinte mensagem quando tento abrí-la:

 

"D:\Users\... não está acessível. O arquivo ou pasta está corrompido e ilegível". Quando entro nas propriedades, o direito aparece como se estivesse vazio, mas quando escaneio ele com um antivirus, aparece o número de arquivos, subpastas e quantidade de dados sem qualquer problema.

 

Minha questão é bem simples: eu acredito que o problema será resolvido apenas utilizando o comando "chkdsk" do prompt de comando, mas o que eu gostaria de saber mesmo é se é possível utilizá-lo apenas na pasta que está com problemas ou terei que obrigatoriamente pedir para verificar e resolver os erros do disco inteiro.

 

Agradeço desde já pela atenção e compreensão de todos.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você tem algum Windows instalado nesse HD externo? Essa pasta users é de um Windows que está ou estava instalado no HD externo.

 

Se já não tem mais o Windows instalado ou você não usa mais esse Windows que está no HD externo você pode apagar essa pasta.

 

Provavelmente você está recebendo essa mensagem porque não tem permissões para acessar essa pasta. 

 

Para poder ter acesso a pasta e suas subpastas você tem que se tornar "Proprietário" da pasta e suas subpastas e arquivos, depois de se tornar proprietário você da a seu usuário permissões totais para a pasta, subpasta e arquivos e vai poder apagar a pasta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá LuisGCarv, 

 

Em teoria, você deve ser capaz de... A sintaxe completa do Check Disk é a seguinte: 

CHKDSK [volume[[caminho/path]nome do arquivo/file name]] [/ F] [/ V] [/ R] [/ X] [/ I] [/ C] [/ L [:tamanho/size]]

 

E as opções do Check Disk são usadas da seguinte maneira:
Volume Define o volume para trabalhar com
path/filename Especifica arquivos para verificar a fragmentação (somente FAT16 e FAT32)
/F corrige erros no disco
/V Exibe o caminho completo e o nome de todos os arquivos no disco (FAT16 e FAT32); exibe mensagens de limpeza, se houver (NTFS)
/R Localiza setores defeituosos e recupera informações legíveis (implica / F)
/X Força o volume a desmontar primeiro, se necessário (implica / F)
/I Executa uma verificação mínima de entradas de índice (somente NTFS)
/C Ignora a verificação de ciclos dentro da estrutura de pastas (somente NTFS)
/L:size Define o tamanho do arquivo de log (somente NTFS)
/B reavalia os clusters defeituosos no volume (apenas NTFS; implica / R)

 

So lembre-se de que o parâmetro path/filename não é para NTFS, portanto, se você precisar verificar a unidade inteira, o comando será [chkdsk C: / f]

 

Segue o passo a passo da Microsoft falando sobre a sintaxe CHKDSK:

https://docs.microsoft.com/pt-br/windows-server/administration/windows-commands/chkdsk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×