Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
john doe

Placas De Vídeo: Como Escolher O Modelo Adequado

Recommended Posts

Dado o impacto que tem sobre o desempenho geral do computador, é necessário ter alguns cuidados durante a escolha do modelo da placa de vídeo.

Em primeiro lugar, deve-se ter em mente quais são as principais aplicações do computador. Se você apenas usa processador de texto, planilha, correio eletrônico e navega pela Web, a placa de vídeo realiza apenas as funções mais básicas e não deve interferir significativamente na velocidade do PC. Portanto, uma placa mãe com vídeo onboard dá perfeitamente conta do recado e não é necessário gastar preciosos trocados em uma placa externa.

Já se você adora jogos repletos de imagem e ação, precisará, por exemplo, de um modelo de placa que ofereça altas taxas de atualização da tela para responder à demanda das animações. Além disso, o volume de memória nas placas de vídeo, que começou nos escassos 4 MB, agora já chega a 64 MB e, mais recentemente, a 128 MB e 256 MB. A vantagem dos 128 MB deve ser avaliada com critério, pois nem todas as aplicações são capazes de se beneficiar com tanta memória.

Muitas vezes, mais recomendado do que simplesmente olhar na quantidade de memória de vídeo é conhecer qual o padrão usado. De 1998 até hoje, surgiram diferenças tecnológicas de memória que foram exploradas pelos fabricantes, da standard DRAM à MDRAM, cada uma com características próprias de freqüência, largura de banda e preço. Atualmente, as placas de vídeo adotam a memória DDR, que tem um atrativo extra por realizar transações de leitura e gravação nos picos de alta e baixa de freqüência, praticamente dobrando o desempenho.

O chip set, considerado o cérebro da placa, reúne as principais funções e recursos disponíveis e responde por grande parcela no desempenho geral de vídeo. O tipo e a velocidade da memória de vídeo também desempenham um importante papel - quanto mais rápida a memória, melhor o desempenho da placa. Além disso, tecnologias mais avançadas de memória oferecem maior largura de banda - a quantidade da memória que pode ser lida de uma só vez. Trata-se de um importante fator na capacidade da placa de trabalhar em altas resoluções e profundidade de cores, a taxas razoáveis de atualização da tela.

O desempenho geral do subsistema de vídeo está intrinsecamente ligado ao de outros componentes do computador. A placa-mãe, memória principal, cache e processador influenciam diretamente o desempenho da placa de vídeo que, inclusive, pode variar de aplicação para aplicação. Alguns aplicativos fazem uso maior dos recursos de aceleração da placa de vídeo; por outro lado, outros se valem mais de trabalho externo à placa de vídeo e, por isso, estão mais vulneráveis à CPU e à memória do PC para garantir um bom desempenho.

O barramento que a placa de vídeo usa para se comunicar com os outros componentes do PC também tem forte influência sobre o desempenho. Para instalar uma nova placa, você deve encontrar um modelo que seja compatível com o barramento existente na placa-mãe do seu PC.

PCI X AGP

A placa de vídeo exige um canal de comunicação com maior largura de banda. Por isso, tem sido tradicionalmente um impulsionador da criação de barramentos locais que reduzam o gargalo na transferência de dados com o processador principal, como são o PCI e o AGP.

O PCI, desenvolvido pela Intel em 1993, substituiu o barramento ISA e é amplamente usado nos computadores atuais. É uma via de dados separada de 32 bits que pode operar nas freqüências de 33 MHz ou 66 MHz, alcançando a velocidade de 133 MB/s (megabytes por segundo) ou 266 MB/s, respectivamente. Além do desempenho oferecido, sua adoção foi facilitada graças à sua característica Plug and Play (PNP), que dispensa qualquer intervenção manual na placa e permite que o próprio computador ajuste a configuração do sistema.

Para responder à crescente demanda de desempenho por parte das aplicações e ultrapassar a saturação dos barramentos PCI, foi criado em 1997 o padrão AGP (Accelerated Graphics Port), um caminho rápido e dedicado entre a placa de vídeo e processador principal do computador. Por interligar apenas esses dois elementos, o AGP é considerado uma porta e não um barramento, diferentemente do que acontece com o PCI.

O AGP resolveu um problema crítico das placas de vídeo: a disponibilidade de memória tanto para manipular imagens da tela como para realizar cálculos mais sofisticados. A memória usada em interfaces de vídeo é mais cara do que os modelos nos computadores. Além disso, é limitada, ou seja, não pode ser expandida na própria placa. O padrão AGP solucionou esses impasses permitindo que a placa de vídeo compartilhe dinamicamente a memória principal do computador para realizar cálculos, conforme a necessidade.

As placas-mãe, em geral, possuem um slot de expansão para placas de vídeo AGP e um slot PCI a menos. A porta AGP, baseada em uma especificação PCI, é uma via de dados de 32 bits que trabalha à freqüência de 66 MHz, alcançando 266 MB/s, com a vantagem de não ter que compartilhar a linha de comunicação com outros componentes do PC. Também opera em modos mais rápidos 2X e 4X, nas velocidades respectivas de 533 MB/s, 1.066 MB/s. Em 2000, a Intel anunciou uma nova geração do padrão, o AGP 8X, capaz de alcançar a velocidade de 2 GB/s em sistemas Pentium 4.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×