Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Guest Fracarolli820

[Resolvido] Intel Prevê Sobrecarga Da Web E Quer Nova Rede

Recommended Posts

Guest Fracarolli820

Informática

Sexta, 10 de setembro de 2004, 14h06

Intel prevê sobrecarga da Web e quer nova rede

A Intel delineou ontem sua visão sobre a Internet do futuro, na qual milhões de servidores analisariam e direcionariam o tráfego nas redes, para tornar a Web mais segura e mais eficiente. A empresa planeja desempenhar papel importante no desenvolvimento de uma nova infra-estrutura para a Web baseada em servidores equipados com seus chips.

A Internet atual, baseada em tecnologia desenvolvida nos anos 70, começará a se sobrecarregar ao peso de milhões de novos usuários de computadores nos países em desenvolvimento, disse Patrick Gelsinger, vice-presidente de tecnologia da Intel em uma conferência técnica promovida pelo grupo.

"Já estamos encontrando algumas limitações de arquitetura", disse Gelsinger. Em lugar de substituir a estrutura existente de hardware e software, Gelsinger pediu por uma rede inteiramente nova instalada em paralelo com a Internet existente e capaz de prover novos serviços online, se adaptar a ameaças de segurança e encontrar alternativas em caso de picos súbitos de tráfego em determinados servidores.

Essa nova rede paralela funcionaria como uma força de monitoração e direcionamento que aproveitaria melhor a tecnologia atual de envio de pacotes de informação através da Web.

Um modelo da nova rede já existe no PlanetLab, uma coleção de 429 centros de computação em 181 locais ao redor do mundo. O PlanetLab, financiado pela Intel, conquistou o apoio de 150 universidades e laboratórios empresariais de pesquisa, entre os quais Princeton, Cambridge, Hewlett-Packard e AT&T .

Uma visão como esta para uma nova rede que depende de servidores baseados em produtos Intel é, claramente, vantajosa para a empresa e não representa necessariamente o mesmo conceito defendido por empresas como a Cisco Systems, cujos roteadores e comutadores formam a espinha dorsal da Internet existente.

A Cisco, por exemplo, vem introduzindo recursos mais inteligentes em sua atual linha de produtos. "Se a Internet crescer até que haja 100 bilhões de aparelhos conectados a ela, nosso objetivo é ter produtos da Intel em todos os 100 bilhões," disse Gelsinger, quando perguntado sobre os interesses empresariais do grupo na PlanetLab Initiative.

Reuters

Terra - Reuters

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

hahahaha Sei não eim rapaz.

Isso ta parecendo mais é que a Intel quer faturar algo sobre esse suposto problema.

Tudo bem, eles podem ate ter razao, mas eles sera a solução?

Ao meu ver isso não passa de uma manobra de monopolizar um mercado fazendo com que todos nos dependamos de uma unica e grande empresa, Intel.

Temos que tomar cuidado com isso, afinal a velha regra do mercado oferta e procura tem que continuar.

Ja basta as regras ditas por eles, ditas pela M$....

Teh mais! :-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por mar_tchello@19 set 2004, 03:01

hahahaha Sei não eim rapaz.

Isso ta parecendo mais é que a Intel quer faturar algo sobre esse suposto problema.

Tudo bem, eles podem ate ter razao, mas eles sera a solução?

Ao meu ver isso não passa de uma manobra de monopolizar um mercado fazendo com que todos nos dependamos de uma unica e grande empresa, Intel.

Temos que tomar cuidado com isso, afinal a velha regra do mercado oferta e procura tem que continuar.

Ja basta as regras ditas por eles, ditas pela M$....

Teh mais! :-BEER

Pois é, não duvido nada que ela em parceria com a M$ crie uma nova rede que só os hardwares dela deem suporte.....e o Windows também....Sobre intel e M$ eu não duvido de nada......

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×