Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
ilovepic

Quando coloco carga no motor porquê que a corrente sobe?

Recommended Posts

Olá a todos,

 

Ainda sou iniciante no assunto eletrônica. A minha dúvida está relacionada com a interpretação da corrente no motor. Sei (penso que o que sei está correcto), que se apertar com a mão o veio do motor DC (daqueles de 9VDC) a corrente no circuito vai subir. O que significa que é o mesmo (num caso prático) que colocar mais carga - peso - num tapete transportador. Para vencer a nova carga o motor vai debitar mais corrente.

 

Acontece que não consigo perceber isso na prática. O motor tem o estator e o rotor. Este funcionam por indução. Se colocar mais peso no eixo (que é simulado pelo colocar dos meios dedos), que vamos imaginar que estava a rodar a uns 150r.p.m. vai passar a funcionar a 80r.p.m. A corrente vai aumentar por causa da resistência que sobe? Se sim, como a resistência sobe?

 

Obrigado

 

[UPDATE1]

Mas lá está, se a corrente sobe, a corrente que o motor precisa para trabalhar com mais carga, isso significa que a resistência baixou. Pela lógica da lei de ohm penso que isto faz sentido. É nesta parte que a minha cabeça dá nó! :)

Editado por ilovepic

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leve em consideração que o motor tem uma bobina (não importa se é no estator ou no induzido, ou quantas bobinas tem associadas em série ou paralelo). 

Elas são apenas fios de cobre e tem uma determinada resistência elétrica, na maioria das vezes muito baixa na casa das unidades ou dezenas de ohms. 

Com o motor em movimento, se cria o campo magnético girante nas bobinas. Isso faz aumentar a resistência elétrica e a corrente diminui, pois o campo magnético girante interage com o campo elétrico do fio, deixando os elétrons fluírem com mais dificuldade. 

Quando a gente segura o eixo, o campo girante cessa e o fio volta a ser simplesmente um fio, causando um curto circuito que faz aumentar a corrente a ponto de queimar o motor em determinados casos. 

 

Um outro caso parecido são os transformadores, se ligar somente as bobinas sem o núcleo de ferro ele queima. Pois não tem como ocorrer a transferência de energia para o outro enrolamento. 

 

 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estudei na escola magnetismo e electromagnetismo. Mas não me recordo se o comportamento da corrente continua é igual à corrente alternada quando são aplicadas em bobines. Tenho que rever esta matéria, que livros ou websites indica ler?

 

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não chega a ser resistência que aumenta. Não tem nada a ver com resistência.

A resistência dos fios de cobre não atera. Na verdade quanto menos resistência o cobre tiver, melhor.

O ideal seria o cobre ter resistência zero igual a super condutor.

 

Tem mais a ver com o fato do motor também ser um gerador e existir um efeito chamando força eletromotriz.

 

Num motor com fios feito de super condutor, se você segurasse o eixo até trava-lo, o motor faria a tensão da fonte de alimentação zerar e a corrente iria ao máximo.

 

Pense no seguinte;

Se ao invés de forçar o eixo a parar, você acelerar ele mais rápido do que a sua velocidade normal, o motor tenderá a funcionar como gerador e neste caso irá gerar mais tensão que a própria fonte de alimentação. 

O consumo de corrente neste caso seria zero. 

 

Tem a ver com os eletro-imãs. 

Quando em condição de eixo travado, o eletro-imã tende a consumir corrente máxima para gerar o campo magnético.

 

Para gerar um campo magnético é necessário haver circulação de corrente elétrica em amperes. 

O ampere "é atualmente definido em termos de uma corrente que, se mantida em dois condutores paralelos retilíneos de tamanhos e em posições específicas, irão produzir uma certa quantidade de força magnética entre os condutores".

Os amperimetros usam essa teria para medir o Ampére. 

 

A força eletromagnética produzida nos eletro-imãs do motor força o eixo a girar. 

 

Fica mais fácil de entender quando você considera que o motor também é um gerador e que ele quando alimentado numa fonte, tende  girar cada vez mais rápido...Até que a tensão induzida dentro dele seja igual a tensão produzida pela fonte. 

 

Na prática isso da tensão gerada internamente ser igual a tensão da fonte de alimentação não acontece pois tem os atritos que vai freando o eixo.

 

Enquanto tiver força magnética sendo usada para produzir trabalho e força, haverá um certo consumo de corrente, mesmo que a corrente seja bem mínima. 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×