Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Maurício Barros

Nobreak Ragtech Easy Pro X Fonte pfc ativo

Recommended Posts

Boa noite, Senhores.

 

Depois de dez anos fora, voltei ao fórum... rs 

Tenho um pc com uma fonte PFC ativo 80plus padrão, uma Thermaltake SMART 600.

Dado o fato das constantes quedas de luz no meu bairro, preciso de um nobreak. Os senoidais puro online são caríssimos, inviável.

A Ragtech oferece um nobreak senoidal puro, offline, e que apesar de ter um ESTABILIZADOR DE 11 ESTÁGIOS (já sabemos que estabilizadores são ruins), eles garantem o produto para "fontes COM e sem PFC"... Fiquei interessado em comprar o modelo de 1200va usb deles, já que eles garantem funcionamento adequado pra fontes com PFC.

A lâmina técnica do produto fala isso... Entrei em contato com o suporte deles e me confirmaram.

LINK LÂMINA TÉCNICA:

http://ragtech.com.br/wp-content/uploads/2016/03/Lâmina-Easy-Pro.pdf?x81693

Fica a dúvida, crer ou não crer no fabricante? porque se o ESTABILIZADOR do produto é SEGURO pra fontes PFC, pode ser a solução pra muita gente esse nobreak.

O que acham, conhecem o produto?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@SR INVISIVEL

 

Acho que você mesmo já deu a resposta ao afirmar que os estabilizadores são prejudiciais para as fontes como foi muito comentado aqui no fórum.

 

Eu prefiro a antiga declaração do @rau que usava um simples nobreak comum em PC com fonte com PFC ativo.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, SR INVISIVEL disse:

Boa noite, Senhores.

 

Depois de dez anos fora, voltei ao fórum... rs 

Tenho um pc com uma fonte PFC ativo 80plus padrão, uma Thermaltake SMART 600.

Dado o fato das constantes quedas de luz no meu bairro, preciso de um nobreak. Os senoidais puro online são caríssimos, inviável.

A Ragtech oferece um nobreak senoidal puro, offline, e que apesar de ter um ESTABILIZADOR DE 11 ESTÁGIOS (já sabemos que estabilizadores são ruins), eles garantem o produto para "fontes COM e sem PFC"... Fiquei interessado em comprar o modelo de 1200va usb deles, já que eles garantem funcionamento adequado pra fontes com PFC.

A lâmina técnica do produto fala isso... Entrei em contato com o suporte deles e me confirmaram.

LINK LÂMINA TÉCNICA:

http://ragtech.com.br/wp-content/uploads/2016/03/Lâmina-Easy-Pro.pdf?x81693

Fica a dúvida, crer ou não crer no fabricante? porque se o ESTABILIZADOR do produto é SEGURO pra fontes PFC, pode ser a solução pra muita gente esse nobreak.

O que acham, conhecem o produto?

Entenda...

A geração de forma de onda senoidal pura sim garante as condições necessárias a uma operação NORMAL de uma fonte com PFC ativo. Se for senoidal aproximada prejudica a fonte com PFC ativo..

Isso nada tem a ver com o festival de desliga/liga provocado pela existência do estabilizador que tanto atrapalha fontes com ou sem PFC ativo. Para garantir a ausência do estabilizador (elemento que tenta por meios tortos garantir uma estabilidade desnecessária às fontes, já que na maior parte do tempo usa da própria energia da rede elétrica comercial) é necessário que se adote no-break de dupla conversão que gera energia já estabilizada e da melhor qualidade, O TEMPO TODO, sem interrupção..

 

Você que deve avaliar se toleras isso ou não..

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, Henrique - RJ disse:

@SR INVISIVEL

 

Acho que você mesmo já deu a resposta ao afirmar que os estabilizadores são prejudiciais para as fontes como foi muito comentado aqui no fórum.

 

Eu prefiro a antiga declaração do @rau que usava um simples nobreak comum em PC com fonte com PFC ativo.

Henrique, meu caro, boa noite.

Sim, declarei que sei, até o fio dos cabelos, que essas bombas chamadas ESTABILIZADORES, acabam com fontes com PFC ativo, aliás estraguei uma CX430 fazendo isso... rs (jumento dos infernos eu!) kkkkkk

A questão é que os nobreaks nacionais comuns TODOS vêm com essa tralha de estabilizador, o que seria o mesmo que usar um estabilizador com bateria (que inclusive fornece energia de onda quadrada).

Se o nosso amigo @rau usava um simples nobreak nessa fonte, partiu pra "conta e risco" pois certamente ele tinha um estabilizador embutido...

adicionado 11 minutos depois
8 horas atrás, faller disse:

Entenda...

A geração de forma de onda senoidal pura sim garante as condições necessárias a uma operação NORMAL de uma fonte com PFC ativo. Se for senoidal aproximada prejudica a fonte com PFC ativo..

Isso nada tem a ver com o festival de desliga/liga provocado pela existência do estabilizador que tanto atrapalha fontes com ou sem PFC ativo. Para garantir a ausência do estabilizador (elemento que tenta por meios tortos garantir uma estabilidade desnecessária às fontes, já que na maior parte do tempo usa da própria energia da rede elétrica comercial) é necessário que se adote no-break de dupla conversão que gera energia já estabilizada e da melhor qualidade, O TEMPO TODO, sem interrupção..

 

Você que deve avaliar se toleras isso ou não..

Salve, caro Faller!

Contava que sua experiência viesse nos brindar nesse humilde tópico... Obrigado!

É, meu caro, infelizmente, um nobreak de dupla conversão é inviável pra mim, dado que a brincadeira começa em 1500 reais...

Minha esperança era esse da Ragtech, pois é senoidal puro, 1200va e gira em torno de 500 pilas... O fabricante cita que PODE USAR com fontes PFC ativo, mas que tem um "ESTABILIZADOR DE 11 ESTÁGIOS" (não sei se o amigo leu a lâmina técnica)

você cita a questão da "Marketrua" dos fabricantes de filtro de linha, me pergunto se a Ragtech (que é uma empresa conhecida)  tá praticando isso (marketing com falcatrua) ou se, talvez, o estabilizador deles de onze estágio é algo mais avançado e não esses vagabundos com simples relês... 

Mais uma vez, agradeço a participação na contenda... rs 

Abraços!

 

adicionado 59 minutos depois

@faller, só complementando, veja o que o fabricante afirma na apresentação do produto...

Nobreak Ragtech Senoidal Easy Pro 1200va

"Exclusivo Nobreak Senoidal 1200va Trivolt automático com saída 115v  com características profissionais, acessível também ao usuário doméstico. este nobreak incorpora tecnologia true RMS e seleção automática da rede elétrica (True Full Range). Através de um microprocessador de alta performance realiza completo gerenciamento em tempo real, construindo uma onda senoidal pura. Indicado para computadores desktop ou pequenos servidores (com ou sem fontes PFC - correção de fator de potência), estações em rede e pequenos motores."

 

Características:
- 6 tomadas protegidas todas protegidas na falta de energia.
- Filtro de linha contra distúrbios na rede elétrica.
- Microprocessado precisão digital no controle da energia.
- Proteção eficiente contra subtensão, sobretensão, sobrecarga, curto-circuito e sobretemperatura.
- Estabilizador interno correção precisa mesmo em redes sobrecarregadas com 11 estágios de regulação.
- Porta USB -  Compatibilidade, flexibilidade e praticidade na comunicação

Proteções:
- Filtro de linha contra distúrbios na rede elétrica.
- Proteção contra sub e sobretensão
- Proteção contra sobrecarga, curto-circuito e sobretemperatura
- Proteção contra descarga total das baterias
- Fusíveis e varistores de ação rápida

Alimentação:
- Tensão de entrada:  Trivolt Automatico
- Tensão de saída: 115V

Dados Técnicos:
- Nobreak com Potência nominal: 1200VA
- Fator de potência: 0,5
- Faixa de regulação em modo rede: 89V até 260V 
- Faixa de operação em modo rede: 80V até 266V
- Rendimento: > 95% com rede e >85% com inversor
- Regulação de saída do inversor: < +/-2% com carga linear
- Tempo de acionamento do inversor: 0,8ms
- Tempo de carga da bateria interna (até 80%): 8 horas
- Forma de onda inversor: Senoidal pura
- Freqüência de saída do inversor (+/- 1%): 60 Hz
- Regulação em modo rede (atende NBR 14373): -6% / +6%
- Powerlook - battery save (auto-desligamento) 
- Dimensões aproximadas (A x L x P): 16.8 x 13.8 x 37.5 cm 

 

Acho que esse nobreak, seria interessantissimo pra uma análise do Clube do Hardware.... Se ele DE FATO for seguro pra fontes com PFC ativo, pode ser uma OPÇÃO VIÁVEL pra muita gente! 

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro SR INVISIVEL .... 

Penso que devas estar espantado pelo fato do mesmo gritar aos 4 ventos que seu estabilizador tem 11 estágios.

Vou lhe mostrar outro que tem o mesmo número de estágios no exato mesmo entendimento do que o fabricante desse dai quer dar ao conceito ESTÁGIO...

 

Veja que em nossas cabeças o conceito de estágio remete para algo sequencial, fosse um filtro diria que cada estágio filtra determinada granulometria, sendo que o próximo viria a melhorar o desempenho do anterior..  Um de 11 desses estágios, com esse conceito faria um excelente trabalho, sem a menor dúvida..

Fosse estágio de um trabalho de acabamento, em um móvel, por exemplo, claro que 11 desses estágios deixaria esse móvel no estado da arte....

Mas infelizmente não é nem um pouco perto disso esse conceito de ESTÁGIO de que se refere o fabricante..

Eis ai um irão mais antigo desse que discutimos agora, também de 11 estágios..

Reguladordetenso_pequeno.jpg

 

São 11 posições (isso é o correto) de 1 a 10 mais o zero..

Nada de melhoras cumulativas, simplesmente número de saídas de seu autotransformador...

Absolutamente isso em nada melhora, de modo cumulativo, o desempenho do mesmo.

São primos de primeiro grau. Aquele moderno, com ação automática, fazia a escolha da tensão de saída mais próxima ao que era o nominal de saída, de forma totalmente desnecessária pois a enormidade dos modernos equipamentos pode operar de 100 a 240 Volts +- 10%, o que dá desde 90 até 264 Volts.

Esse antigo, arcaico, descontinuado dai de cima faz exatamente a mesma coisa só que a ação mecânica de trocar a tensão

é feita pelo usuário, na mão grande...

 

Quanto a ser seguro para muita gente, como dissestes, em parte tens razão.. Se tivéssemos que escolher entre um no-break que gera forma de onda retangular e um senoidal puro, toda vida um que gere forma de onda senoidal pura, em detrimento àqueles que geram senoidal por aproximação. Essa tem a ver com a compatibilidade com fontes com PFC ativo..

 

A outra escolha a fazer é a forma de regulação...

Um deles, os interativos, ou off line, ou de conversão simples de um lado, que deveriam ser chamados de short-break e não de no-break, e outros de dupla conversão ou on-line, que ao invés de tentar corrigir (com um maldito estabilizador) a tensão da rede eles geram sempre, tenha ou não energia comercial presente

, a energia para seus equipamentos do melhor modo possível, com a correta forma de onda (senoidal) e sempre na tensão o mais aproximada possível daquela que deve ser sem nenhuma necessidade de se valer de estabilizador para tal...

 

Ou seja, "marcatrua", maior ou menor, sempre vai existir.. O próprio uso da expressão "estágios de regulagem" é um belíssimo exemplo. A expressão que deveria ser usada seria a de 11 passos de ajuste da tensão de saída..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@faller,

Adoro coisas "vintage", adorei esse estabilizador antigo, o voltímetro analógico então.... (vais confirmar isso quando eu mostrar aqui meu projeto de FILTRO DE LINHA, rsrsrsrs)

Eu faria um baita protetor moderno com uma caixa de ESTABILIZADOR ANTIGO DESSES... rs

Bom, entendo o que você diz e sei que a onda senoidal pura é a melhor pra fonte PFC ativo, mas ele tem o estabilizador, lamentavelmente,  quando na presença da energia pública... porque esses caras não fazem um nobreak sem estabilizador? Quanta estupidez!!! 

Não sei, a luz cai muito aqui, verei o que vou fazer... 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×