Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Pincipi

Como tirar segunda via de NF-e com chave parcialmente apagada ou ilegível

Recommended Posts

Sabe aquele momento em que seu aparelho dá um defeito e precisa levar na garantia e quando chega no balcão o funcionário vê que a nota fiscal está parcialmente ilegível ou apagada?

E isso é justamente a causa para negarem a garantia e cobrarem pelo conserto!

As causas são muitas, o cachorro brincou com a nota, o gato fez ela de banheiro, molhou na última enchente, deu cupim, veio por fax que se apagou, jogou fora e guardou a foto que estava ilegível ou fora de foco, deixou cair café e a minha preferida é: caiu de moto e o ônibus travou as rodas quando passou por cima da mochila e tudo ficou moído (essa é demais).

Com certeza isso não acontece só comigo e pode ter acontecido com você também, então, não entre em desespero, existem formas de se obter a segunda via, uma delas é ir à loja aonde comprou e solicitar porém, pode dar o azar de se negarem a fornecer ou simplesmente a loja não existir mais, além de outras adversidades como não se lembrar mais aonde comprou, neste casos, no impresso da nota fiscal tem uma chave de acesso com 44 números:

chaveacesso.thumb.jpg.e4f43e62516c8758a441a27daba16ad2.jpg

E caso ela esteja legível, existe um site chamado de danfeonline.com.br (também existem outros) que pode emitir uma segunda via:

1.jpg.3dd19cdd70558f5d31dcb2d428e74548.jpg

Na primeira tela aparece XML ou Chave, escolha Chave e digite os números:

4.jpg.588f4b890c905c0dcb07d0499e6da3d3.jpg

Depois clique em gerar danfe e transcreva os caracteres mostrados na tela e escolha gerar:

5.jpg.e2ffd2c47bcf3c7df20b197c38fe7175.jpg

Pronto um arquivo .PDF de sua nota é baixado para seu computador após clicar em download do danfe:

7.jpg.611e48f3fc91cdf9aa09d1a6652a5a18.jpg

Lembrando que após cinco anos da expedição, não tem mais acesso à nota, se bem que as vezes aparecem no sistema notas com mais de dez anos, é algo que não sei explicar.

Caso a chave de acesso não esteja legível ou esteja parcialmente apagada, assunto principal deste tópico, dá para adivinhar muitos dos números dela sem ter que ficar tentando todas as combinações faltantes possíveis.

A fonte de informações é o site abaixo que tem links para os manuais com especificações técnicas:

https://www.oobj.com.br/bc/article/como-é-formada-a-chave-de-acesso-de-uma-nf-e-nfc-e-de-um-ct-e-e-um-mdf-e-281.html

Pelo que entendi o material é destinado às pessoas que trabalham com a emissão de notas fiscais, é de conhecimento publico sem restrição alguma de divulgação e também serve para o consumidor poder verificar a veracidade de suas notas fiscais, tipo por comparação conhecer as diferenças de moedas correntes falsas e verdadeiras.

Abaixo o arquivo de dois deles para o caso de não localizar o link:

Manualpadroestecnicos.pdf

especificacao-tecnica-de-requisitos-2_24_04.pdf

O primeiro mostra o modelo da nota fiscal e a localização de seus itens, tem 311 páginas, na 148 tem a descrição dos campos da nota fiscal e na 277 o modelo dela.

2.thumb.jpg.4268d18034aefad46618f6c765bea241.jpg

O segundo manual tem 296 páginas e pretendo mostrar de uma maneira que acredito ser clara, como é a distribuição dos campos numéricos da chave de acesso, conforme consta na página 118:

9.jpg.d4e7ea869b7957e6a83f8f8de299f448.jpg

Os dois primeiros números são referentes ao estado ou unidade da federação do emitente da nota fiscal, conforme consta na página 289, tabela de códigos de UF:

10.jpg.dd0a54c00f454c4c17e10f08bd453f0f.jpg

Se por acaso eram apenas estes dois números que estavam apagados em sua chave, basta olhar na nota o estado de quem a emitiu, por exemplo; se for SP é 35, se for PR é 41, PE é 26, para finalmente ter a chave completa e obter sua segunda via.

Todavia, pode ser que no seu caso os números apagados não sejam só os dois primeiros, então, continuando na descrição o próximo bloco de 4 números é o ano e mês da expedição da nota, por exemplo; uma chave iniciada por 351807... significa que foi expedida em SP(35) no ano de 2018(18) e no mês de julho(07).

Está parecendo fácil não é? Os próximos 14 números são correspondentes ao CNPJ ou o CPF do emitente, pegue alguma nota fiscal e faça a comparação, verá que os números coincidem na maioria dos casos.

Diante da dúvida do CPF ter três números a menos que o CNPJ, então como é que fica? Na realidade eu não sei bem ao certo mas, nas notas fiscais que observei expedida pelo CPF e não pelo CNPJ, aparece o número 82-9513-1000-0156, não aparece o CPF do emitente, também pude observar que em alguns casos o mesmo número acima aparece no lugar do que deveria ser o CNPJ do emitente e pelo que pude descobrir, é o número do CNPJ da secretaria de estado da fazenda de SC 82.951.310/0001-56.

Por dedução lógica pode ser que em sua chave apareça um número diferente do CNPJ do emitente, neste caso eu sugiro tentar o CNPJ da secretaria da fazenda de seu estado.

Por exemplo: a chave começada com 42180782951310000156..., significa que foi emitida em SC (42) no ano de 2018 (18), no mês de julho (07), pela secretaria da fazenda de SC (82951310000156), moleza né?

Continuando na sequência os próximos dois números são correspondentes ao modelo do documento fiscal, como no meu caso esta parte estava legível, eu não me preocupei em saber maiores detalhes e se tiver interesse procure a informação pelo manual, caso a encontre compartilhe.

Depois na sequência vem a série da nota fiscal, são 3 números, na maioria das notas aparecem três números tipo 000, 001, 002 porém, em algumas aparece só um número tipo 5 ou 6, neste caso coloque zeros na frente, deve ficar 005 ou 006.

Agora vem nove números que são coincidentes com o número da nota ou cupom fiscal, algumas notas mostram menos de 9 números, neste caso complete também com zeros à esquerda. Por exemplo Nota fiscal N° 637, coloque 000000637.

O próximo é um único número que é referente à forma de emissão, que também não procurei saber o que significa.

Em penúltimo vem a próxima sequência, o cNF ou código numérico aleatório, composto por oito números, esse é um número atribuído pelo sistema, não se repete em qualquer outro lugar da nota e caso esteja ilegível, as chances de acertar ele na tentativa e erro são muito pequenas, parece que existe um milhão de possibilidades começando no 00000000 e terminando no 99999999.

Finalmente o último número da sequencia é o digito verificador da chave de acesso, a conta para se obter ele está nas páginas 118 e 119 do manual, uma coisa de louco envolvendo multiplicação divisão e resto, entretanto se o seu caso é apenas este único número ilegível ou apagado, dá para ir tentando as combinações do zero ao nove no site do danfe, com certeza no máximo de dez tentativas consegue achar o número certo, os resultado possíveis são:

a) gerar o Danfe; (número certo!)

B) inexistente; (número incorreto)

c) válido inexistente; (número certo mas, a nota foi cancelada)

Ainda no caso do código numérico aleatório eu pude observar que este é quase sequencial (não é aleatório), por exemplo; comprei vários celulares para a família, cada um com a nota no nome da pessoa, todos no mesmo dia e na mesma loja, as correspondentes sequencias nas chaves nas notas vieram assim:

Número da nota / código numérico

79561 / 904010127

79565 / 904010135

79567 / 904010137

No meu caso prático a nota 65 foi extraviada pelo usuário e ele precisou acionar a garantia justamente no último dia de sua validade, enquanto que a loja da compra só veio a responder dois dias depois do fim do prazo da garantia então, no desespero de ajudar, observando as notas 61 e 67 fiz as combinações possíveis e as pesquisei sequencialmente, até encontrar a combinação correspondente à nota fiscal número 65 que faltava, em vinte minutos deu bingo e imprimi a nota.

Ufa! Saber tudo isso me quebrou o galho duas vezes para assegurar garantia gratuita, consegui completar os dados que estavam apagados e obter uma segunda via legível da nota fiscal.

Daqui para frente, assim que recebo a nota fiscal eu anoto a chave de acesso e já gero uma cópia em PDF, deixando salvo no pendrive para não passar sufoco quando precisar.

Fica um alerta para o caso de querer se envolver mais no assunto e tentar fazer coisas que não devem ser feitas, não tente obter segunda via de notas fiscais de outras pessoas pois, estará cometendo crime de quebra de sigilo fiscal e se tentar alterar dados e/ou usar estas notas, também responde pelo crime de fraude fiscal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×