Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Magnect

Por onde começar na eletrônica

Recommended Posts

Visitante

@Magnect Eletrônica geralzona assim, teoria, aí acho que teria que ser faculdade (que não vai ser tão assim também a teoria, especialmente porque ela vem acompanhada de zero cobrança de prática/experiência/vocação).

 

Em curso acho que sempre vão focar em alguma coisa, mas isso é bom. Seja foco em informática ou em eletrônicos, as bases são as mesmas e é bem mais legal trabalhar isso com algo concreto.

 

É que nem física: a não ser que você seja muito vocacionado, e ainda assim irá querer aplicar/praticar, só ler a teoriazona mesmo vai te fazer entender nada ou pouco. Já se você estudar metendo a mão num carro ou num projeto de engenharia por exemplo, seu interesse e compreensão disparam!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, domingos87 disse:

@Magnect Eletrônica geralzona assim, teoria, aí acho que teria que ser faculdade (que não vai ser tão assim também a teoria, especialmente porque ela vem acompanhada de zero cobrança de prática/experiência/vocação).

 

Em curso acho que sempre vão focar em alguma coisa, mas isso é bom. Seja foco em informática ou em eletrônicos, as bases são as mesmas e é bem mais legal trabalhar isso com algo concreto.

  

É que nem física: a não ser que você seja muito vocacionado, e ainda assim irá querer aplicar/praticar, só ler a teoriazona mesmo vai te fazer entender nada ou pouco. Já se você estudar metendo a mão num carro ou num projeto de engenharia por exemplo, seu interesse e compreensão disparam!

 

Entendi, como disse no inicio do tópico comecei a gostar de eletrônica na feira de ciências da escola fazendo uma bobina de tesla, queria fazer mais projetos desse tipo, além de consertar coisas também

 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

Concordo plenamente amigo. Mas penso que deves ir por partes e não necessariamente querer entender o trajeto dos elétrons de imediato. Um bom começo é você pesquisar sobre a interação entre eletricidade e magnetismo, campo coerente com seu desafiador detetor de metais.

 

Mas diferentemente do quasi-impossível entendimento da física quântica na qual está envolvido o elétron, acessar recursos deste forum não me parece tão difícil. P.ex. @thiagovasco :cliquei em 'mencionar'. você pode também selecionar uma parte de um texto qualquer dos posts e vai te aparecer 'citar isto'... clique. Criar tópico também não deve ser tão mais diferente do que um clique. sorry... nunca criei pra te explicar.

E sim...

...podem responder - aguarde... - mas perceba que o moderador...

quis mostrar serv... ops... alertou sobre o desvio de assunto o que de fato não contribui pro andamento.

(Autorizo a ele a apagar-editar este e qualquer post meu)

Não colega Isadora! Toda contribuição é bem vinda....

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

@Magnect Faça o curso via correspondência ou os presenciais em qualquer área aplicada. Quando você entender o cerne do negócio e confirmar que isso aí é seu interesse ou vocação, se for para seguir área profissional, você vai praticando muito e se formando basicamente.

 

Aí se for seguir uma carreira que exige diploma você faz um curso, passa os 4 ou 5 anos só completando as provas (se você tiver prática e entendimento mesmo, é só para passar nas provas realmente - vai ter raros casos dum professor dar uma matéria num nível muito alto) e consegue o papel.

 

Se for só por hobby ou interesse, os cursos já aplicados em alguma coisa serão muito melhores de você entender também.

 

Se fosse por faculdade ou curso muito abrangente eu não teria interesse nem em fazer a manutenção de um computador, é tudo ao contrário do que você espera ver e fazer e é muito protocolo para cumprir grade e pouco entendimento.

 

Com o curso já fazendo aquilo você tem um real entendimento se você se interessar e aprende mesmo a fazer.

  • Curtir 2
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu creio que tem de ir estudando coisas básicas e montando elas também ao mesmo tempo.

 

Uma pequena fonte de alimentação, um multimetro, um ferro de solda e uma protoboard e pronto, já poderá fazer associações de resistores e medir correntes, resistores equivalentes, verificar as leis básicas, e ir fixando a base teórica.

 

Depois, montar pequenos projetinhos, que existem aos milhares por tantos sites , e verá a evolução muito rápidamente.

 

Se não souber, aprenda Inglês, não precisa falar, mas sim LER bem é fundamental.

 

Acredite em quem fez isso, eu começei a montar algo com 12 anos, aos 17 já tinha montado muita coisa, fontes, amplificadores, equalizadores, prés, rádio AM e FM, circuitos lógicos, alarme de carro, sequencial, etc .... e tudo baseado em revistas e alguns livros técnicos, nem BBS tinha naquela época kkkk

 

Quem gosta disso consegue aprender por conta própria, e com alguns anos dá um banho em muito engenheiro que tem por aí !

 

Hoje em dia, com a Internet rápida que temos, eu se tivesse escolha não faria faculdade. Seria um excelente autodidata, economizaria o dinheiro da faculdade e montaria um baita laboratório, e depois poderia fazer cursos mais especializados.

 

Paulo

  • Curtir 3
  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

@aphawk Sim. Prática e interesse que realmente fazem o aprendizado das bases, incluindo a teoria.

 

O pessoal que faz o contrário, de faculdade por exemplo, sai sem saber nada fazendo um monte de abobrinha e a parte teórica que deveria ser o "foco" de um curso superior igualmente sai com baixíssimo entendimento. É aquela coisa de decorar e não saber, ter informação/instrução mas não percepção/sabedoria sobre o assunto.

 

Infelizmente governos e faculdades criaram isso aí que o que vale é o diploma, logo para tantas áreas do mercado virou uma espécie de obrigação. Caso contrário, especialmente nessas áreas, eu recomendaria dispensar também.

 

O aprendizado autodidata ou com a mão na massa, com auxílio de alguém ou não, é infinitamente melhor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, domingos87 disse:

@aphawk Sim. Prática e interesse que realmente fazem o aprendizado das bases, incluindo a teoria.

 

O pessoal que faz o contrário, de faculdade por exemplo, sai sem saber nada fazendo um monte de abobrinha e a parte teórica que deveria ser o "foco" de um curso superior igualmente sai com baixíssimo entendimento. É aquela coisa de decorar e não saber, ter informação/instrução mas não percepção/sabedoria sobre o assunto.

 

Infelizmente governos e faculdades criaram isso aí que o que vale é o diploma, logo para tantas áreas do mercado virou uma espécie de obrigação. Caso contrário, especialmente nessas áreas, eu recomendaria dispensar também.

 

O aprendizado autodidata ou com a mão na massa, com auxílio de alguém ou não, é infinitamente melhor.

 

De certa forma isso parece ser da vontade dos donos do mundo que mantém a população mundial sob seu controle e só eles podem se apropriar do conhecimento enquanto que todo o resto da humanidade apenas consome esse conhecimento dando mais poder a esses donos do mundo todos os dias ( perceba como tudo á sua volta tem participação do estrangeiro até o seu computador ).

 

É por isso que você vê muitas vezes, na grande mídia de massa ( tudo o que vier dela DESCONFIE ), os reclames desses donos do mundo para que os Estados nacionais invistam seus recursos na tal " capacitação ' exatamente para que o povo esteja apto a operar esse conhecimento DELES e a contribuir para o desenvolvimento do mesmo ( lembro que cérebros de todas as nações são cooptados por esses donos do mundo inclusive brasileiros ).

 

Na verdade, tudo isso parece fazer parte da ação do maligno na humanidade como previsto no Livro do Apocalipse do apóstolo João ( veja só onde esse assunto do tópico pode ir parar ). É por esse motivo principal que as instituições só se prestam a formar profissionais " BURROS " até em países do primeiro mundo ( os chamados PhD são para mim um exemplo desses " FORMATADOS " para atender os interesses dos GRINGÕES que são os donos do mundo, instrumentos do maligno para levar os homens á sua destruição conforme a Bíblia  ).

 

É uma TESE a que cheguei que necessita apenas de mais comprovações para ser fundamentada.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

@Henrique - RJ Sim, mas perceba que, como você mesmo reparou/percebeu, até mesmo eles lá fora são vítimas disso, afinal o inimigo não tem pátria, é internacionalista (torre de babel versus as nações com governantes bons, como orienta Deus).

 

No final o conhecimento, especialmente nas bases (eletrônica, física) não é de algum país ou de alguém, pois ao contrário das pessoas esse tipo de coisa é realmente universal, mas certamente ele tem como ser direcionado a interesses que não são os nossos ou os de qualquer pessoa de bem em qualquer lugar do mundo.

 

Para mim nesse caso a agenda é mais a formação de burros mesmo, pelo mundo todo. E pior, burros que pensam serem inteligentes.

 

Isso nos afasta ainda mais de criar algo que possa competir ou ser relevante, já que na verdade formamos gente que não entende nem do que já está aí nem muito menos do que poderia ser feito...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@domingos87

 

Pois é, esse conhecimento é da humanidade mas só os cérebros capacitados as desenvolvem apropriados pelos PODEROSOS DO MUNDO QUE NÃO TÊM PÁTRIA ( " TÊM e NÃO TÊM ", o que interessa é o dinheiro, a riqueza e o poder que vai chegando a tal ponto de futuramente sermos chipados na testa e nas mãos como já chegou a ser apresentado até no programa popular da Ana Maria Braga da TV Globo confirmando as Sagradas Escrituras ).

 

A coisa é aparentemente confusa e ás vezes aparentemente contraditória mas se for cavando, cavando, cavando vai perceber porque existem esses GRINGÕES ( ás vezes alguns deles mesmos quebram como foi o caso dos bancos americanos na crise recente de 2008 ).

 

A humanidade toda aos poucos caminha para o abismo conforme descrito no Apocalipse mas no final Deus triunfará.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

@Henrique - RJ A causa do mal é internacional. Tem os "dominados" por ela aqui também, em nosso solo e com nossa nacionalidade comandando coisas. No caso dos bancos, os que interessam dentro desse esquema foram todos salvos, o problema vai além do dinheiro (é no espírito). Para eles, compensa tomar prejuízo, pois o que almejam é arrebanhar almas - não para a salvação, como Deus, e sim para a perdição.

 

E sim, no final não há o que temer. A guerra está ganha, só as batalhas que não se sabem quais serão perdidas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, domingos87 disse:

@Henrique - RJ A causa do mal é internacional. Tem os "dominados" por ela aqui também, em nosso solo e com nossa nacionalidade comandando coisas.

 

São os que chamo de " TESTAS DE FERRO " dos GRINGÕES.

 

De certa forma, talvez a maioria da elite ou nata da sociedade que usufrui do chamado " ALTO PADRÃO DE VIDA INTERNACIONAL " ( detalhe para o " INTERNACIONAL " ou IDH, ou seja, os GRINGÕES já determinaram o que é o " ALTO PADRÃO DE VIDA " ou os que consomem todo a sua " CULTURA " ou tecnologia, ideias, comportamentos, alimentos etc etc ).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

@Henrique - RJ Não tem só testa de ferro aí não, tem quem faz parte da "coordenação" mesmo. A via pela qual se faz é indiferente (em cultura, por exemplo, já nos propuseram a europeia, a americana, uma espécie de "latinismo" carregado de veneno até pior, e hoje temos a cultura islâmica e a pura e simples "sem fronteiras" sendo propostas aqui e para a maioria dos países).

 

Mas já fugimos bem do tópico ;)!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, domingos87 disse:

Mas já fugimos bem do tópico ;)!

 

Sim sim mas uma coisa acaba levando á outra para ser explicada o que acaba saindo do pedido central do tópico e acho importante para o autor ter uma ideia do porque da má qualidade dos cursos.

 

Eu sinto uma certa insegurança em comentar sobre essas coisas " exóticas " mas são conclusões a que chegamos que muita gente não tem nem ideia pois não passa na grande mídia de massa nunca, de jeito nenhum.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×