Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
emanueljoab

Biostar B450MHC: Por que essa placa é mais barata que as demais do mesmo chipset

Recommended Posts

Busco comprar uma placa-mãe de chipset B450 para um Ryzen 5 1600 por dois motivos: overclock e o suporte a AMD StoreMI.

A placa mais barata, até onde vi, é a Biostar B450MHC. É possível encontrá-la por R$ 434,57 na Terabyte, preço que é 26% mais barato se comparado ao segundo modelo mais em conta, a Gigabyte B450M DS3H por R$ 589,90 na Kabum.

Minhas dúvidas são: qual é a pegadinha? Por que a Biostar pratica preços mais baixos no geral se comparada a placas-mãe mais renomadas? Alguém tem a placa do modelo citado ou semelhantes?

Grato!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com essa mobo ae nao vai rolar OC, VRM dela parece terrivel e nem dissipador ela tem.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então está respondido. Creio que o VRM da Gigabyte seja superior.

adicionado 1 minuto depois

Mesmo assim compensaria se for pensar pelo recurso Store MI. E se a placa em si não der problema.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Biostar ficou desconhecida no mercado brasileiro. Como mercado de "alta performance" é um mercado dominado por modas e tendências, peças menos conhecidas são desvalorizadas. Por exemplo, uma pasta "artic silver" custa 50 Reais o tubinho com quase nada, outra de prata que tem desempenho IGUAL mesmo nas mais extremas situações mas tem nome genérico ou menos "legal" custa 20 mesmo tendo bem mais quantidade.

 

Lá na época dos Pentium I e II elas eram conhecidas como boas aqui.

 

Porém, o problema dessa em específico é o que o @Atretador te explicou. E a maioria das B350 mais baratas são assim.

 

De repente num Ryzen 3 ou num Ryzen 5 de segunda geração você conseguiria um overclock com essas placas, mas num Ryzen 5 1xxx ou um 7 1xxx você corre muito risco de ter sérios problemas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você poderia me explicar porque essa placa aguentaria um Ryzen de 2ª geração melhor que o de 1ª para overclock e quais seriam os riscos?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@emanueljoab Porque os de 2ª consomem menos e aí o VRM pior fica menos sobrecarregado. O risco é queimar a própria placa-mãe no caso do VRM super aquecer e se houver muita variação de tensão a CPU pode ser levada junto.

 

Mas tem mais risco de incêndio do que de realmente queimar o processador.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Biostar nunca competiu no grande mercado então ela resolveu entrar com placas feitas pela Foxconn pela primeira vez então é tipo um preço de entrada para as pessoas conhecer a marca 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@blmmg Nunca foi das maiores mesmo, mas já teve presença aqui no Brasil e no mundo entre as placas consideradas boas. Não sabia que hoje são da Foxconn!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu sei que a Biostar é uma marca antiga, mas por ser mais barata que as ASUS, Gigabytes, MSIs, etc., fiquei com um pé atrás. Mas como o @Atretador descarrilou, o VRM dela aparentemente é inferior.

 

Agora, @domingos87 eu vi que tanto o R5 1600 e o R5 2600 possuem TDP de 65W. Sei que pode variar, de acordo com overclock, então você está me dizendo que em clocks mais altos, os de 2ª geração são mais estáveis?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@blmmg Entendi, pensei que fossem só renomeadas.

 

@emanueljoab O TDP é o que seria teoricamente o máximo, a média de consumo varia bastante e mesmo o máximo pode ser ultrapassado por alguns momentos. Os de 2ª geração não são necessariamente mais estáveis, mas consomem menos (mesmo no mesmo TDP), o que ajuda essas placas com VRM mais fraco.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@emanueljoab Os de 2a gen conseguem pegar 200-300Mhz a mais que os de primeira gen em Overclock, e requerem tensão menor para os mesmos clocks, assim consumindo menos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Atretador Usando a placa-mãe da Gigabyte citada, B450 DS3H, conseguiria um ganho de desempenho em OC com um R5 1600 equivalente aos Ryzen da 2ª geração na placa da Biostar?

O quão distante estão essas duas placas em qualidade de overclock?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@emanueljoab Se a B450 custar, por exemplo, 200 Reais a mais que uma boa A320 ou mesmo uma boa B350, melhor comprar o Ryzen 5 2xxx de uma vez. Overclock é bastante romantizado, ainda mais agora que a linha AMD passou a ter novamente produtos "bloqueados" e "desbloqueados" e o pessoal acha que com 50 Reais extras vai conseguir um processador funcionando a 50% mais de clock...

 

Entre 1ª e 2ª geração existem diferenças de 10 a 20% no mesmo clock, logo, via overclock, você teria que pegar um Ryzen 1xxx de, por exemplo, 3.5 GHz e colocar ele uns 15% acima: 4.025 GHz, portanto.

 

É bastante overclock isso na prática, vai exigir aumento de tensão para ficar estável mesmo - o que geralmente o pessoal esconde, ficando com máquina que congela ou reinicia e não falando - e vai exigir um esquema de ventilação bem reforçado.

 

Dito isso, essa B450 está num preço muito bom e tem um VRM melhor que muita coisa da Asus e Gigabyte bem mais caras. E entre 5 a 10% de overclock você pode conseguir de maneira mais tranquila, se souber o que estiver fazendo.

 

Dentro dos preços malucos dessas lojinhas da moda, que de um dia para outro abaixam ou aumentam 100 Reais de um dia para o outro (coisa de palhaço), 424 à vista nessa placa está muito bom!

 

Seja para fazer overclock ou não, é boa escolha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×