Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Biscaia

Guia Rápido Para Orçamentos de Usados

Recommended Posts

Primeiramente Bom dia, Boa tarde e Boa noite a todos.

Percebo uma grande omissão de respostas, ou respostas vagas, neste tópico em especifico no grupo, então resolvi fazer este tópico com o intuito de auxiliar os interessados em fazer uma auto-avaliação de seu usado... 

Tive anos de experiencia vendendo PCs usados então inventei essas regras de estipulação de preço.

 

1- O Primeiro conceito a se ver é o do Hype do produto, ou seja, a procura extrema e incerta pelo produto.

Um produto extremamente novo é lançado no mercado valendo X. Quando lançar um modelo novo daquele produto, o anterior tende a vale de X/2 até X/3 do valor original. 

E além da desvalorização causada pela evolução, também teremos a desvalorização do tempo de uso e de que estado está o produto nesse momento que abordaremos em breve.

 

2- Uma outra questão a se atentar é a do histórico do produto. Há modelos de peças, marcas, notebooks, entre outros, que tendem a ter fama de de dar problema com o tempo. Isso desvaloriza consideravelmente o produto.

 

3- O conceito básico do mercado é Oferta X demanda, ou seja, Se um produto tem muita procura mas muitos exemplares a serem vendidos, ele não terá um alto valor. Um produto, mesmo que tenham poucos a serem vendidos, se não tiver procura, não valerá muito.

 

4- A velocidade de evolução da tecnologia é algo extremo, portanto, a "idade de procura" de um PC, ou seja, a idade em que o PC ainda tem capacidade de ser vendido facilmente, é pequena. Portanto, um PC de mais de 5 anos, por exemplo, é muito raro ser vendido, e quando é, tem uma desvalorização que pode chegar até a 50% do valor original de mercado.

 

5- O estado dos componentes também influem diretamente no valor do produto final. Podemos defini-los da seguinte maneira:

 

*Notas:

+Nota 10: Produto novo, na caixa ou montado num PC que só foi utilizado para testes. Valor 100% do de mercado.

+Nota 9: Produto perfeito, usado pouquíssimo mesmo. Pode ser vendido com 100% do valor ou até 90%

+Nota 8: Produto Ótimo, Pouco uso e mantém as qualidades de fábrica. Vale de 80% até 90% do valor de mercado.

+Nota 7: Produto Bom. Mantém um bom desempenho porém já esta usado. Vale de 80% até 70% do valor

+Nota 6: Produto Regular. 70% até 60% do valor.

+Nota 5: Produto Medíocre e começa a apresentar problemas. De 60% até 50% do valor original.

+Notas de 4 até 2: Produto começa a apresentar defeitos mais severos ou que podem piorar com o tempo. Isso retira uma parcela gigantesca do valor do produto que pode chegar a valer de 40% até 20% do seu valor de fábrica.

+Nota 1: Produto quebrado que pode ser usado para retirada de peças. De 20% até 10% do valor do produto. Também chamado de sucata.

 

Considerações finais: 

Deve ser ponderada todas essas situações de todos os componentes para colocar o preço no produto final. Lembrando que a procura também influi muito no preço e também que se for vender para Lojas de usados, eles sempre irão barganhar pois esse valor descrito é o de venda. Uma dica é que se o computador for bom, arredonde os preços para cima, e se for um de pouca procura, arredonde para baixo.

 

Espero ter ajudado. 

Estou a disposição.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×