Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
MarcoOcram

Ligar Parafusadeira 18v na Tomada

Recommended Posts

Fala pessoal, tenho uma parafusadeira aqui que está sem bateria, "Makita 6343D" e nela so encontrei especificado que é 18v, vi uns tópicos de uma galera falando que é bom 2 Amperes que a parafusadeira normalmente pede, sendo assim eu tenho uma fonte de notebook que é 20v e tem 3,25 Amperes, eu dei uma testada aqui ligando aonde encaixaria o positivo e negativo da bateria e eu tive que apertar so um pouquinho para o motor começar girar, e se eu aperte-se todo o botão ficava só dando uns tec tec no motor, abri a parafusadeira e testei igual porém eu removi a parte que vai o mandril da parafusadeira, deixando só o motor, apertei o metade do botão e girou até rápido, porém apertando o botão todo continua dando o tec tec, alguém pode me da uma ajuda?

Achei um site dizendo a seguinte info: Battery:    18VDC (2.6Ah) (not included) 

  • Curtir 1
  • Triste 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom começo, meio nem tanto ... te perdoo .. nem ouse perguntar porquê kk 😁

O que interessa...:

O pico de corrente - momento zero quando o motor está parado -  ou até mesmo o consumo, se fosse bateria, é maior que

1 hora atrás, MarcoOcram disse:

3,25 Amperes

 

1 hora atrás, MarcoOcram disse:

Battery:    18VDC (2.6Ah) (not included) 

Ela dá bem mais corrente momentânea que isso. Por isso não dá tec tec.

 

1 hora atrás, MarcoOcram disse:

removi a parte que vai o mandril da parafusadeira, deixando só o motor,

Neste caso você alivia um pouco a força que o motor faria ...

1 hora atrás, MarcoOcram disse:

apertei o metade do botão e girou até rápido, porém apertando o botão todo continua dando o tec tec

...pero no mucho.

Consiga uma fonte com mais capacidade. Dica: uma de pc tem 12V e até que pode dar bom resultado e mais corrente...

abç

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com o botão na metade entra em Ação o circuito de Pwm que limita a corrente e não deixa o pico de alta tensão voltar a fonte. 

Com o botão no final o circuito é desativado e o motor fica no máximo. 

Como a fonte é do tipo chaveada, esses picos de alta tensão que o motor cria na partida retornam a fonte, fazem ativar o circuito de proteção e aí fica esse tec tec. 

Pra alimentar esses motores só com bateria ou fonte linear mesmo e que seja bem maior que 2A, talvez três ou quatro amperes. 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
21 minutos atrás, Mestre88 disse:

Como a fonte é do tipo chaveada, esses picos de alta tensão que o motor cria na partida retornam a fonte, fazem ativar o circuito de proteção

Boa...

Pra testar a teoria do amigo, você pode p.ex. colocar um diodo em série com a sua fonte. Pode ser algum destes de saída dos 12V de fonte de pc. Neste caso, esta outra teoria...

3 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

uma de pc tem 12V e até que pode dar bom resultado e mais corrente...

... cai por terra. ... ou não... só testando mesmo...

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola .

 

Já passei por problema semelhante e resolvi usando um artifício para 'enganar' a fonte chaveada.

 

Mas primeiro uma breve explicação  sobre a diferença entre baterias e fontes, resumindo o que os colegas já citaram nas outras respostas.

 

Uma bateria  tem a informação de tensão ( V )  e de capacidade ( Ah ).

Uma fonte tem a informação de tensão ( V ) e de corrente ( A ).

 

Qual a diferença ?  Um "h" na bateria, que traduzindo em miúdos tem NADA A VER com a "A"  da fonte, porque é outra unidade de medida .  

 

A bateria de 2,5 Ah pode fornecer corrente de 10 vezes o numerozinho escrito, no caso 25 AMPERES , por um décimo do tempo ( h ) .

 

No caso da fonte , se vem escrito 2,5A  então se o elemento alimentado por ela requerer apenas o dobro, tipo 5A  ela pode simplesmente aquecer até derreter, ou então ativar a proteção e desligar, como já citaram.

 

Fiz um teste em uma parafusadeira, no momento em que ela aperta até travar o parafuso a corrente do circuito chega em torno de 6 A antes de reverter a tensão para compensar o torque e o circuito faz o motor apenas roncar para o usuário tirar o dedo do gatilho.

 

Bem, a solução seria no seu caso uma fonte linear ( sem chaveamento ), aquelas com transformador , diodo, capacitor e regulador de tensão, mas um trafo de 18V por 10A é relativamente caro.( se bem que nem tanto como a bateria original dessas parafusadeiras )

 

Eu fiz o seguinte : comprei no ML uma fonte de 24V por 10A  em torno de 60 R$ e uma plaquinha stepdown de 8A  por uns 40 R$ !  Pronto , funcionou .

 

 

 

Outra solução, mais barata ainda ( que também testei )  :  usar duas fontes ATX    e somar os 12V de uma com os 5V da outra, obteria 17V por uns 10A tranquilamente.

 

'_'

 

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
19 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

12V de fonte de pc...

... cai por terra. ... ou não... só testando mesmo...

Eu testei isso no passado, pois vi em videos do youtube os caras fazendo com fonte de pc... (mas eram fontes antigas).

Testei recentemente com fontes novas atx, e assim que liga ela entra na proteção...

 

Parei de me incomodar com isso quando comprei uma boch de ligar direto na tomada... outra vida... (pra quem não precisa de mobilidade)

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
22 minutos atrás, BloodCeltics Lopes disse:

Testei recentemente com fontes novas atx, e assim que liga ela entra na proteção...

Se for por problema de sobretensão retornando de acordo com a teoria descrita, um diodo em série com o + ou se for V negativa, um entre o - e o +, possa dar algum resultado trasladado da teoria pra prática.

Se for proteção de surto de corrente, aí entra em cena uma criatividade técnica conceitual: um botão com 3 posições progressivas. 1ª liga com 3V, 2º no 5V 3º no 12V. A ideia é dar uma "partida suave" no 3 e 5V já que eles fornecem corrente elevada e depois o 12V assume - pega o bonde andando. Conta-se com alguma inércia do rotor.

 

Só viagem teórica... Se você, caro leitor, quiser tentar algum dia, se achar que deve publique o resultado prático...

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×