Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Gabriel Torres

Mitos do hardware #16: perguntas mais comuns

Recommended Posts

Tópico para a discussão do seguinte conteúdo publicado no Clube do Hardware:


Mitos do hardware #16: perguntas mais comuns


"Neste episódio da série "Mitos do hardware", respondemos às seis perguntas mais comuns que usuários fazem no Fórum do Clube do Hardware. Confira!"


Comentários são bem-vindos.


Atenciosamente,
Equipe Clube do Hardware
https://www.clubedohardware.com.br

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Dioney Froes Januario disse:

eu queria é saber de onde veio essa de a memoria da placa de video deve ser igual a memoria ram, ddr3 de video com ddr3 de ram, quem disse essa *****, porque ainda vejo gente por ai com essa perola

 

Isso é "lógica", é uma dúvida inocente de quem não entende totalmente como funciona o computador.

É muito mais comum do que você imagina.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Senti falta de uma questão que sempre aparece também: "posso trocar processador e/ou placa de vídeo do meu notebook por um(a) de maior capacidade de processamento?".

 

Apesar que essa questão pode se enquadrar na pergunta #4 do vídeo, mas creio ser uma coisa mais específica.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@mick.07 Obrigado pela sugestão, perguntas sobre upgrade de notebook são realmente bastante comuns por aqui. Anotada para uma próxima rodada!

 

@XtremeXX Este procedimento que você fala faz com que a memória de vídeo da placa de vídeo seja aproveitada como área de armazenamento (como se fosse um HD/SSD) e não para aumentar a memória (RAM) que o processador acessa. A pergunta era sobre uso da memória de vídeo como se fosse memória principal do sistema, e não sobre uso da memória de vídeo para outras finalidades.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Gabriel Torres uma das perguntas frequentes que vejo mesmo é se a fonte aguenta um PC.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gabriel, bem-vindo e apareça mais! As dúvidas citadas de upgrade de notebook são comuns, mesmo. Outra coisa que tenho visto é que as pessoas não entendem como os downloads podem ser tão rápidos e os uploads não, ou seja, poucos sabem da assimetria das conexões banda larga em geral. A pessoa configura o Google Drive ou serviço semelhante e acha que já tá "na nuvem", rapidão.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esta série de mitos do hardware é demais, sempre paro para lembrar das pérolas.

 

Certo dia um amigo me falou que ia aumentar a velocidade do plano de internet de casa, porque o sinal não chegava no quintal.

 

 

  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
13 horas atrás, Alessandro Magri disse:

Esta série de mitos do hardware é demais, sempre paro para lembrar das pérolas.

 

Certo dia um amigo me falou que ia aumentar a velocidade do plano de internet de casa, porque o sinal não chegava no quintal.

 

 

Sim, tem gente que aumenta o plano porque o sinal fica caindo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 12/12/2018 às 09:30, GabrielLP14 disse:

um PC ghaga

 

O que é "ghaga"?

 

@Alessandro Magri Isso aí está mais para a seção "Causos" aqui do Fórum... rs.

 

https://www.clubedohardware.com.br/forums/forum/44-causos/

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 13/12/2018 às 10:23, Gabriel Torres disse:

 

O que é "ghaga"?

 

@Alessandro Magri Isso aí está mais para a seção "Causos" aqui do Fórum... rs.

 

https://www.clubedohardware.com.br/forums/forum/44-causos/

 

 

Acabei escrevendo algo errado más seria mesmo se uma Fonte aguente PC X com config X

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 14/12/2018 às 18:06, GabrielLP14 disse:

eria mesmo se uma Fonte aguente PC X com config X

 

Já temos um vídeo explicando isso:

 

 

  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 14/12/2018 às 18:06, GabrielLP14 disse:

se uma Fonte aguente PC X com config X

Apesar de concordar que é uma dúvida frequente, não se trata de algo a ser chamado de mito. Senão poderia incluir no TOP 10 as perguntas "Meu PC roda CS:GO?" e "Meu PC roda PUBG?"

Aliás o Gabriel Torres já fez um vídeo sobre como calcular quantos W o PC necessita e qual seria  fonte mais indicada.

 

Em 12/12/2018 às 10:04, Tiago Leão disse:

as pessoas não entendem como os downloads podem ser tão rápidos e os uploads não

Isto se elas souberem o que é upload. Entretanto é mais erro dos provedores em não divulgarem este tipo de taxa de velocidade em seus planos.

  • Curtir 1
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Gabriel Torres disse:

 

Já temos um vídeo explicando isso:

 

 

A sim sim, eu entendo que não há nenhum mito só digo mesmo que é uma das questões que mais vejo por aqui

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sei que com certeza no seu livro deve ter a resposta, mas como eu perdi a black friday, tô com vergonha de perguntar pro alê tabajara super atarefado e encontrei mil respostas diferentes, o maior mito do hardware é sobre seu manuseio: tenho que me aterrar pra mexer com os componentes ou não? Eu já li que:
1- sim, tem;
2- sim, e prego na parede serve;
3- o neutro da casa serve, põe o jacaré da pulseira antieletroestática lá e já é;
4- sim, só pôr a mão na parte sem tinta do gabinete com pc ligado (e se prepara pra tomar o choque dos deuses);
5- sim, é só pôr algo de borracha que isola;
6- sim, manda um pedreiro fazer obrigatoriamente na sua casa com 2 m de aterramento;
7- sim, usa pulseira/manta/luva/avental ou tudo junto;
8- não e não queima nada;
9- não e queima tudo;
e por aí vai...
Então o maior mito é de como eu faço pra poder mexer no ca**** do pente de memória ram.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Dosmn Realmente aterramento dá um bom tópico para a série "mitos do hardware", embora eu já tenha escrito dois artigos bem completos sobre o assunto. Ver também o vídeo sobre filtros de linha, onde explico a importância do aterramento. Posto todos os links abaixo.

 

 

 

 

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Pra mim o maior mito do hardware é sobre energia estática. Dá vontade gravar um vídeo metendo a mão inteira na placa-mãe e ligando o computador.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@DanieLL32 Isso não é mito. Realmente a eletricidade estática danifica equipamentos. O que acontece é que onde você mora a umidade relativa do ar não é baixa. Em locais mais secos, com umidade de 20% para baixo, realmente passa a ser um problema. Só por que nunca aconteceu nada contigo não significa que o problema não exista.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 24/12/2018 às 20:03, DanieLL32 disse:

Pra mim o maior mito do hardware é sobre energia estática. Dá vontade gravar um vídeo metendo a mão inteira na placa-mãe e ligando o computador.

Ate o dia que voce queimar uma memória RAM, aí muda de opinião...

Eu ja tomei choques super fortes de monitores novos tirando da caixa. Quando era molecão, trabalha como técnico para uma rede de supermercados e estava trocando 18 monitores de caixas. A Samsung na época tinha o habito de proteger as telas com um plástico aderente, tive a genial atitude de puxar bem rápido o plástico da tela. Quando ela soltou do monitor, o choque foi estão forte que meu braço ficou dormente. placa-mãe é um pouco mais difícil, mas memória RAM é muito comum queimar por estática.

adicionado 3 minutos depois
Em 26/12/2018 às 08:49, Gabriel Torres disse:

@DanieLL32 Isso não é mito. Realmente a eletricidade estática danifica equipamentos. O que acontece é que onde você mora a umidade relativa do ar não é baixa. Em locais mais secos, com umidade de 20% para baixo, realmente passa a ser um problema. Só por que nunca aconteceu nada contigo não significa que o problema não exista.

Ah essa questão da umidade que o @Gabriel Torres levantou, é um ponto tão importante que em data centers, além da temperatura, a umidade do ar também é controlada, porque os equipamentos acabam dando problema até sem ninguém estar mexendo. Por essa razão usa-se aparelhos de ar condicionado especiais em locais assim.

  • Curtir 2
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
21 horas atrás, sdriver disse:

Ah essa questão da umidade que o @Gabriel Torres levantou, é um ponto tão importante que em data centers, além da temperatura, a umidade do ar também é controlada, porque os equipamentos acabam dando problema até sem ninguém estar mexendo. Por essa razão usa-se aparelhos de ar condicionado especiais em locais assim.

 

Conta também que às vezes o piso é acarpetado e a sola do calçado se eletriza com facilidade.. aí é choque até nos colegas.

  • Curtir 2
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 26/12/2018 às 08:49, Gabriel Torres disse:

@DanieLL32 Isso não é mito. Realmente a eletricidade estática danifica equipamentos. O que acontece é que onde você mora a umidade relativa do ar não é baixa. Em locais mais secos, com umidade de 20% para baixo, realmente passa a ser um problema. Só por que nunca aconteceu nada contigo não significa que o problema não exista.

Caramba, sério???? Aqui onde moro, mesmo nesse calor, a umidade está sempre em torno de 75%-90%, e eu vou começar a brincar com manutenção esse ano e tô com dificuldade de saber o que fazer pra proteger os equips da energia estática, uma vez que, como falei anteriormente, existem mil e uma informações e aqui no Brasil não são todos os lugares que tem aterramento, ou seja, coisas como pulseiras e mantas ficam inválidas nesses casos. Também cogitei o uso da luva, mas disseram que o bom mesmo é ter as mãos nuas e dissipar a estática, com tanta informação de 'rodeio' tô quase desistindo de fazer qualquer coisa...

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 26/12/2018 às 08:49, Gabriel Torres disse:

@DanieLL32 Isso não é mito. Realmente a eletricidade estática danifica equipamentos. O que acontece é que onde você mora a umidade relativa do ar não é baixa. Em locais mais secos, com umidade de 20% para baixo, realmente passa a ser um problema. Só por que nunca aconteceu nada contigo não significa que o problema não exista.

Hoje em dia não dá para fazer mais, já que não se encontram mais monitores CRT, mas quando eu fiz meu primeiro curso de informática me lembro do pessoal colocando a mão espalmada na tela no monitor enquanto ele ligava e a outra mão, com dois dedos esticados a poucos milímetros do pescoço do colega ao lado. As vezes saía cada estalo cabuloso!

  • Haha 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, Dosmn disse:

Caramba, sério???? Aqui onde moro, mesmo nesse calor, a umidade está sempre em torno de 75%-90%

 

Tá explicado o motivo de você nunca ter visto este problema! :) Leia também o que os demais colegas explicaram sobre ambientes com ar condicionado forte (que remove umidade do ar) e carpete. Quando morava nos EUA, por exemplo, a cidade onde morava tinha umidade abaixo de 20% e a gente tomava choque só de cumprimentar alguém ou quando ia abrir uma porta.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×