Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Flavia Dutra

Boletim 1.755 – 14/12/2018

Recommended Posts

Boletim 1.755 – 14/12/2018
Boletim 1.755 – 14/12/2018
Editado por Flavia Dutra
Enviado para
Proibido Copiar ou Republicar


Índice

 

1. Artigos da Semana

2. Intel revela a Foveros 3D, sua nova tecnologia de composição de processadores

3. Sony anuncia a demissão de 200 trabalhadores do setor móvel da Europa

4. Mercado de smartphones deve aumentar 3% após o primeiro trimestre de 2019

5. Google decide encerrar a rede social Google+ em abril de 2019

6. Facebook registra diversas patentes que calculam a localização futura dos usuários

 

1. Artigos da Semana


Enquete Clube do Hardware: qual a melhor marca "gamer" de 2018?

Teste do SSD HyperX FURY RGB de 480 GiB

Mitos do hardware #16: perguntas mais comuns

Teste da placa de vídeo Gigabyte GeForce RTX 2070 GAMING OC 8G

 

2. Intel revela a Foveros 3D, sua nova tecnologia de composição de processadores


A Intel apresentou a Foveros 3D, sua nova tecnologia para a composição de processadores, montados com vários componentes individuais (chiplets) e empilháveis.

 

A tecnologia oferece um chip personalizado para cada tipo de dispositivo, onde os chiplets (memória cache, chip gráfico, chips adicionais de CPUs, chips de IA) podem ser montados uns sobre os outros, possui arquitetura x86 híbrida e processo de fabricação de 10 nm contendo chiplets de 10, 14 e 22 nm.

 

Além disso, a tecnologia permite agregar chiplets das microarquiteturas Core e Atom ao mesmo tempo, com o intuito de proporcionar desempenho otimizado no dispositivo.

 

A empresa comentou ainda que nova tecnologia Foveros 3D será lançada no segundo semestre de 2019.

 

3. Sony anuncia a demissão de 200 trabalhadores do setor móvel da Europa

 

A Sony Mobile anunciou a demissão de aproximadamente 200 funcionários na Europa até março de 2019 como parte do corte de custos no negócio de smartphones divulgado em outubro deste ano.

 

Um porta-voz da empresa comentou que os trabalhadores dispensados fazem parte da divisão móvel situada na cidade de Lund, na Suécia.

 

De acordo com a Sony, existem 1.200 pessoas trabalhando na sede da Suécia, englobando diversos setores além do mobile.

 

Em um comunicado, a Sony disse que pretende reduzir pela metade seus custos de negócios móveis nos próximos anos, porém ainda lançará nos próximos meses os novos smartphones Xperia XZ4 e XZ4 Compact.

 

4. Mercado de smartphones deve aumentar 3% após o primeiro trimestre de 2019


Relatório da consultoria IDC mostra que o mercado mundial de smartphones crescerá novamente após o primeiro trimestre de 2019, com previsão de aumento de 3% na quantidade de aparelhos vendidos em comparação a 2018.

 

A IDC revelou ainda que o mercado de smartphones deve aumentar modestamente até o ano de 2022. A China, responsável por 30% das vendas mundiais, continuará com o comércio estável em 2019, sem aumento ou queda.

 

Conforme a organização, a expectativa é de queda de 6% nas vendas no quarto trimestre deste ano.

 

Além disso, a IDC estima que diminuição de 3% no número de aparelhos vendidos com o sistema operacional Android e de 2,5% com iOS. Até o final de 2018, o Android estará presente em 85,1% dos dispositivos, enquanto o iOS em 14,5% deles.

 

A consultoria prevê que em 2022 o mercado em geral cresça apenas 1,4%.

 

5. Google decide encerrar a rede social Google+ em abril de 2019

 

O Google informou que decidiu encerrar a rede social Google+ em abril de 2019, quatro meses antes do previsto, após encontrar uma segunda brecha no software somente nesse ano.

 

Segundo informações, a falha permitiu que aplicativos parceiros acessassem dados privados dos usuários, afetando 52,5 milhões de contas, bem como clientes corporativos do serviço durante seis dias no mês passado.

 

Além disso, conforme a companhia, os aplicativos que recolhem dados do Google+ para personalizar seus serviços mediante autorização do usuário perderão acesso à plataforma em 90 dias.

 

A empresa havia informado em outubro deste ano que fecharia a versão para usuários finais do Google+ em agosto de 2019. Na época, o Google afirmou que os dados de perfis de até 500 mil pessoas poderiam ter sido expostos por mais de dois anos a aplicativos parceiros por causa de um erro no sistema.

 

A decisão da empresa aconteceu depois do testemunho do seu presidente-executivo, Sundar Pichai, na comissão judiciária da Câmara dos Deputados dos EUA acerca de práticas de recolhimento de dados do Google.

 

6. Facebook registra diversas patentes que calculam a localização futura dos usuários

 

Fontes ligadas ao assunto revelaram que o Facebook registrou no USPTO (United States Patent and Trademark Office) diversas patentes que informam, além da localização atual, o local futuro dos usuários.

 

De acordo com as informações, o recurso “Trajetórias offline” usaria como base os dados anteriores da localização do perfil, bem como o de outras pessoas. O método calcularia a probabilidade de transição baseada em dados de localização registrados anteriormente e associados a uma pluralidade de usuários que estavam no local atual.

 

Na patente "Previsão de localização por meio de sinais sem fio em redes sociais online", o rastreamento da força dos sinais de Wi-Fi, Bluetooth, dados móveis e NFC ajudariam a estimar as localizações atual e futura dos usuários.

 

E a ideia "Previsão de locais e movimentos de usuários com base em locais históricos para usuários de um sistema online" detalha o uso de informações de localização de várias pessoas para detectar tendências de deslocamento.

 

Apesar do registro das patentes, o Facebook não confirmou quando pretende implementá-las.

 

Atualmente, o Facebook já coleta e explora dados de localização, com propagandas locais, ferramenta de check-in, amigos nas proximidades e localização em tempo real no Messenger.

  • Confuso 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×