Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Andreas Karl

Uma Cygnus SA4 , transistores falsificados e muita frustração

Posts recomendados

Peço gentilmente a ajuda dos amigos do Clube do Hardware. Antes de mais nada peço desculpas pelo "pergaminho" enorme que estou postando, gosto de passar o máximo de informações possíveis.Fazem  duas semanas que este enferrujado técnico que vos escreve está penando em ajudar um amigo a consertar uma potência Cygnus SA4 AB. Inicialmente  por telefone ele disse que ela já tinha passado por outra assistência técnica que não conseguiu fazer funcionar um canal e que ele tinha encontrado alguns Bds em curto. Como dois deles cuidam da alimentação do TL071 sugeri que ele o trocasse. No dia seguinte quando cheguei na oficina dele ele tinha acabado de fazer funcionar. Mas a alegria durou até tirar a famosa lâmpada em série, bastou injetar um sinal e PUF, vários resistores incendiaram. Tiramos a placa e percebi que 3 dos 8 transistores de saída queimaram sendo que 2 tinham cara de serem falsificados até porque a base deles entra em curto com o coletor e não o coletor com o emissor como de costume. De resto pouco sobrou, queimaram TODOS os transistores restantes da placa, um dos zeners de 16 v e vários 1n4148. Nem perdi tempo em testar o TL071, dificilmente teria escapado.  Fomos a uma loja numa cidade a 40 km daqui onde existe uma loja de componentes de confiança e já que não tinham os transistores de saída iguais aos que tinham queimado optamos em comprar 4 pares dos famosos 2SC5200/2SA1943. O dono da loja garantiu que eram da mesma série, todos Toshiba. Testei TODOS os resistores da placa, verifiquei se algum capacitor estava em curto, e passei quase um dia inteiro quebrando a cabeça com a fuga dos transistores novos. Para isso uso um multímetro paleolítico provavelmente da década de 50 que tem a escala de ohms x 100000 alimentada originalmente por um pilha de 30 V (que nunca ouvi falar) que substitui por 3 de 9V em série. Achei a fuga dos drivers um pouco alta, os 2SC5171 tinham uma fuga igual a de um BD 139 (meu multímetro vovozinho costuma indicar uns 250kohms de fuga para o TIP42C, 150kohms para BDs e uns 350k para o 2sc 3281 e também deu isso para os 2SC5200). Estranho que a fuga do 2SA 1930 era baixíssima. Enfim comparei com outros 2SCs para mais de 100 volts que eu tinha aqui e a fuga era semelhante. É tudo para confundir, nos MJ15003/15004 (pelo menos os da década de 90 que tenho aqui) é o PNP que dá mais fuga, 1 Mohm contra 500k...   Testei o ganho também estava normal, procurei casar o máximo o ganho dos digamos "pré-pré drivers" com os drivers. Montei com muito cuidado e não coloquei os transistores de saída novos a princípio, tinham sobrado 2 pares dos originais que dariam para testar perfeitamente com um alto falante de 8 ohms. A placa funcionou muito bem mesmo depois de retirada a lâmpada em série. Coloquei um osciloscópio na saída para ver se havia clipagem assimétrica, tudo ok.  Mas uma surpresa nos aguardava. Quando fui comparar o aquecimento dos transistores com o outro canal PUF. O outro canal também tinha um par de transistores falsificados só aguardando receber um sinal com carga. Óbvio, queimou tudo da outra placa também. Por sorte restaram das duas placas 4 pares de transistores de saída originais. Pena que não sobrou nenhum falsificado, queria ver como seria a fuga dele... Nesse ínterim no meu tempo livre restaurei a outra placa também. Como uma placa é de acesso mais difícil que a outra resolvi montar a que já estava testada em definitivo do lado mais difícil com os quatro pares de transistores 2SC5200/2SA1943 de saída novos. Por via das dúvidas voltei a usar as lâmpadas em série cada vez mais fortes e tudo estava perfeito até que quando tirei a lâmpada para meu desespero PUF. Desta vez o estrago aparentemente foi menor, aparentemente não queimou nenhum transistor de saída nem driver (não testei a fundo ainda, estou esfriando a cabeça...kkk). Queimou um BD139 (Q16) que alimenta o TL 071 (lá se vai mais um integrado) seu resistor de coletor de 180 ohms (bem chamuscado mas ainda dando passagem de 75 ohms) e também o resistor de emissor do Q12 de 56 ohms (pouco chamuscado mas aberto). Uma informação que também acho relevante é que quando testei essa placa com apenas 4 transistores nenhum deles estava ligado nos resistores de 0,33 que acionam o circuito de proteção contra curto na saída através dos resistores de 12 ohms. Além disso os transistores 2SC/2SA não são os que constam no esquema (que também tem um zener desenhado ao contrário e a tensão dos capacitores de filtro não é de 50V e sim de 80V). São eles saída C5242 e a1962 e drivers a1930 e c5171. O transistor de controle da corrente de repouso também é um c5171. A tensão de alimentação em 127 volts esta dando 68+68 volts. Antecipadamente agradeço a paciência de quem leu o meu "romance".    

circuito  SA4.jpg

  • Triste 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ainda estou às voltas com a "bendita" potência. Cada viagem para comprar material com o pedágio sai uns R$ 50,00 então aproveito quando passo pela cidade onde tem a loja. Com muito custo fizemos um canal funcionar, após várias "queimas" dos BDs com suspeita de serem falsificados resolvi substitui-los nos dois canais por Tips 31c/32c/41c/42c. Alguns novos, outros tirados de sucatas nos quais confio mais que nos novos (claro, com a fuga devidamente medida). Os transistores de saída ficaram 4 2SC5200 e 4 2SC1943. O outro canal foi montado com os transistores originais que sobraram mas no teste final de repente deu estalo com faisca no transistor driver e queimou 2 transistores PNP e 2 NPN de saída + os drivers e o transistor da corrente de repouso. Os TIPs diferentemente dos BDs sobreviveram. Eu medi  tensão de alimentação de novo, eu tinha postado 68+68 mas foi com a lâmpada em série (burrada minha), na verdade ela é de 84+84V na rede de 127. Como os capacitores são de 80V me pergunto se esta potência aguenta trabalhar em 127 volts, ao lado da chave de seleção de tensão, o Silk Screen impresso no chassis diz 115 ou 230v. Me pergunto também se foi feita alguma caca no enrolamento do transformador toroidal para a fonte trabalhar perto ou acima da tensão dos capacitores de filtragem. A pessoa que passou o serviço para o meu amigo disse que na igreja onde é usada ela trabalha em "110 volts" com 2 caixas de 8 ohms de em cada canal, portanto 4 caixas. Isso derruba  a tensão da fonte em volumes mais altos que é quando os canais queimam nos testes, nós estamos testando com apenas um falante de 8 ohms. Agora estou pensando em  "partir para a ignorância", vou colocar 4 pares de 2SC5200/2SC1943 no outro canal e vou substituir os drivers por um par deles, também talvez até no lado que está agora funcionando, essa fuga muito alta dos 2SC5271 está me deixando com a "pulga atrás da orelha", foi dele que saiu o estalo. Estou de "saco cheio", vão ser 10 ou 12 transistores de R$11,00. Nunca sofri tanto para consertar uma potência, qualquer ajuda/opinião antecipadamente agradeço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Andreas Karl disse:

Eu medi  tensão de alimentação de novo, eu tinha postado 68+68 mas foi com a lâmpada em série (burrada minha), na verdade ela é de 84+84V na rede de 127. Como os capacitores são de 80V me pergunto se esta potência aguenta trabalhar em 127 volts, ao lado da chave de seleção de tensão, o Silk Screen impresso no chassis diz 115 ou 230v.

Se alimentar com exatos 115V vai sair algo próximo de 77V, ainda é muito perto dos 80.

Ou esses capacitores foram trocados, ou o trafo esteja mesmo enrolado com fio a mais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Renato.88 disse:

Se alimentar com exatos 115V vai sair algo próximo de 77V, ainda é muito perto dos 80.

Ou esses capacitores foram trocados, ou o trafo esteja mesmo enrolado com fio a mais.

Deve ser fio a mais no trafo, as soldas da fonte não estão com cara de que foram mexidas. Daqui a pouco vou fazer que nem a história que você me contou da televisão com uma lâmpada dentro pra não queimar o horizontal, vou botar uma lâmpada palito de 500 ou 1000W lá dentro em série pra derrubar a tensão...kkk. Brincadeiras à parte, que gelada fui entrar, já foi mais de R$ 150 de componentes,  uma das viagens de R$ 50 pra comprar componentes paguei do meu bolso, umas 20 a 30 horas de trabalho esquentando a cabeça pra tentar identificar transistores falsificados vendo transistores para mais de 100 ou 150 volts com mais fuga do que TIP 31, medindo todos componentes das placas, agora estou pensando em gastar mais quase  R$ 150,00 em transistores ... Vamos ter que cobrar uns R$ 600 o conserto que com certeza vão chiar e entregar a potência c. de medo dela pipocar na mão deles. Técnico em eletrônica já era uma profissão ingrata mas hoje tá impossível :(

  • Triste 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!