Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
guilherme appel

RESOLVIDO Calcular a corrente de foucault

Posts recomendados

Gostaria de saber a formula para saber a quantidade de corrente,energia e tensão que sera induzida em um material sujeito a um campo magnético variável.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gostaria de saber como calcular quanta tensão e também quanta corrente é induzida em um material por uma corrente de foucault?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse cálculo é complexo, depende do material, intensidade e geometria do campo, etc. etc.. Em motores e transformadores o maior interesse é medir a potência perdida, que é chamada de perdas no ferro. São obtidas através de ensaios (testes) de circuito aberto e curto-circuito.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 29/05/2019 às 11:30, Ricardov disse:

Esse cálculo é complexo, depende do material, intensidade e geometria do campo, etc. etc.. Em motores e transformadores o maior interesse é medir a potência perdida, que é chamada de perdas no ferro. São obtidas através de ensaios (testes) de circuito aberto e curto-circuito.

Mas sera que não tem em um lugar esses cálculos?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@guilherme appel tem em livros de máquinas elétricas, ex: Fitzgerald. São cálculos utilizados em projetos de dispositivos eletromagnéticos como motores e transformadores. Qual seu interesse nisso?

  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Ricardov Meu interesse é puramente científico e também por curiosidade,e gostaria de tirar outra duvida,digamos estamos com um eletroimã que esta ligado a um fonte de eletricidade de corrente alternada que de 200 watts e pelas contas da energia que é induzida em uma placa de metal próxima a energia induzida é de 230 watts,qual a quantidade de energia que será induzida nessa placa de metal?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@guilherme appel vish. Não tem como induzir mais do que a fonte produz. Isso seria um moto-contínuo e não ecziste. Existem perdas no processo. Como já falei existem muitas variáveis: material da chapa, distância, formato.

Assista vídeos de física como esse:

 

  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@guilherme appel

 

 

Essa compreensão é obtida estudando o Eletromagnetismo. Basicamente, o problema da interação entre corpos magnéticos costuma ser modelado com autoindutâncias e indutâncias mútuas, conforme geometria e composição dos mesmos F5Rua4D.gif.

 

 

 

O livro do Fitzgerald, indicado pelo @Ricardov, faz uma introdução decente aos circuitos magnéticos. Também deve ser útil para os seus interesses.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Ricardov E não daria para haver uma reação em cadeia,por exemplo em um material é induzida uma corrente de foucault,esse material poderia induzir uma outra corrente de foucault em outro material,e assim por diante até toda a energia ter se dissipado em forma de calor.Isso é possivel?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 19/06/2019 às 15:15, guilherme appel disse:

@Ricardov E não daria para haver uma reação em cadeia,por exemplo em um material é induzida uma corrente de foucault,esse material poderia induzir uma outra corrente de foucault em outro material,e assim por diante até toda a energia ter se dissipado em forma de calor.Isso é possivel?

 A corrente de Foucault é uma perda, uma dissipação de energia. Então a preocupação é em reduzir essa perda pesquisando materiais melhores. Como todas as perdas ela provoca aquecimento que prejudica a isolação dos motores e transformadores.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Ricardov disse:

 A corrente de Foucault é uma perda, uma dissipação de energia. Então a preocupação é em reduzir essa perda pesquisando materiais melhores. Como todas as perdas ela provoca aquecimento que prejudica a isolação dos motores e transformadores.

Sim,isso eu sei, mas essa reação em cadeia que eu falei poderia ocorrer?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Seria uma indução em cadeia. Teria que refletir sobre o propósito disso, seria como alinhar diversos núcleos separados. Veja que para otimizar o campo magnético as bobinas são enroladas no próprio núcleo. Aumentar essa distância piora tudo.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 horas atrás, Ricardov disse:

Seria uma indução em cadeia. Teria que refletir sobre o propósito disso, seria como alinhar diversos núcleos separados. Veja que para otimizar o campo magnético as bobinas são enroladas no próprio núcleo. Aumentar essa distância piora tudo.

Mas seria possível?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sei.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Ricardov E mais uma dúvida sobre as correntes de foucault,sobre as condições para elas se formarem,elas só se formam se tiver um campo magnético uniforme?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@guilherme appel  não, para geração de qualquer corrente o campo magnético precisa variar (lei de Lenz).

Assista os vídeos de eletromagnetismo que indiquei.

  • Curtir 1
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Ricardov disse:

@guilherme appel  não, para geração de qualquer corrente o campo magnético precisa variar (lei de Lenz).

Assista os vídeos de eletromagnetismo que indiquei.

Não, eu sei que para haver a formação das correntes de foucault tem quer ter um campo magnético variável, mas eu queria saber se também o campo magnético tem ser uniforme?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@guilherme appel  se é variável não pode ser uniforme. Uniforme significa que não varia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
41 minutos atrás, Ricardov disse:

@guilherme appel  se é variável não pode ser uniforme. Uniforme significa que não varia.

Bom na wikipedia está um desenho de um campo magnético uniforme e por ele está passando uma placa metálica e está sendo induzida uma corrente de foucault nela. Aqui:image.png.8f0b1bb9253a40143e1e29855795342f.png Pergunto:A corrente de foucault só pode aparecer em uma situação como essa?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@guilherme appel sendo mais preciso tem que haver uma variação do fluxo magnético. No caso como a placa se move ocorre uma variação do fluxo. Se mover o imã com a placa parada o efeito é o mesmo.

https://www.infoescola.com/eletromagnetismo/lei-de-lenz/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Ricardov disse:

@guilherme appel sendo mais preciso tem que haver uma variação do fluxo magnético. No caso como a placa se move ocorre uma variação do fluxo. Se mover o imã com a placa parada o efeito é o mesmo.

https://www.infoescola.com/eletromagnetismo/lei-de-lenz/

mas esse mover a placa em um campo magnético que não é uniforme,acontece a mesma coisa?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim, vai até haver uma variação maior. O que interessa é a taxa de variação, que se chama a derivada do fluxo em relação ao tempo.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
39 minutos atrás, Ricardov disse:

Sim, vai até haver uma variação maior. O que interessa é a taxa de variação, que se chama a derivada do fluxo em relação ao tempo.

E como calcula-lá,porque na wikipedia só tem o calculo desse campo uniforme.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já expliquei que esse calculo não é simples pois depende do material e do formato geométrico.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!