Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
henrique T.

Dimensionamento da área de um transformador

Posts recomendados

Olá,

 

Estou fazendo o dimensionamento de um transformador de 500VA para um projeto da faculdade.

 

Estou seguindo o livro sobre transformadores do Alfonso Martignoni, e uma das formulas que não entendi como se deduz é a da área do núcleo de acordo com a potencia dada por:

 

image.png.550924eabb314898911026c3f663f3e7.png

 

Sm: seção magnetica (cm^2)

W2: potencia no secundario (VA)

f: frequencia (Hz)

 

E pelo que vi existem outras formulas que chegam em um resultado parecido.

 

Alguém sabe se esta formula é dada experimentalmente ou algebricamente a partir de outras formulas? Pois sei que existe relação do peso do núcleo com a potência que ele pode entregar, mas não achei um datasheet da lamina de aço silicio GNO para comprovar esta formula.

 

Obrigado.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Até onde eu sei, essa fórmula sai da simplificação de uma fórmula maior, que considera a área da janela do núcleo, sua seção transversal da perna central, da grossura dos fios do enrolamento, do número de bobinas, da perda no núcleo, etc.

Agora, conjecturando...

Tenho este livro. O meu é da 7a edição de 1987.

A fórmula que você postou refere-se a núcleos padronizados E e I para enrolamento dos transformadores, onde há apenas um enrolamento primário e um enrolamento secundário (pg. 80 do meu livro). Ele apresenta, junto com esta fórmula, outras para outros casos.

Basicamente assas fórmulas saíram da fórmula da página 32, item 12; Cálculo da corrente a vazio do transformador. 

 

Tem livros que apresentam essa dedução, mas observe que vai depender da capacidade de ocupar a área da janela do núcleo com fios. Se houver mais secundários e primários, os isolamentos vão ocupar mais área e também vai depender das bitolas dos fios. Então a dedução teórica é somente considerando as correntes de magnetização. Em cima disso, vão entrar as capacidades dos fios dos enrolamentos, e os isolamentos. Isso tudo é feito considerando um acréscimo na temperatura do núcleo e dos enrolamentos. Então já viu, né? Mais aquecimento no trafo, reflete em maior potência no secundário e maiores perdas. Se considerar mais aquecimento no núcleo e nos enrolamentos, se economiza em material (menos ferro e menos cobre) e deixa-se a conta de energia elétrica das perdas para o usuário.

MOR_AL

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O pessoal aqui faz também o cálculo da área do carretel para núcleo de ferrite assim ?kkk estou meio perdido , rsrs tem gente que não usa carritel , vai logo enrolando no núcleo ! Acho que esse C é  a medida do espaço do núcleo , rsrs é claro  ! Mais preciso medir só as laterais C para calcular toda a área,? Ou medir to o quadrado  ? Sei não VEI ,sei não rsrsrs!

Screenshot_20190530-214023.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!