Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
ClinkLinck

Porque não é recomendável comprar PC "Gamer" em Lojas de Geladeira

Posts recomendados

Saudações ao pessoal do Clube do Hardware.

 

Este tópico foi feito tendo como alvo os iniciantes da informática e os visitantes que estão procurando um PC Gamer e vêm aqui para resolver suas dúvidas. É muito comum uma pessoa mais leiga finalmente ter a grana para comprar o tão sonhado PC Gamer, porém, não sabendo onde comprar e não conhecendo lojas especializadas em que confia, viram sua atenção à sites muito comuns de nosso cotidiano, as tão chamadas Lojas de Departamento, apelidada aqui como "Loja de Geladeira". Lojas como Casas Bahia, Submarino, Extra, Americanas, Magazine Luiza, entre outras. Porém, eles não sabem da cilada que estão caindo. Felizmente, muitos dos que estão pensando em comprar nessas lojas vem ao fórum, e por isso vejo muitas dúvidas relacionadas à compras nestes sites. É por este motivo que senti a necessidade de escrever sobre o assunto.

 

Bom, a pergunta é: Qual a razão destes famigerados computadores serem considerados bombas?

Vamos à um exemplo, vejamos um computador montado por uma "marca" que tem aparecido muito nos fóruns, a EasyPC.

Exemplo - "Computador Gamer Completo Easy PC Intel Core i5 (GeForce GTX 1050 Ti 4GB) 8GB HD 1TB Monitor LED 19.5"

 

A princípio, uma pessoa leiga pode bater o olho e pensar que é um ótimo computador. Afinal de contas, ele contém um i5, que o pessoal fala tanto sobre. O nome já está marcado na cabeça da pessoa como denotação de desempenho, devido ao marketing agressivo dos ultimos anos. Além disso vem com uma placa de vídeo da nVidia, uma marca que ele vê toda vez que abre um jogo e aparece aquele ícone:

image.png.324d6841ba7772c3d6b331c008c0209b.png

Continuando no titulo, ele vê 8GB de RAM e já pensa ser bastante, afinal, seu ultimo notebook tinha 4GB de RAM (ou pior ainda, 2GB). 1TB de HD e aquela fotografia bonita do computador, junto com seus periféricos e um monitor, deve ser um baita de um PC Gamer, certo? É ai que entra o pulo do gato, pois o comprador leigo não vai entender nada do que as especificações querem dizer, e já se decidiu que é um bom computador, de uma loja que ele sempre vê, então deve ser confiável. É nisso que os vendedores dessas lojas apostam.

 

Para começo de conversa, essas grandes lojas na verdade terceirizam o produto, atuando como um varejo, onde cada varejista anuncia por um preço. Nesse caso, o verdadeiro vendedor não é a Americanas, mas como podemos ver no exemplo, é a WorldPC. É ela que vai oferecer a garantia e não a Americanas.

 

Mas vamos à Ficha Técnica e seus problemas:

De início temos o processador, um Intel Core i5. Existem várias gerações de Intel Core, já que esse nome está sendo utilizado à mais de 10 anos, atualmente estamos na 9ª Geração (codenome Coffe Lake-S) e para saber de que geração um i5 é, precisamos saber o seu modelo. Tomemos como exemplo o Core i5 9400F, este 9 inicial denota sua geração, a 9ª, um Core i5 3470 é um Core de 3ª geração.

 

Embora ambos tenham o codenome i5, a diferença entre eles é gigantesca, o core i5 9400F tem 6 núcleos com turbo máximo até 4.1GHz, enquanto um core i5 3470 tem 4 núcleos com turbo máximo de 3.6GHz. Além disso, as diferenças entre as gerações não são só numero de núcleos e velocidade do clock. Temos também diferenças de arquitetura. A 9ª Geração é Coffe Lake-S enquanto a 3ª Geração é Ivy Bridge. Mas o que isso significa? Essas diferenças de arquitetura vão definir sua litografia (que é a densidade de transistores) e o IPC (Instruções por Ciclo) do processador, definindo o consumo e o desempenho do mesmo. Resumindo, ainda que os dois i5 tivessem o mesmo número de núcleos e a mesma velocidade de clock, o core i5 de 9ª geração ainda teria um desempenho muito superior ao do i5 de 3ª, cerca de até 50%. Se quiser entender mais sobre IPC, recomendo este artigo da TechTudo:

O que significa IPC e qual sua função nos processadores

 

Porém o vendedor não especifica o modelo do Core i5, nem sua geração. Então sem especificar nada, ele pode ser tanto um mísero Core i5 650 de primeira geração, um dual core, como também pode ser um Core i5 9600K. Mas podemos identificar qual core i5 é baseado em seu clock, de 3.1GHz com turbo máximo de 3.4GHz, que parece corresponder à um Core i5 2400, um Sandy Bridge de 2ª geração, com 4 núcleos. Ele tem um desempenho similar à um Pentium G5400, com 2 núcleos reais e 2 núcleos virtuais, totalizando 4 núcleos lógicos (denominado Thread), que devido à um sistema diferente de nomeação, não conseguiríamos saber que na verdade se trata de um processador de 8ª Geração. Então aqui temos desempenho de processador de entrada (ou seja, de baixo custo), ao contrário dos Core i3 e i5, que são processadores denominados mid-end (que tem um preço mais alto).

 

Mas o preço é bem barato, então não tem problemas ter desempenho de processador de entrada, depois é só colocar um Core i9 9900K, não é? Infelizmente, não.

A questão acima pode parecer boba para alguns, mas até eu pensava que depois de comprar a placa-mãe uma vez era só colocar processadores mais fortes depois.

O desenvolvimento de arquiteturas mais eficientes costumam exigir mudanças no soquete das placas-mãe, devido ao modo que a energia vai ser entregue ao processador, invenções de novas tecnologias como as memórias DDR4, questões de temperatura, ou simplesmente porque a fabricante do processador decidiu que vai mudar de soquete, forçando o consumidor a trocar de placa-mãe.

 

O core i5 2400 vai estar preso ao soquete LGA 1155, placas-mãe que costumam comportar Intel Core de 2ª e 3ª Geração. O máximo que você vai ter de upgrade é um Core i7 3770, com desempenho entre um Core i3 9100F e um Core i5 9400F. Para efeitos de exemplo, ele leva, com pouco gargalo, uma GTX 1070. Porém, é aí que entra o próximo problema: a placa-mãe. Um ponto crucial da placa-mãe é o chipset, uma peça que define a compatibilidade e as conexões que elas podem ter.  Temos por exemplo o chipset H61, B75 e Z77. Dependendo do chipset, a placa-mãe vai ter uma construção diferente para comportar as novas conexões, além de chipsets mais avançados terem um melhor suporte para processadores mais potentes, como o i7. Uma H61 é mais fraca e não vai utilizar todo o potencial deste processador. Conhecer a marca também é bastante importante para que tenhamos os drivers, atualizações de BIOS e suporte mais acessíveis.

 

E o vendedor cita alguma dessas coisas? Não. Não sabemos nem a marca e nem o chipset da placa-mãe. O chipset provavelmente é H61 de uma marca genérica, como Positron, Positivo, Itautec, PCWare, Megaware, etc. Quais os problemas dessas marcas? É quase impossível achar driver e atualizações de BIOS para elas, pois são marcas que pegam placas-mãe de outra fabricante, como a Foxconn ou a ECS, e remarcam ela com seu próprio nome. Alguem que conhece muito de placas-mãe consegue reconhecer a qual marca e modelo ela corresponde, mas uma pessoa leiga não, o que vai gerar muita dor de cabeça para alguem que precisa achar um driver ou uma BIOS perdida.

 

E porque raios alguem se preocuparia em atualizar a BIOS? Ultimamente, apareceram muitos problemas no fórum de placas-mãe de terceira geração que não reconhecem placas de vídeo atuais como a série GTX 1000 da nVidia ou RX 500 da AMD. Muitas vezes esses problemas são resolvidos com a atualização da BIOS, principalmente em chipsets mais avançados, como os B75 e Z77 já mencionados. Porém, em algumas placas-mãe H61, mesmo a atualização da BIOS não funciona, acabando com a chance de upgrade da máquina, destruindo sonhos e bolsos de pessoas que só queriam jogar e vão passar por mais uma dor de cabeça.

 

Tá, mas o PC já vem com uma GTX 1050 Ti e ele vai estar funcionando, então porque eu ligaria? Exatamente porque a próxima placa de vídeo que você quiser comprar pode não ser mais compatível com sua máquina, e se você realmente for gamado em jogos, você vai querer fazer o upgrade um dia, melhor se precaver do que se arrepender no futuro.

Prossigamos agora com a memória. Existem vários tipos de memória, mas as que são mais vendidas no mercado atualmente são DDR3 e DDR4. Os processadores da atual geração usam todos DDR4 e por isso o vendedor fez questão de não detalhar qual o tipo de memória que o PC está utilizando, pois quer que o cliente acredite que ele esteja comprando um computador com peças de ultima geração. Além disso, não cita as velocidades das memórias (DDR3 se dividem em 1066MHz, 1333MHz, 1600MHz, 1866MHz e 2133MHz) para camuflar mais ainda, pois você não vai conseguir reutilizar as memórias DDR3.

 

Então, o que temos? Processador não especificado, placa-mãe e memórias provavelmente genéricas. Onde isso nos leva? Computadores de escritório. Estes vendedores aproveitam para comprar lotes e lotes de empresas, que para se manterem sempre eficientes e atuais, abrem mão de seus computadores mais antigos. É isso mesmo! Essas peças deste computador novinho que você pensa que é... são de segunda mão. Peças usadas e reutilizadas. É impossível serem novas pois todas elas pararam de ser fabricadas à mais de 6 anos. Então o comprador leigo pensa estar comprando um produto novo, mas na verdade ele tem peças usadas.

 

Qual o problema de peças usadas? Nenhum, o problema é o vendedor enganar um consumidor falando que algo velho é novo. O problema é ele não especificar a procedência do produto. Imagine um Honda Civic 2019 usando o motor de um Opala 1977, sendo vendida como produto novo. E imagine você quando chega todo feliz com seu Honda Civic que você pagou 35 mil, enquanto seus amigos todos pagaram 100 mil. O problema é que este Civic vai andar como um Opala. Você pode até ter pago menos que um Civic, mas você pagou bem mais que um Opala, e agora vai ser a dor de cabeça para o comprador se der qualquer problema.

 

Após esta analogia boba, vamos continuar nossa análise das fichas técnicas. Vamos falar da placa de vídeo. Aqui o vendedor específica tudo, pois é do que ele menos se preocupa. É uma legítima GTX 1050 Ti. Não é um produto a se recomendar, e por isso ela está na lista de Produtos Bomba, não vamos entrar neste mérito aqui, se quiser saber mais, leia:

 

Ela tem consumo de 75W e não precisa de conector na fonte, puxando toda a energia da placa-mãe, o que é bem conveniente para o vendedor, pois ele vai poder economizar na parte mais crucial para o bom funcionamento do PC: a fonte, também não muito especificada pelo vendedor. Sabemos a potência de 500W, de que é preta e de que é "Gamer". Ceeeerto... mas qual a marca e o modelo? Uma fonte de péssima qualidade, com baixa eficiência e que não entrega a potência rotulada pode se travestir de gamer se for pintada de preto para ficar bonita.

 

image.png.b2157da989ec76deb8935ac108a2bb62.png

 

E como saber se ela é de péssima qualidade ou não? Pela marca e modelo, que o vendedor convenientemente não mencionou. Se quiser saber mais de como descobrir se a fonte é bomba, leia este outro tópico, muito importante:

As ultimas coisas que faltam ser comentadas é o HDD, o Gabinete, Monitor e periféricos. O HDD é especificado como um 7200RPM 6GB/S (que é a taxa de transferência do SATA 3, que vai ser sub-utilizado pela placa-mãe, já que placas-mãe de segunda e terceira geração da Intel não tem suporte à SATA 3, utilizando SATA 2, com metade da taxa de transferência). O Gabinete é um "Gamer Aegis", provavelmente um gabinete remarcado, mas não parece ter nada de errado e ele vem com algumas fans.

 

Mesmo depois de toda essa análise, o comprador ainda pode pensar que o preço compensa, já que o computador vem com Monitor e Periféricos. Só tem um porém. O monitor de 19.5" não tem modelo especificado, nem resolução. O monitor mais baratinho de 19.5" pode ser encontrado na faixa de 350 a 400 reais (com resolução 1366x768, não é nem FullHD), enquanto esse kit de periféricos gamer pode ser encontrado na faixa de 150 reais. Então se considerarmos apenas a máquina, será pago um valor de 2000 reais, porém ela não vale nem 1500 reais, devido à todos os fatos já mencionados. Você vai estar pagando 500 reais só pela "mão de obra" do vendedor e pela garantia (de apenas 1 ano, com gabinete lacrado, nem pense em abrir a lateral, ou você perde sua garantia). Mas vai perder possibilidades de upgrades no processador e na placa de vídeo, vai ter memórias genéricas e não-reutilizáveis e ainda leva de brinde uma fonte de baixa qualidade. A próxima vez que você for fazer um upgrade, você vai ter que trocar o computador inteiro, um desperdício de tempo e dinheiro. Além disso, a fonte ainda pode acabar com a vida util que possivelmente resta do seu PC, obrigando você a fazer esse upgrade mais cedo do que imagina.

 

Me perdoe pelo tópico longo, mas precisava explicar da maneira mais esclarecedora possível. Quaisquer sugestões sobre alterações no tópico são bem-vindas.

  • Curtir 19
  • Obrigado 4
  • Amei 6
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente tópico, bem completo, merece ser fixado!
Como os anúncios tendem a sair do ar, printei pra deixar registrado os comentários de clientes extremamente satisfeitos do próprio anúncio que você usou de exemplo. Nada melhor que a prática pra confirmar a teoria:

image.thumb.png.e6827484a39349bd3d187bf381fecefd.png
  

adicionado 7 minutos depois
39 minutos atrás, ClinkLinck disse:

pela garantia (de apenas 1 ano, com gabinete lacrado, nem pense em abrir a lateral, ou você perde sua garantia)

Isso é o fim da picada... Meu PC fica em cima da mesa e tem filtros de poeira em todas as entradas; abro pra limpar a cada 3 meses mais ou menos e já tá que parece um aspirador de pó. Imagino a maravilha que fiquem essas belezinhas sem filtros de poeira depois de 1 ano fechadas...

  • Curtir 4
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tópico fixado por apresentar grande relevância.

 

@ClinkLinck Parabéns pelo trabalho! Devemos combater essas empresas picaretas que lucram abusando da falta de conhecimento das pessoas. 

  • Curtir 7

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@ClinkLinck Bom dia

 

Parabéns pela iniciativa, ficou excelente o tópico.

 

Att Edvaldo

  • Curtir 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Achei bem informativo, eu sou um desses que ainda é leigo mas estou tentando de todo jeito mudar isso, tanto que vou comprar um pc novo pra mim e vou optar pela tera para comprar o meu, já na lan house que ajudo o dono sempre quer comprar nas lojas americanas, chegou a comprar recentemente uns lá até agora não deu problema né mas... e um colega meu recentemente comprou um 2200G lá, gostei muito e agora sei bem como pesquisar, e sei que você também não está generalizando sei que também tem computadores que podem valer a pena lá se pesquisar bem afundo.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Luiz2020 disse:

Achei bem informativo, eu sou um desses que ainda é leigo mas estou tentando de todo jeito mudar isso, tanto que vou comprar um pc novo pra mim e vou optar pela tera para comprar o meu, já na lan house que ajudo o dono sempre quer comprar nas lojas americanas, chegou a comprar recentemente uns lá até agora não deu problema né mas... e um colega meu recentemente comprou um 2200G lá, gostei muito e agora sei bem como pesquisar, e sei que você também não está generalizando sei que também tem computadores que podem valer a pena lá se pesquisar bem afundo.

Sim. Este tópico não foi uma crítica aos compradores leigos e sim a conscientização de que existem muitos vendedores que se aproveitam desta plataforma para enganar pessoas, causando muitas dores de cabeça e prejuízos.

Se você realmente achar um computador com todas as especificações explicitadas e concordar que vale aquele preço, sem achar nenhum outro computador que atende as suas necessidades na mesma faixa de preço, vá em frente. Mas quando a loja especializada facilita todo esse processo, não tem porque ficar procurando computadores gamer em lojas de departamento. Pelo menos é o que penso, mas vai de consumidor para consumidor.

  • Curtir 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente tópico, eu mesmo, quando resolvi ir atrás de um pc gamer, pela minha falta de conhecimento, achava esse pcs de "loja de geladeira" maravilhosos, mas pesquisando a fundo você descobre que  aqueles R$ 3000,00 que você gastaria em um pc desses seria muito melhor gasto em lojas especializadas e com procedência.

Ainda estou em processo de aprendizado de como montar algo bom com o meu orçamento mas tenho certeza que nessas lojas de geladeira eu não compro.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 24/06/2019 às 23:11, Luiz2020 disse:

... e um colega meu recentemente comprou um 2200G lá, gostei muito e agora sei bem como pesquisar, e sei que você também não está generalizando sei que também tem computadores que podem valer a pena lá se pesquisar bem afundo.

Comprar peças separadas nessas lojas não tem problema nenhum, afinal são as mesmas que você encontra em lojas especializadas (talvez pague mais por isso, mas o produto não muda). Quanto a comprar esses "PC gamers" montados, desconfie sempre. Leia as especificações. Se algo não estive claro, esquece. Você não pode comprar uma coisa e descobrir o que é só depois de pagar. Desconfie também de PCs "completaços" (Mouse, teclado, headset, gabinete, ram, processador, placa-mãe, placa de vídeo, fonte... tudo junto por um precinho camarada. Tem uns que chegam ao absurdo de serem vendidos com a cadeira-gamer😬Easy Pc Completo com mesa e cadeira ) 🤨. Vendo um absurdo desse, eu só imaginando um pai/mãe entrando numa loja dessa pra comprar um PC pro filho. Como não entende nada, vê tudo num kit só e o vendedor da loja esperto acaba realizando a venda. (Eu quaase comprei um PC Easy com "I5 e 8GB de RAM". Graças a Deus, segurei minha onda e comecei a pesquisar. Em 1 mês pesquisando peças pro meu PC aprendi muito. Eu teria me ferrado muito porque o PC não era pra só pra jogo, era pra trabalho (preciso rodar o programa que exige bastante do PC). Enfim, meu relato pessoal para que ninguém caia nessa roubada.

  • Curtir 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom, completo demais mano ... Vai ajudar muito alguns que precisam sanar duvidas !

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é aprendi minha lição, com este pc da easypc. embora para coisa básicas com estudo e navegar ele e bom. estou fazendo um curso básico de montagem e conserto de pc, mais para ganhar um pouco de conhecimento, e poder comprar as peças com tranquilidade. Seja com 2 aulas percebi que foi enrolado neste pc, a placa-mãe era pequena de mais, a fonte de not me mandava um alerta que algo no pc era muito fraco, mais ficou a experiência ruim.

 

obrigado

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ficou excelente o texto, muitos sites de ''lojas  de geladeira'' não colocam nem tensão da fonte,especificações da placa-mãe nada que seja importante realmente não é aconselhavel comprar um pc gamer nesse tipo de loja, e bem melhor comprar as peças e fazer você mesmo seu pc gamer a seu gosto.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 25/06/2019 às 01:37, ClinkLinck disse:

Sim. Este tópico não foi uma crítica aos compradores leigos e sim a conscientização de que existem muitos vendedores que se aproveitam desta plataforma para enganar pessoas, causando muitas dores de cabeça e prejuízos.

Cara excelente trabalho! Sou novo no fórum e já gostei muito do que vi, sempre montei meus Pc em especializadas, por esse motivo, "qualidade das peças" e upgrades. Sempre recomendo a todos meus clientes, e no futuro sempre me agradecem. Sucesso a todos!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fazia tanto tempo que eu não frequentava fóruns, que eu já não lembrava a sensação boa de ler artigos como esse!

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!