Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Faire

Ponte retificadora de diodos de silício

Posts recomendados

Boa tarde pessoal. Referente a uma ponte de diodos de retificação de onda completa. Vamos supor que a carga que irei utilizar irá consumir 600W (tensão 12v), dá mais ou menos 50A de corrente, no caso eu teria que utilizar 4 diodos de +/- 50A? essa é a minha dúvida, se o valor do diodo tem que ser igual o valor consumo pela carga, e não divido pelos diodos, exemplo: ao invés de 50A cada diodo, 25A cada diodo, somando dois daria 50A, acredito eu que isso seja furada mesmo não sabendo ainda a resposta, é porque não acho em nenhum lugar explicando sobre o redimensionamento dos diodos.

Não achei diodos de 50A, teria que ligar em paralelo, mas em paralelo não funciona muito bem, teria que adicionar resistor em série, ai já ficaria complicado, estava pensando em usar um diodo de 1600v x 100a, (R$28,00) cada no aliexpress, ai no caso eu iria comprar 4.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

teve o maior bate boca na faculdade sobre este assunto por causa do semiciclo da rede, na dúvida usa no minimo a corrente nominal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
16 minutos atrás, Faire disse:

Boa tarde pessoal. Referente a uma ponte de diodos de retificação de onda completa. Vamos supor que a carga que irei utilizar irá consumir 600W (tensão 12v), dá mais ou menos 50A de corrente, no caso eu teria que utilizar 4 diodos de +/- 50A? essa é a minha dúvida, se o valor do diodo tem que ser igual o valor consumo pela carga, e não divido pelos diodos, exemplo: ao invés de 50A cada diodo, 25A cada diodo, somando dois daria 50A, acredito eu que isso seja furada mesmo não sabendo ainda a resposta, é porque não acho em nenhum lugar explicando sobre o redimensionamento dos diodos.

Não achei diodos de 50A, teria que ligar em paralelo, mas em paralelo não funciona muito bem, teria que adicionar resistor em série, ai já ficaria complicado, estava pensando em usar um diodo de 1600v x 100a, (R$28,00) cada no aliexpress, ai no caso eu iria comprar 4.

Utilize um transformador com center tap, e aí só utiliza dois diodos na retificação.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
54 minutos atrás, Matthwus disse:

Utilize um transformador com center tap, e aí só utiliza dois diodos na retificação.

Então amigo, a ideia era utilizar um transformador de microondas, retirar o secundário, e enrolar um fio AWG grosso até dar a tensão desejada, 12V, nesse caso eu não sei se teria "center tap", ai no caso teria que utilizar 4 diodos mesmo, se não fosse muito díficil enrolar uma bobina no secundário com center tap eu até poderia fazer, mas não entendo muito sabe, ai iria fazer uma bobina simples no secundário com uma ponte de retificação (eu quero fazer isso para não pagar caro em um transformador que aguente tamanha corrente), o custo que teria seria um transformador de microondas do ferro velho, uns 10 20 reais (verificando a bobina do primário para ver se não tá preta, cheiro de queimado etc) e o custo do cobre, ai enrolar só o secundário mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em primeiro lugar, o que vai alimentar com essa corrente? 

 

Existem pontes retificadoras prontas como essa, é só ligar e é barato:

kbpc5010.jpg

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Renato.88 disse:

Em primeiro lugar, o que vai alimentar com essa corrente? 

 

Existem pontes retificadoras prontas como essa, é só ligar e é barato:

kbpc5010.jpg

Um motor elétrico DC, eu já vi opções como essa no aliexpress que diz aguentar "50, 100a", duvido muito, porque só um diodo de 100a já da o tamanho dessa capsula, não acho muito confiável isso ai não.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Faire disse:

Então amigo, a ideia era utilizar um transformador de microondas, retirar o secundário, e enrolar um fio AWG grosso até dar a tensão desejada, 12V, nesse caso eu não sei se teria "center tap", ai no caso teria que utilizar 4 diodos mesmo, se não fosse muito díficil enrolar uma bobina no secundário com center tap eu até poderia fazer, mas não entendo muito sabe, ai iria fazer uma bobina simples no secundário com uma ponte de retificação (eu quero fazer isso para não pagar caro em um transformador que aguente tamanha corrente), o custo que teria seria um transformador de microondas do ferro velho, uns 10 20 reais (verificando a bobina do primário para ver se não tá preta, cheiro de queimado etc) e o custo do cobre, ai enrolar só o secundário mesmo.

Cara esse transformador e recomendável que você Rebobine ele inteiro tanto primário quanto secundário, esse transformador vai aquecer um monte, precisando até de ventilação forçada, o cálculo dele e utilizado 26 como constante quando o correto e utilizar 42, por isso ele tem menos espiras no primário e um fio mais grosso, e feito para funcionar por pouco tempo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
28 minutos atrás, Matthwus disse:

Cara esse transformador e recomendável que você Rebobine ele inteiro tanto primário quanto secundário, esse transformador vai aquecer um monte, precisando até de ventilação forçada, o cálculo dele e utilizado 26 como constante quando o correto e utilizar 42, por isso ele tem menos espiras no primário e um fio mais grosso, e feito para funcionar por pouco tempo.

Utilizando a fórmula VP X NS / VS. Dá uma quantidade de espiras muito alta no primário (fio fino não rola).

Seguindo a lógica de que se o primário conter 200 espiras e entrar 220v, se enrolar 400 espiras no secundário me forneceria 110v?

O que vai determinar a quantidade de espiras no primário? porque se sigo essa lógica e enrolo um fio AWG bem grosso no primário, tipo 20 ESPIRAS entrando 220v, Logo 1 espira seria suficiente para me fornecer cerca de 11V, isso procede?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

numero de espiras é dado pela seguinte fórmula:

formula.jpg

F= Freqüência da rede

SN= secção do núcleo

B= Densidade Magnética do Material

 

Mas já vou te adiantando, esse núcleo de transformador de microondas, com a constante 26 ele da 1 volt por espira, então se quiser 12 volts AC basta dar 12 voltas, coloque um fio fino mesmo apenas para testar, enrole as 12 voltas e meça a tensão nele.

Mas é o que já te disse antes, esse trafo vai esquentar um monte, fora o consumo altíssimo como se fosse um microondas ligado o tempo todo.

adicionado 2 minutos depois
37 minutos atrás, Faire disse:

Utilizando a fórmula VP X NS / VS. Dá uma quantidade de espiras muito alta no primário (fio fino não rola).

Seguindo a lógica de que se o primário conter 200 espiras e entrar 220v, se enrolar 400 espiras no secundário me forneceria 110v?

O que vai determinar a quantidade de espiras no primário? porque se sigo essa lógica e enrolo um fio AWG bem grosso no primário, tipo 20 ESPIRAS entrando 220v, Logo 1 espira seria suficiente para me fornecer cerca de 11V, isso procede?

Se 200 espiras entrar 220v, logo 400 espiras tem que dar 440v, afinal se você dobrar a quantidade de espiras a tensão tem que dobrar também e não diminuir.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Matthwus disse:

numero de espiras é dado pela seguinte fórmula:

formula.jpg

F= Freqüência da rede

SN= secção do núcleo

B= Densidade Magnética do Material

 

Mas já vou te adiantando, esse núcleo de transformador de microondas, com a constante 26 ele da 1 volt por espira, então se quiser 12 volts AC basta dar 12 voltas, coloque um fio fino mesmo apenas para testar, enrole as 12 voltas e meça a tensão nele.

Mas é o que já te disse antes, esse trafo vai esquentar um monte, fora o consumo altíssimo como se fosse um microondas ligado o tempo todo.

Entendi amigo, obrigado. Então o certo seria enrolar um transformador do zero? tem algum post com os cálculos necessários para tal feito? Eu fiz em uma calculadora online mas me parece que não deu muito certo.

1.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tenho esse, não sei se vai conseguir ver bem.

calculos-001.jpg

 

Claro que tem que fazer umas alterações de acordo a sua necessidade e seu material, como tensão de entrada, tensão de saída, tamanho do núcleo, outra coisa não tente fazer milagre se você quer 12v com 50A da uma potencia de 600w, se seu núcleo não suportar tal potencia, nem tente...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi, só fiquei com 1 dúvida em relação as fórmulas, na onde entra a constante de 42 que você falou (pra ele ficar ligado bastante tempo).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas, todo esse trabalho pra ligar esse motor 12V na rede... 

Não seria melhor arrumar um motor que seja 110 ou 220V? 

 

600W é pouco, qualquer motor desses de máquina de lavar tem uma potência dessas. E se acha fácil em sucatas. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, Faire disse:

Entendi, só fiquei com 1 dúvida em relação as fórmulas, na onde entra a constante de 42 que você falou (pra ele ficar ligado bastante tempo).

Tem duas formas de calcular a espira por volt, uma é essa que esta ai nessa foto, a outra é ESP/V= 42/SN...

não coloquei por que as vezes da uma diferença na tensão, é melhor utilizar igual na folha ali em cima.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 minutos atrás, Matthwus disse:

Tem duas formas de calcular a espira por volt, uma é essa que esta ai nessa foto, a outra é ESP/V= 42/SN...

não coloquei por que as vezes da uma diferença na tensão, é melhor utilizar igual na folha ali em cima.

Sim amigo, só não entendi a relação da constante de 42 em relação a ficar mais tempo ligado, exemplo:

Cálculo bem simplificado:

28,5 CM2 de núcleo * pela constante de 42 que você informou: dá 1,47 voltas por volt, multiplicado pela tensão * 220 = 324 espiras no total.

No caso, na sua fórmula o valor 42 não é utilizado para calcular a eficiência (o quanto ele poderá ficar ligado), tipo na onde entra esse número, no caso do transformador do microondas é 26 como você informou, na onde entra 42 no lugar de 26?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
41 minutos atrás, Faire disse:

Sim amigo, só não entendi a relação da constante de 42 em relação a ficar mais tempo ligado, exemplo:

Cálculo bem simplificado:

28,5 CM2 de núcleo * pela constante de 42 que você informou: dá 1,47 voltas por volt, multiplicado pela tensão * 220 = 324 espiras no total.

No caso, na sua fórmula o valor 42 não é utilizado para calcular a eficiência (o quanto ele poderá ficar ligado), tipo na onde entra esse número, no caso do transformador do microondas é 26 como você informou, na onde entra 42 no lugar de 26?

Sim ao em vez deles utilizarem o 42 ele é calculado com 26, o que faz cair muito o numero de espiras, porém nao pode ficar muito tempo ligado, por conta do aquecimento.

adicionado 39 minutos depois

Imagine que toda aquela parte do ESP/V possa ser substituída por ESP/V=42/SN, mas ao em vez de utilizar 42 eles utilizam 26.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!