Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Strider

Cientistas criam processador com penas de galinha

Recommended Posts

Cientistas criam processador de PC com penas de galinha

O escritório de patentes dos Estados Unidos recebeu o registro de uma nova tecnologia no mínimo estranha, desenvolvida por um cientista da Universidade de Delaware —um processador que, em vez de silício, usa penas de galinha como matéria-prima.

A ideia foi do engenheiro químico Richard Wool. Segundo ele, os pesquisadores envolvidos no projeto atraíram-se pela pena de galinha porque sua estrutura é flexível e resistente, além de ser oca e preenchida com ar —um excelente condutor de eletricidade.

O chip é construído com resina de soja, que dá a base para o alinhamento de seções de pena de galinha. Em testes preliminares, segundo Wool, sinais elétricos foram conduzidos duas vezes mais rápido que em chips convencionais de silício.

Integrante do projeto Acres, Wool e sua equipe estudam fontes renováveis de energia e compostos. O laboratório usa materiais como soja, lã e fibras vegetais para construir objetos complexos.

Mesmo princípio

A ideia de criar um chip com penas de galinha acaba por obedecer o mesmo princípio utilizado hoje na construção de chips de silício.

O processador é basicamente um 'wafer' de silício —como o biscoito mesmo— permeado por uma massa densa de transistores, que funcionam como interruptores. O funcionamento do chip acontece com a passagem organizada de sinais elétricos por esses transistores.

Alguns materiais são mais capazes de conduzir eletricidade que outros. O silício foi adotado pela indústria de chips por ser um composto sólido com boa capacidade de condução. Mas o ar é melhor condutor que o próprio silício, já que praticamente não oferece resistência.

Adoção em escala

Embora tenha produzidos resultados interessantes, os pesquisadores da Universidade de Delaware ainda têm outras perguntas a responder. Principalmente em relação à durabilidade do chip e a problemas como o caráter heterogêneo e irregular das penas de galinha, que são compostas por material orgânico.

Mas Wool acredita que a adoção do processador de penas de galinha em larga escala depende de mais do que isso. A técnica de produção de chips com silício ainda é muito difundida, e a crise atual no setor pode intimidar empresas a adotar novas tecnologias.

Já imaginaram agora o mercado de matéria prima para fabricação de processadores?

Todo mundo criando galinha no quintal.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

... Quem sabe se tudo isto dê realmente certo, os preços cairiam bastante, mas é muito estranho mesmo :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#810541'>A Thermaltake não vai poder fazer coolers para esses processadore, porque ao ligar so pena que avua(avua é ##### né) !!!!!!!! :D  d-:  :laugh:  8D

Valeu !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Guest Rokos

Que eu saiba, a tecnologia da fibra ótica é que estava sendo a principal pauta na pesquisa e desenvolvimento de novos processadores, pena de galinha é material orgânico...acho que isso é só uma notícia de cientistas fora da casinha...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Strider@26 July 2002,21:53

Cientistas criam processador de PC com penas de galinha

Mas o ar é melhor condutor que o próprio silício, já que praticamente não oferece resistência.

Tem alguma coisa errada aí, o ar é isolante e não condutor de energia, ou a matéria ou a tradução está errada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mesmo que isso esteja sendo desenvolvido mesmo, provavelemente não via pra frente. vocês realmente acham que a Intel e a AMD iam aceitar esse tipo de tecnologia no mercado? É que nem carro movido a água. As industrias do petróleo não deixam os projetos irem pra frente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000000'>se fizer com galinha caipira fica melhor ainda o processador..iahiahiaaihiha  :D  :D</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#0000FF'>bom saiu na super interessante uma vez.. sobre chips feitos de espinafre.. isso ai é outra pesquisa louca.. ehhehe.

falou</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Guest Xprince

<font color='#008080'>o cara da notícia.... :P

Achei interessante seu artigo

e fico mais feliz ainda em saber que poderei colocar finalmente meu galinheiro em rede..... :D

fora o silício...viva as galinhas... :D</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Guest Ismael Osmar

<font color='#000080'>Isto pode até ser uma ótima ideia, mas acho q as empresas não vão adotar tão sendo, pois isto foje dos príncipios atuais!!!!!!!! O material orgânico deve ser a ultima coisa q devemos pensar para a industrial tecnologica mundial!!!!

Apesar disso eu aprovo a ideia.  :-BEER</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Guest Fracarolli820

<font color='#0000FF'>Hahahahahahha muito legal esse artigo hahahahahahha

:)))))))  :)))))))  :)))))))  :)))))))  :)))))))  :)))))))  :)))))))  :bye:</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×