Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
proeti

Cache L2 Extra em processadores AMD...

Recommended Posts

aí Galera!

Pessoal, ouvi alguém dizer que é possível fazer uma liberação de Cache L2 Extra em alguns processdores AMD, pessoal, andei procurando isto aqui no fórum mas não consegui encontrar, alguém poderia me ajudar, ou me dizer se isto é verdade mesmo, e se for, como posso conseguir isso?

Vlwww

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, queria agradecer a todos, mas consegui localizar o q estava procurando, segue ajuda para todos q precisarem, como eu:

Habilitação do cache L2 no AMD Duron!

Os processadores AMD Duron com o core Apllebred (freqüências de 1400/1600/1800mhz) são derivados dos AMD Athlon XP com core tbred, assim sendo como um resto de produção onde a única diferença entre os dois modelos é a quantidade de memória cache L2.(nos durons existe uma parte de cache DESABILITADO)

No Athlon existe 256k L2

No Duron existe 64k L2 (192k desabilitados)

Sendo que a quantidade de cache L1 dos dois modelos são iguais (128k L1)

Porém existe uma maneira de transformar um duron (apllebred) em um autentico AMD Athlon abilitando os 192k de memória cache que estão desabilitados.

Para isso você precisa dos seguintes materiais:

Tinta condutiva ou Lápis grafite

Borracha escolar

Lupa

Fita adesiva do tipo durex

(eu recomendo o uso de lápis grafite no lugar de tinta condutiva por ser reversível e mais barato)

1º passo

Você deve observar que no encapsulamento do processador existem vários conjuntos de pontes expostos (L1; L2; L3; L5; etc...)

Posicione o processador com a tarja preta com o nome e numero de serie em pé, do lado oposto você pode observar a existência do conjunto de pontes L2,sendo que a ultima ponte (à direita) está cortada a laser.É exatamente essa ponte que você terá que “ligar” para habilitar o cachê escondido.

2º passo

Corte um pedaço pequeno de fita adesiva e proteja o conjunto de pontes que não serão ligados deixando apenas a ponte com corte a laser descoberta.

3º passo

Com a ajuda de uma lupa você devera riscar varias vezes sobre essa ponte com movimentos de vai e vem até que cubra totalmente a ponte,(até você não conseguir enxergar as pontes douradinhas) se você errar apague com a borracha e recomece.Terminado isso retire a fita adesiva e recoloque o processador na placa-mãe e ligue a maquina.

Agora observe no boot e veja se o nome que aparecerá será duron ou athon (caso sua placa-mãe nunca tenha reconhecido seu duron com duron pule essa parte)

Se o PC conseguir entrar no Windows faça testes para ver se esta estável e se não existe problemas. Eu recomendo o uso d programas como super pi e prime 95 ou o próprio burn in do Sandra.

Pronto se não houve problemas de instabilidade ou travamentos durante esses testes você esta com um duron com 256k L2 habilitadas!...hostilize a máquina normalmente por um período de tempo e se achar necessário refaça o mod com tinta condutiva para tornar o mod permanente

PS: CASO SEU PROCESSADOR NÃO CONSIGA ENTRAR NO WIN OU FIQUE INSTAVEL EM TESTES DESFASSA O MOD USANDO UMA BORRACHA ESCOLAR E NÃO PASSE A TINTA CONDUTIVO!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

este procedimento é muito simples..

basicamente ligar a ponte l2, em alguns durons(os ultimos que sairam) isso não é mais possivel ok??

já fiz isso em 2 durons meus e nenhum apresentou problemas, so q não passei tinta condutiva pois ia vende-los..

abraços!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×