Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
antonypeople

KDE 4

Recommended Posts

O novo KDE 4 (ainda en desenvolvimento) está indo bem... pelo menos é o que mostram as screenshots... uma viagem... :P...

http://vladoboss.softver.org.mk/mg2/index.php?list=5

No http://www.linuxdailylog.com/ o autor está compilando o próprio pacote por pacote... hê paciência de Jó...

Mas o resultado deve valer a pena...

T+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

E como está o desempenho? Será que vai manter a fama das últimas versões do KDE que ficam mais leve a cada nova versão, ou o dragão vai ficar mais obeso?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem difícil... as últimas versões ficaram mais leves pois estavam dentro da mesma série e neste sentido algumas melhoras foram feitas dentro dela...

Mas no caso, é muito difícil você desenvolver mais recursos para seus programas/ferramentas e elas não exigirem mais do equipamento, acho até utópico... :P... como sair do Windows 98 para o Vista sem deixa-lo mais (bem mais) pesado? Mesmo sendo um ótimo programador é impossivel (isso vai para os que criticam o Windows por ficar muito pesado)... no KDE é a mesma coisa... e no Gnome também...

T+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

São verdadeiros e no encontro dos desenvolvedores do KDE na Alemanha no ano passado esta foi a surpresa. Eu vi isso na Linux Magazine.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Novas telas do KDE 4... e estão ficando cada vez melhores... uma viagem só... :P...

Quem se habilita a instalar ele?! Huahuahuahua...

http://www.planetdiaz.com/forums/index.php?showtopic=127

http://www.planetdiaz.com/forums/index.php?showtopic=141

T+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Poxa!! Que visual!! Gostei mais desse visual do KDE que o do Vista! Aliás, é tanto engodo visual que esse Vista deve trazer... 512MB para um sistema operacional, sendo que a metade deve ser só para a interface. Sou Windows User mas tenho que reconhecer que é muita maquiagem para um SO.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No caso do KDE, ele é um programa especifico para ser WM, o sistema operacional existe independente dele. No caso do Windows é tudo integrado e a Microsoft, por vezes, se vale do marketing visual para promover o produto, mas como vemos acaba não trazendo muitas novidades (vejam o caso do IE7, vai trazer uma revolução e tanto: navegação por abas!).

T+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por antonypeople@02 de fevereiro de 2006, 01:20

No caso do KDE, ele é um programa especifico para ser WM, o sistema operacional existe independente dele. No caso do Windows é tudo integrado e a Microsoft, por vezes, se vale do marketing visual para promover o produto, mas como vemos acaba não trazendo muitas novidades (vejam o caso do IE7, vai trazer uma revolução e tanto: navegação por abas!).

T+

Falando no IE, testei o Beta 2 Preview do IE7... novo visual e tal, mas não vi lá muitas mudanças. Mas enfim... vamos ver como será o produto final.

Agora algo que não gosto no KDE é a forma de disponibilização. Só tem versões compiladas para algumas poucas distribuições e nenhuma para o Debian puro. E para pegar o fonte e (tentar) compilar para mim não é jogo, pois se der algo errado fico perdido. E como só gosto das distros estilo Debian-like, tenho que usar Kurumin, Kalango ou Ubuntu para ter acesso a versões mais novas do KDE (e também do Gnome). E o Ubuntu parece sera distro que traz tanto o KDE quanto o Gnome nas versões mais novas dentre as "Debian-like", já que o Debian puro, pelo seu modo de implementação de updates (pelo que eu entendo de Unstable, Stable e Testing) só trará o KDE 4 por exemplo quando este já estiver na versão... digamos, 6.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Cassiano BH@03 de fevereiro de 2006, 09:31

Isso eu acho errado mesmo. Poderia ter assim KDE4.deb 105MB e depois disso manda bala. O debian e o kde tá devendo neste aspecto.

Com o Gnome também ocorre o mesmo, e com qualquer distro. Estou errado?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por mog@03 de fevereiro de 2006, 09:41

:huh:  mas tem no próprio site do debian:

http://packages.debian.org/stable/kde/

Ninguém aqui vai tentar usar o KDE4?

Mas como colocar essa instrução no sources.list?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Oh, quanto a pacotão de 100 e tantos megas, acho um falso bom. O que o Debian faz é criar um pacote chamado "metapackage". Por exemplo o Ubuntu, que é um Debian, tem um pacote chamado ubuntu-desktop. Mandando instalar ele, baixa o Gnome com todos pacotes necessários. Se mandar desinstalar o Gedit, por exemplo, mata o ubuntu-desktop. Se mandar instalar este, ele completa instalando o Gedit.

Se quiser instalar o KDE no Ubuntu, mande instalar o pacote KDE. Este pacote baixa automaticamente os outros pacotes que você quer.

Imagina a situação: Eu tenho o KDE todo instalado aqui. Só que não gosto do KPDF e quero usar apenas o Adobe Reader. Aí pra liberar espaço em disco eu mando deinstalar o KPDF. Mas como se o o KDE fosse um pacote só? Agora com o esquema do metapacote, eu desinstalo o KPDF e o sistema APT me fala: Oh, se você tirar essa bagaça eu arranco o pacote KDE. Aí eu fala: Putz! Vai remover o KDE todo? ERRADO! Só o metapacote KDE. O resto fica todo lá. Se eu quiser ter o KDE inteiro devolta, é só instalar o meta pacote KDE de novo que ele puxa o que falta.

Quando usei Debian era assim também. Eu digitava no nodo texto, apt-get install kde e ele puxava tudo do KDE. Eu ficava com preguiça e queria instalar o modo gráfico? Bacana! Abria o Synaptic, clicava em procurar, digitava kde e manda instalar o pacote KDE. O Synaptic perguntava se queria instalar o kde e todos os outros pacotes que ele depente. Eu dava sim e mandava aplicar. Depois de um tempo baixava tudo da net e instalava sozinho.

Isso acontece pois alguns ficam mal acostumados com aquela do Windows de pegar um mega arquivo executável e depois instalar com um duplo clique e uma série de cliques em avançar, avançar, avançar.... :ZZZ: Oh! Acabou! Finalizar. Nó! Mas eu não vou usar isso! Como tirar se é uma coisa só? Alguns programas atuais colocam opções de poder alterar a instalação e remover alguns componentes. Tipo o MS Office. Só que nem todo mundo faz isso. Já no gerenciamento de pacote isso acontece por padrão. É um pacote por componete. Repare quando instala o amaroK. Deve ser uns 4 a 7 pacotes. Um pra cada coisa. Pô! Porque não um só? Eu também pensava assim... Mas entendi depois que eu não usava algumas engines, como o Xine e queria tirar o suporte a elas pra liberar espaço. Foi só deinstalar o pacote delas. Depois eu comecei a usar o Xine e quis ele de volta no amaroK. Beleza! Só instalei o amarok-xine e pronto!

A princípio pode parece complicado, mas tente entender por esse lado que você vai compreender essa modularidade e vai até gostar.

Inté amigo :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×