Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
gegel

Intel deve revelar novos projetos

Recommended Posts

A Intel vai deu início a uma conferência de engenheiros de hardware e software hoje, no Vale do Silício, uma reunião bienal que a maior produtora de chips do mundo faz para promover tecnologias que empreguem seus microprocessadores.

Espera-se que a Intel divulgue novos detalhes sobre o primeiro processador que ela projetou do zero para computadores portáteis, cujo codinome é Banias. Além disso, o mercado aguarda versões mais rápidas do Pentium 4 e a demonstração da próxima versão do processador Itanium, projetado para tarefas pesadas de computação.

A conferência, conhecida como Intel Developer Forum, ganhou alcance mundial nos últimos anos.

Um porta-voz da Intel disse que a empresa espera cerca de quatro mil participantes —número semelhante ao da conferência do segundo trimestre de 2001— a maioria dos quais engenheiros.

A conferência surge num momento de estagnação para a indústria de computadores pessoais, o principal mercado da Intel, depois de um 2001 fraco em que as vendas de computadores pessoais caíram em relação ao ano anterior.

No segundo trimestre, de acordo com a IDC, uma empresa de pesquisa do mercado de tecnologia, as vendas de computadores se alteraram pouco em relação ao período em 2001, e caíram 7,8%, mais do que o esperado, com relação ao primeiro trimestre.

"A Intel nos mostrará como pretende produzir processadores mais velozes e transistores menores e mais numerosos", disse Nathan Brookwood, principal analista da Insight 64, uma empresa de pesquisa de mercado. "Eles farão o possível para reanimar as tropas e dar novo impulso ao setor".

Espera-se que a Intel revele mais detalhes sobre o chip Banias, que é mais que um microprocessador, disse Brookwood. "O Banias é na verdade uma abordagem nova ao projeto de sistemas", disse. "Ele inclui conjuntos de chips que otimizam o uso de energia e novos adaptadores para comunicação sem fio mais econômicos."

Craig Barrett, presidente-executivo da Intel, disse que a chave para a computação móvel é prolongar a vida das baterias mantendo o desempenho dos equipamentos.

"A grande questão do Banias é como você pode ter um computador com uma performance razoável e uma bateria com duração suficiente que permita o uso do computador durante a maior parte do dia", afirmou Brookwood.

A Intel também deve fornecer mais detalhes sobre a próxima geração do Itanium, chamada Madison. O processador terá ainda mais espaço de memória que o Itanium 2 e terá linhas de circuitos mais estreitas, o que melhorará a performance, disse Brookwood.

A Intel, apesar das vendas fracas do mercado de computadores pessoais, prevê gastar este ano US$ 4 bilhões em pesquisa e desenvolvimento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×