Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
gegel

Novo ''drive atômico'' guardará 2,5 mil vezes mais

Recommended Posts

Um grupo de pesquisadores criou um dispositivo capaz de armazenar um bit de dados em um átomo. Os responsáveis pela façanha foram Franz Himpsel e colegas da Universidade de Wisconsin, que utilizaram um "scanning tunneling microscope" (STM) sobre uma superfície de silício para detectar a presênca ou ausência de um átomo.

Apesar dos detalhes serem muito técnicos, os especialistas informaram que a densidade de armazenamento é de 250 Tbits por polegada quadrada - 2,5 mil vezes maior que os 100 Gbits por polegada quadrada oferecidos pelos drives de disco rígidos avançados atuais.

A confiabilidade e velocidade da memória atômica no dispositivo têm sido testadas pelos pesquisadores. A leitura dos dados pode atingir taxas razoáveis, embora mais lentas que as propiciadas pelos HDDs, mas a gravação das informações na densidade máxima ainda é muito lenta para viabilizar o uso, disse Himpsel.

Segundo o especialista, uma maneira de acelerar a velocidade de leitura e gravação seria utilizar um grande número de STMs em paralelo.

A IBM também está conduzindo pesquisas de armazenamento de dados utilizando variações no STM e acredita que a sua tecnologia Millipede, capaz de armazenar 1 Tbit por polegada quadrada, pode surgir em produtos no início de 2005.

Informações adicionais sobre memória atômica podem ser obtidas neste endereço, em inglês. http://uw.physics.wisc.edu/~himpsel/memory.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×