Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Guest kamogawa

[Resolvido] Notebook: celeron x pentium

Recommended Posts

Guest kamogawa

<font color='#000000'>aí,

Eu de novo! Seguinte, estive pensando, com o mesmo preço que eu pagaria em um:

desknote p4 2.6 GHz / 512 RAM / 40 GB

eu compro um:

Toshiba Celeron 2 GHz / 512 RAM / 30 GB / Combo / Floppy e BATERIA INTERNA!  :P

Agora, a performance do Celeron me preocupa, e muito... Que dilema não, CELERON OU PENTIUM? PC-CHIPS OU TOSHIBA.

Estou realmente em dúvida, pois ambos tem aspectos fortes e fracos:

Desknote:

+ barato pra fazer upgrade

P4

Toshiba:

+ garantido

pl. de vídeo GeForce

bateria interna (nem faz diferenca pra mim)

floppy

combo

A GRANDE QUESTÃO DISSO TUDO É: QUAL ME DÁ MELHOR PERFORMANCE? Não estou falando de joguinhos. Estou falando de rodar aplicações que exigem processamente relativamente pesado. Se só o processador contasse, ia direto no pc-chips, porém, dizem q a velocidade do barramento de memória no pc-chips é um LIXO!!!  PELOAMORDEDEUS!!! Me ajudem a tomar uma decisão!!!</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Guest kamogawa

<font color='#000000'>O Toshiba é um  1415-S115 CEL2.0/512/30/CDRW</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#FF0000'>:) Os processadores Celeron  evoluiram horrores se comparados com os de DESKTOPS e dentre os notes mais vendidos estão os com processadores celerom pelo custo beneficio...a grande maioria das corporativas esta apostando no Celeron apesar de que há um preconceito muito grande quando lembrado a perfomance destes em DESKTOPs tenho certeza que se você ficar com esse TOSHIBA não vai se arrepender nem vai sentir muito a diferença da velocidade dos 2.</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#0000FF'>eu acho os celerons bem aceitaveis....So sinto diferenca quando piloto o meu desk porém meu desk roda a 3100+ e ai não da pra comparar.

Eu ficaria com o toshiba COM CERTEZA</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000000'>Não vai fazer diferença nenhuma... fique com o Celerom...

Além de Toshiba ser melhor que ECS, o P4 (o chip) é o dobro do preço do Celerom...</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#FF0000'>Acho que já postei algo parecido com isso mas ta valendo...

as versões do mobile Celeron, que pode ser encontrado em versões de 266 a 650 MHz. As versões de 266, 300, 333, 366, 400, 433 e 466 utilizam o antigo core Mendocino, enquanto as versões de 450, 500, 550, 600, 650 e versões futuras utilizam o core Coopermine. A vantagem das versões com core Coopermine é o fato de suportarem as instruções SSE do Pentium III e operarem com bus de 100 MHz (diferentemente das versões para desktop). Em termos de consumo elétrico, o mobile Celeron é tão guloso quanto o mobile Pentium III: o de 500 MHz consome 16.8 Watts, o de 550 MHz consome 18.4W, enquanto o de 650 MHz atinge insaciáveis 21.5W.

E O mobile Celeron não vem com speedstep.

-----------AQUI O MAIS IMPORTANTE--------------------

Em termos de custo beneficio o Celeron acaba sendo uma opção melhor do que o mobile Pentium III, pois os aparelhos baseados nele são muito mais baratos e seu desempenho é mais do que suficiente para um notebook.

---------------------------------------------------------

O grande problema de ambos os processadores é o consumo elétrico, que compromete a autonomia das baterias. Os processadores da Cyrix, AMD e da novata Transmeta ganham com folga neste quesito. Isso na era dos P3 e tal e nos P4????

Como será que anda a temperatura do P4 para notebooks??? O que eu costumo a ver bastante é mais processadores Intel do que AMD com problemas relacionados a superaquecimento para notebooks....Então é comprovado que os AMD tem maior desempenho não em geral mas na grande maioria ...porque a intel entra tão forte neste mercado de processadores para notebooks e acaba esmagando a AMD ? porque muitos fabricantes de notebooks estão tudo vendendo seus notebooks com Intel???Será que porque é porque a INTEL investe em recursos vamos dizer meio que alternativos inovadores como caso do speedstep ? que consistem em simplesmente reduzir a freqüência de operação e baixar sua tensão do processador enquanto o notebook estiver sendo alimentado pelas baterias, voltando à operação normal quando este estiver ligado na tomada. Operando a uma freqüência mais baixa, o chip gasta muito menos eletricidade.

Este recurso é encontrado em todas as versões a partir de 500 MHz. Nos mobile Pentium III de 600, 700, 800 e 850 Mhz a freqüência de operação cai para 500 MHz e a tensão é baixada de 1.6 para 1.35v, enquanto na versão de 500 MHz é diminuída apenas a tensão.

Mas espere um momento, se o usuário opta por comprar um notebook, presume-se que na maior parte do tempo o note estará operando a baterias, se fosse para mante-lo ligado na tomada teria comprado um desktop que é muito mais barato... Por que então pagar caro num Pentium III de 800 MHz, se enquanto o note estiver operando a baterias ele vai trabalhar a meros 500 MHz? Não seria melhor economizar comprando um Pentium III de 500 MHz, que sempre estará operando à freqüência pela qual se pagou? Em quase todos os notebooks, é possível desabilitar o speedstep através do Setup ou então através de algum utilitário fornecido pelo fabricante. O problema é que desabilitado o recurso de economia de energia as baterias se esgotarão muito rapidamente. Então de certa forma a INTEL deixa de mãos atadas o usúario?????!!!!

é claro que tudo isso que eu disse é voltado a notebooks e não desktop's ....</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×