Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
fabiomdj

Ajuda com Sensor proximidade circuito ...

Recommended Posts

Olá amigos tenho duvidas com relação a um circuito que achei na net de sensor de proximidade gostaria que alguem que sabe mais que eu pois sou iniciante nessa area pra analisar e me dizer de quanto voltis sao os capacitores dele.

Este é um projeto (esquema e placa) de um sensor de proximidade, que tem várias aplicações tanto atuando sozinho como em conjunto, por exemplo em um robô para identificar obstáculos, contagem de objetos por aproximação, etc...

O endereço do link é: http://br.geocities.com/krebyy/sensor_proximidade.JPG

grato aguardo ajuda..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

se vcc é de 12v então coloque capacitores de 16v a 25v

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
 
 

So achei capcitores de 50v tem problema ? espero que nao.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma coisa que me chamou a atenção no esquema é que parece que o LED 2 ficará aceso o tempo todo.

:confused:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Uma coisa que me chamou a atenção no esquema é que parece que o LED 2 ficará aceso o tempo todo.

:confused:

Realmente. Aquele R6 está muito estranho, eu o colocaria ligado ao terra ao invés do VCC.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Baixei o datasheet do LM567 produzido pela National (descontinuado).

A tensão de alimentação máxima é de 9v. Portanto, não use 12v.

Realmente. Aquele R6 está muito estranho, eu o colocaria ligado ao terra ao invés do VCC.

O pino 8 é "coletor aberto", portanto, precisa ser ligado numa tensão positiva.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Baixei o datasheet do LM567 produzido pela National (descontinuado).

A tensão de alimentação máxima é de 9v. Portanto, não use 12v.

O pino 8 é "coletor aberto", portanto, precisa ser ligado numa tensão positiva.

Perfeito, então o led não ficará aceso o tempo todo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Devo estar enganado, então.

Meu raciocínio foi:

Quando o transistor dentro do CI, cujo coletor está ligado no pino 8 estiver cortado, a tensão na base de T2 será igual à tensão de alimentação, e portanto, T2 conduz, acendendo o LED 2.

Quando o transistor dentro do CI estiver conduzindo, a tensão na base de T2 será aproximadamente igual à metade da tensão de alimentação, e portanto T2 conduz, acendendo o LED 2.

Ou seja, o LED 2 acende qualquer que seja a situação do pino 8.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Devo estar enganado, então.

Meu raciocínio foi:

Quando o transistor dentro do CI, cujo coletor está ligado no pino 8 estiver cortado, a tensão na base de T2 será igual à tensão de alimentação, e portanto, T2 conduz, acendendo o LED 2.

Quando o transistor dentro do CI estiver conduzindo, a tensão na base de T2 será aproximadamente igual à metade da tensão de alimentação, e portanto T2 conduz, acendendo o LED 2.

Ou seja, o LED 2 acende qualquer que seja a situação do pino 8.

Bem colocado, seu raciocínio está corretíssimo.

R5 está mal colocado no esquemático, ele deveria estar ligado à base do transistor.

Ficaria:

VCC ---- R6 ---Pino 8--- R5 --- Base TR2.

Assim, quando o transistor do CI conduz, o led apagará, pois abaixará o potencial da base de TR2 para 0.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Andei olhando o esquemático a fundo ele não condiz com a placa de circuito impresso.

Observe a disposição do R5 e R6:

post-13676-13884943045858_thumb.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora está tudo claro. :D

Tem um erro no desenho do esquema, mas, a placa está correta. :rolleyes:

O interessante neste circuito, é que o CI faz o LED I.V. piscar numa determinada frequência que então é reconhecida por ele próprio através do fototransistor.

Isto evita disparos falsos como poderia ocorrer se simplesmente se mantivesse o LED I.V . aceso direto.

Mas, este CI foi descontinuado.

Alguém sabe de um substituto?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O 567 em si se tornou obsoleto, porém o 567C não, ainda é fabricado.

Mas nada que um par de 555 não possam fazer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo, já montei diversos circuitos com o LM567 e eu particularmente não gosto desse CI, quase nunca dá estabilidade e os ajustes são terríveis! Se é iniciante na área, recomendo partir para outro circuito, posso projetar um pra você... se quiser me add, danebo2006@hotmail.com Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Utilize a montagem em 5V para não queimar o CI. Não se esqueça que a polaridade do Fototransistor é invertida em comparação aos LEDs. Na minha montagem, tive que mudar o valor de R3 para 1k para que funcionasse legal...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caros montei esse circuito, beleza funcionou certinho, agora estou querendo que esse circuito acione 4 saidas de um 4017 para executar as seguintes funções: frente,parar,tras,parar.Exemplificando: acionou o sensor, o motor gira para frente, acionou novamente o motor para, etc.

Coloquei o pino 8 na entrada do 4017, conforme o texto, porém a sensibilidade do circuito é muito grande, deixando as saidas do 4017 atrapalhadas, as vezes acendendo as duas, as vezes nenhuma, etc.

Alguem tem alguma ideia de como fazer isso???

Obrigado desde ja

Luiz Antonio

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O CI usado no ciruito é um detector de TOM. Realmente o LED1 (infravermelho) fica piscando em uma freqüência conhecida gereda pelo circuito oscilador na base do transistor T1. Esta mesma freqüência é esperada pelo detector de TOM e assim que chega pelo FT1 faz baixar o sinal do pino 8 que acende o LED2 usado como sinal de detecção. Isso é usado pois em um ambiente normal existem várias fontes de luz que acionariam seu circuito tornando impossível a detecção do sinal desejado. Assim modulamos o sinal em uma freqüência conhecida para que o detector fique imune as outras fontes de luz do ambiente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá.

Não achei o til 38 e acabei comprando o TIL78 (ft1). O problema é que a frequencia é diferente e ele só pega 7cm de distancia.

Troquei o c2 (100n) por um de 10 n e não resolveu.

Alguma sugestão????

Editado por bateristasjc

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×