Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Correção do Fator de Potência (PFC) – Uma visão clara


Posts recomendados

  • Membro VIP

De um modo geral qualquer fonte com PFC ativo, ao natural, é mais imune a ruído, espúrios, surtos, transientes, variações de tensão, que as fontes sem PFC. Fica fácil de entender pois as fontes com PFC ativo tem a sua entrada em curto com a massa grande parte do tempo. Nesse momento nada que estiver na entrada da fonte se propagará para dentro da mesma. Veja ai..

CircuitocomPFCativo.jpg

Quando aquela chave estiver fechada, a fonte é completamente imune a qualquer distúrbio na entrada de rede.

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fala galera estou com um probleminha, a empresa que trabalho, trabalha na manutenção de painéis elétricos. Como posso adequar um painel no qual é ligado um compressor a uma sala de computadores sem que ofereça risco à fonte dos mesmos, veja detalhes do painel em

http://www.salalimpa.net/paineisdecomando.html acredito que vendo foto ajude.

obrigado

PS.

Favor não postar em maiúsculas.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Mai uma dúvida.

Faller.

Eu estava vendo o PFC passivo.

A intenção do PFC passivo é apenas corrigir o FP, certo ?

Ele não traz nenhuma vantagem a mais como trás o PFC ativo.

Pois são apenas usados capacitores.

Certo ?

Abraço.

Errado. Para a correção do fator de potência de modo passivo, em fontes de alimentação de PC, geralmente são usados grandes e pesados indutores, que somam perdas e peso. Não conferem a capacidade de full range da tensão de entrada. São somente fontes comuns, com duplo capacitor (dobrador de tensão) na entrada e adaptadas para melhorar o FP para cerca de 80% (a correção ativa trás para 99%). O FP natural de uma fonte gira em torno de FP=60%.

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Então aquelas vantagens do seu tópico, aquelas 4 retirando aquela de menos exigecia nos sistemas como no-break, aquelas outras 3 nenhuma delas o PFC passivo tem.

O PFC passivo acaba ficando com as duas primeiras vantagens das quatro que citei:

1) Vida útil do capacitor de entrada:

2) Menor exigência dos sistemas de energia:

Mesmo o PFC passivo acaba estressando menos o capacitor de entrada bem como todos os componentes de entrada e dos sistemas de energia que alimentam seu PC. As duas vantagens citadas como 1 e 2.

Além disso toda a redução de harmônicos redução de EFI e MFI acontece também como PFC passivo, em menor grau que o PFC ativo sim mas acontece.

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Certo.

Mesmo porque a função do indutor é essa mesmo. Certo ?

Filtrar harmônicas, como exitem em um aparelho de som que o indutor filtra a onda de FM para filtrar a onda e o som.

Aí usando o indutor filtra as harmônicas.

Estou certo ?

----------------------------------------------------------

Edit:

Bem faller, agora eu vi todas as reais vantagens do PFC com aquilo que você me explicou, nem sei porque tem pessoas ainda que discutem que o PFC ativo não trás vantagens.

Bem faller, então é o seguinte:

O PFC ativo via PWM tenta deixar a corrente e a tensão "juntinhos" de modo que fique com o angulo eletrico da senoide 0° ou bem próximo de 0.

Correto ?

E nisso que o PFC ativo faz ele faz o full range que nada mais é como vocÊ disse o protagonista, não é o PFC ativo que faz isso, é uma coisa que ele faz e acaba tendo que fazer o full range também de modo deixar a corrente e a tensão juntinhas.

Então a conclusão quanto a full-range.

O full-range é uma consequencia do PFC ativo.

Correto ?

Abraço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Então a conclusão quanto a full-range.

O full-range é uma consequencia do PFC ativo.

Correto ?

Corretíssimo. Essa característica é derivada da colocação de uma fonte de corrente, chaveada, e controlada, na entrada da fonte do PC, para perfazer a retificação.

Para o usuário fica ótimo, não ter mais que se preocupar com a tensão que a tomada está fornecendo. Pode ligar sempre sem pensar.

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Corretíssimo. Essa característica é derivada da colocação de uma fonte de corrente, chaveada, e controlada, na entrada da fonte do PC, para perfazer a retificação.

Para o usuário fica ótimo, não ter mais que se preocupar com a tensão que a tomada está fornecendo. Pode ligar sempre sem pensar.

Abraço...

Grande faller.

Muito obrigado pelos esclarecimentos mais uma vez.

Abração amigo.

Depois vem mais dúvidas eim, eu mexo muito com eletricidade e de vez em quando dou uma olhada nas eletronicas da vida e especialmente em fonte e tenho algumas dúvidas.

Muito obrigado mais uma vez.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 semanas depois...

Bom Dia a Todos!

Muito bom esse tópico sobre o fator potência. Porém fiquei com uma dúvida:

Recentemente tive meu medidor de energia analogico, trocado por um digital que também mede KWvar, ou seja a potência reativa resultante do fato do fator potência estar abaixo de 1. No meu caso especifico essa medida fica em torno de 40% da potencia ativa. Ao medir meus equipamentos com um amperimetro alicate e calcular o consumo usando a formula W= V x A , verifiquei que sempre encontrei uma medida maior que das etiquetas dos aparelhos. Por ex. geladeira etiqueta 120W/h e medi 150W/h. Ou seja com base em VA tudo consome mais.

Minha duivida é se eu corrigisse o fator potencia geral da residencia teria meu consumo reduzido em cerca de 40% ?

Agradece,

Mejnour

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Quanto ao multimetro leia isso aqui:

http://www.vortex.com.br/notas/porque_true_rms.pdf

Agora sobre a economia com uma FP maior, ela não irá acontecer pois nós residenciais não pagamos por potência aparente consumida, pagamos apenas a ativa.

Isso que eu li no CDH.

Mas não confunda o PFC ativo não trazer vantagens quando em um computador, pois trás muitas.

Você deve ter visto as vantagens, e são aquelas as vantagens em equipamentos de alto FP.

Mas você com alto FP você pode pensar que em questão de dinheiro você não ganha nada, pode ganhar sim, em questão de compra na fiação e coisas do tipo, um no-break.

Mas em questão de economia de energia na conta de luz, ela não acontece, mas você faz com que a concessionaria de energia gere menos energia para alimentar a mesma carga, e por isso na assinatura coloquei que você com um alto FP, você poupa o mundo.

Abraço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa Tarde João.

Minha dúvida partiu também pois li o seguinte: Se por exemplo um computador com consumo de 500W e FP teorico ideal de 1 fosse ligado a um UPS, este UPS precisaria de ser de 500VA. Ao passo que se o FP fosse de 0,5 o UPS deveria ser de 1000VA. Partindo dessa analise conclui que para realizar um trabalho onde o FP não seja 1 necessitaremos de um maior consumo de energia pois existe uma perda na transferencia da mesma. Então no caso conclui que essa demanda extra fica por conta do consumidor. Lembra do caso do chip AMPLA ? Pois é, nosso País é cheio de "casos".

O que é CDH ?

Agradecendo,

Mejnour

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

CDH --: Clube do Hardware.

Na teoria é assim, mas na prática não.

Como se sabe, quando o FP é 1 a energia ativa é igual a aparente.

Mas uma fonte que precisa de 500W com toda a sua carga e dando os 500W ela não vai puxar da tomada 500W pois ainda tem a eficiencia.

Ou seja, tem que levar em consideração a eficiencia:

Vamos supor uma eficiencia de 80%

500/0,8= 625W <--- eficiencia,

625/1=625VA <--- Fator de potência =1.

Você precisaria de um no-break de 700VA.

Agora com a mesma eficiencia e com FP= 0,6 que é de uma fonte sem correções de fator de potência:

625/0,6= 1041VA :o

É isso aí.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

supor uma eficiencia de 80%

500/0,8= 625W <--- eficiencia,

625/1=625VA <--- Fator de potência =1.

Você precisaria de um no-break de 700VA.

Agora com a mesma eficiencia e com FP= 0,6 que é de uma fonte sem correções de fator de potência:

625/0,6= 1041VA :o

É isso aí.

OK. Mas essa diferença de 1041-700=341VA voce acha que vai no bolso do consumidor ?

Abraço,

Mejnour

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Minha duvida é se eu corrigisse o fator potencia geral da residencia teria meu consumo reduzido em cerca de 40% ?

Sim seu consumo de energia reativa (que só serve para aquecer os fios) seria menor, bem como o consumo de energia aparente também. Entretanto a grana que você gastaria seria a mesma pois você não é cobrado pela energia reativa, nem pela energia aparente e sim pela energia ativa, que não mudaria em nada.

OK. Mas essa diferença de 1041-700=341VA voce acha que vai no bolso do consumidor ?

Como já lhe disse, na resposta acima, não vai diretamente no bolso do consumidor, na fatura de energia elétrica. Vai sim indiretamente, sob diversas formas, por exemplo:

1) Se sua energia reativa ai na sua casa for muito grande, a instalação elétrica deverá ser dimensionada para tal, exigindo uma maior disponibilidade, fiação mais grossa, tomadas e chaves mais fortes (ou raciocine pelo outro lado, suas chaves e tomadas não resistirão tanto tempo assim, terão vida mais curta);

2) Se você tem algum dispositivo em série na alimentação, quer estabilizador, filtro, no-break, transformador, já sabes que todos eles terão que ser superdimensionados para poder enfrentar o baixo fator de potência, e isso significa custo na hora de comprar.

3) Sua fonte sem PFC não terá condições de bem alimentar a sua config por longo tempo (a não ser que seja superdimensionada), terá uma vida menor.

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Amigo Faller!!

Inicialmente tentei enviar uma MP, porém como sou novo no forum nao foi possivel. Peço sinceras desculpas a voce e aos usuarios do forum se esta minha pergunta vem a incomodar.

Meu pc tem a seguinte configuração MB ASUS M2A-VM / Proc AMD X2 4600 2400mhz / HD 500 GB SATA / RAM 2 x 1GB DDR2 800mnz kingston / DVD-RW/DVD+RW Drive / Placa de Video Geforce XFX 8400GS 512 Mb

Qual seria a melhor escolha entre as fontes: Extream Super Flower (FEX 45T12), huntkey lw 6450SG, seventean (ST-450-PCG ou ST-550P-AG) ou a zalman ZM360B-APS.

Com relaçao ao site que voce indicou para o calculo da potencia necessaria para alimentar o PC (http://www.extreme.outervision.com/psucalculator.jsp), posso utilizar o valor calculado pelo site e comparar de forma direta com a potencia informada por essas fontes citadas acima? Ou a potencia das fontes da sempre um pouco abaixo do informado, mesmo sendo potencia real?

Agradeço, pois essa é uma questao que vem causando muitos problemas no uso do pc em casa e no escritorio.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A Zalman 360B-APS é muito melhor que está.

No calculo de potência segundo o faller o pessoal do PSU calculator são bem conservadores e sempre deixa o valor um pouco acima.

Aqui agente recomendo pegar aquele valor de potência dado após você ter calculado toda a sua configuração e dividi-lo por 0,7 que seria um coeficiente de excelente folga e ainda vai pegar uma excelente faixa de eficiencia.

Ou seja quer dizer que sua fonte vai dar 70% de si quando seu sistema estiver todo em 90% (se colocou 90%) (desprezando se são conservadores ou não).

E sabe-se que o valor aproximado de uma configuração em iddle seja 60% do necessário em full, ou seja, 60% de 70%= 42%.

Você iria ficar na faixa de 70% e 42% de eficiencia, excelente.

A Zalman iria te fornecer energia muito bem.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Qual seria a melhor escolha entre as fontes: Extream Super Flower (FEX 45T12), huntkey lw 6450SG, seventean (ST-450-PCG ou ST-550P-AG) ou a zalman ZM360B-APS.

Com relaçao ao site que voce indicou para o calculo da potencia necessaria para alimentar o PC (http://www.extreme.outervision.com/psucalculator.jsp), posso utilizar o valor calculado pelo site e comparar de forma direta com a potencia informada por essas fontes citadas acima? Ou a potencia das fontes da sempre um pouco abaixo do informado, mesmo sendo potencia real?

O colega João Gorilão já definiu muito bem um bom modos operandi para, a partir da demanda declarada pelo www.extreme.outervision.com se buscar um dimensionamento bom, confiável e eficaz para a fonte de seu PC.

Faltou quem sabe o exercício da sua config, que coloco abaixo:

pauloPE.jpg

Veja ai, seguindo a sistemática declarada pelo colega: 186/0,70 = 266 Watts. Essa seria a potência mínima ideal para a sua config.

Quanto às fontes citadas, todas elas conseguem alimentar a sua config com sobra de potência. Do ponto de vista qualidade a Zalman disponta como melhor delas todas, e ainda com 3 anos de garantia.

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Membro VIP
E tipo, eu tava vendo uma chapinha, dessas de cabelo da minha irmã e vi que ela tem ela tem 110V-220V automatico.

Isso deve ao que ?

Poder trabalhar automaticamente em 110 e 220 não significa necessariamente ter PFC ativo.

Para fontes de PC modernas ter PFC ativo sim significa poder trabalhar em 110-240 +-10% geralmente.

Existem diversas maneiras de se fazer algum equipamento ter seleção automática de tensão, não necessariamente ligado ao PFC.

Quanto à chapinha, nunca analisei uma com mais atenção.

Abraço..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

valeu Faller de novo.

Eu iria de CoolerMaster. Não gosto nem um pouco do PFC ativo dessa fonte 850Z-AF da Seventeam. Mais parece PFC passivo. O FP não chega nem perto de 1 e sua distorção harmônica total é muito alta, para uma fonte com PFC ativo.

Abraço...

Faller.

O que poderia levar ao PCF ativo de uma fonte ser pior que o outro ?

E como conseguiu essa caracteristica postada ?

Abraço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Faller.

O que poderia levar ao PCF ativo de uma fonte ser pior que o outro ?

E como conseguiu essa caracteristica postada ?

Para começar, se deixares assim ninguém mais vai entender o que colocaste ai pois cruzaste os post de um tópico com outro. No outro tópico um colega nosso o igor_yoshida perguntava:

Pessoal estou querendo comprar uma dessas duas fontes. Qual vocês recomendam?

Seventeam 850Z-AF 850W Modular

http://www.windys.com.br/produtos/fontes/st-850zaf.html

Cooler Master M700 700W Modular

http://www.coolermaster.com/products/product.php?language=en&act=detail&tbcate=22&id=2574

Encontrei as duas pelo mesmo preço.

Abraços

Ao que respondi:

Eu iria de CoolerMaster. Não gosto nem um pouco do PFC ativo dessa fonte 850Z-AF da Seventeam. Mais parece PFC passivo. O FP não chega nem perto de 1 e sua distorção harmônica total é muito alta, para uma fonte com PFC ativo.

Os dados os tirei do site do programa 80 Plus, pois ambas as fontes tem homologação. Veja ai a diferença. A esquerda dados da Cooler Master M700 700W Modular

A direita dados da Seventeam 850Z-AF 850W Modular

CoolerMasterM700xSeventeam850Z-AF.jpg

Fonte:

http://www.80plus.org/manu/psu/psu_reports/COOLERMASTER_RS_700_ASAA_A1_700W_Report.pdf

http://www.80plus.org/manu/psu/psu_reports/SP152_SEVENTEAM_ST-850Z-AF_850W_Report.pdf

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Desculpa faller.

Mas agora sim eu via a nossa querida "onda senoidal" dessa 850Z-AF.

É mesmo bem distorcida.

Abraço e valeu.

Também vou nessa cooler Master.

Bem faller, mais uma coisa na minha listinha de coisas para se olhar em uma fonte.

valeu mesmo.

Faller.

Você se lembra disso?

http://www.ipes.ethz.ch/ipes/Diodenbruecke/e_B2_3.html

Então.

Agora queria te agradecer por isso.

Fui ler sobre capacitores.

Eu pensava que o capacitor armazena energia e solta depois que o sistema estiver sem energia.

Mas é isso.

Só que eu jogava meu conhecimento sem diferenciar a CC da AC.

Nisso aí é corrente AC.

Ou seja, o capacitor carrega quando estiver a onda senoidal no "alto" e quando ir para "baixo" não sei como diz o capacitor joga sua carga.

Agora eu li que Capacitores na CC eles quando carregados eles não deixam passar mais energia pelo circuito.

Estou certo ?

Acho que por isso eu não estava compreendendo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Faller.

Você se lembra disso?

http://www.ipes.ethz.ch/ipes/Diodenbruecke/e_B2_3.html

Então.

Agora queria te agradecer por isso.

Fui ler sobre capacitores.

Eu pensava que o capacitor armazena energia e solta depois que o sistema estiver sem energia.

Mas é isso.

Só que eu jogava meu conhecimento sem diferenciar a CC da AC.

Nisso aí é corrente AC.

Ou seja, o capacitor carrega quando estiver a onda senoidal no "alto" e quando ir para "baixo" não sei como diz o capacitor joga sua carga.

Agora eu li que Capacitores na CC eles quando carregados eles não deixam passar mais energia pelo circuito.

Estou certo ?

Acho que por isso eu não estava compreendendo.

Faça a seguinte analogia:

A forma de onda de entrada da rede, a tensão elétrica AC, pode ser representada por um reservatório d'água que constantemente está mudando de altura, igual aquele gráfico da tensão de rede. O capacitor é outro reservatório d'água, só que parado. O diodo de entrada da fonte pode ser representado por uma válvula que deixa passar a água ( a corrente elétrica) somente em um sentido, do reservatório ondulante que é a tensão de rede para o reservatório fixo que é nosso capacitor. Também somente passará a água se o reservatório ondulante que é nossa tensão de entrada estiver mais alto que o nosso reservatório fixo.

Desse modo, em 10% do tempo somente, ou menos, passará, ou entrará água em nosso reservatório fixo ou corrente em nosso capacitor. No restante do tempo, o reservatório ondulante de entrada estará mais baixo que o reservatório fixo e, desse modo, não será admitida a água nem a corrente de entrada. Essa é a retificação normal, sem PFC. Uma tragédia..

Na retificação com PFC ativo, o tempo todo e de modo sincronizado com a tensão da rede será admitida corrente de entrada no capacitor da fonte, operando desse modo sem todo o stress apresentado pela outro modo de retificar.

Não sei se te ajudei ou piorei... Se observares atentamente aquele site que te indiquei, do IPES, verás que nele se pode aprender muito sobre retificação tradicional e/ou com PFC ativo.

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está impedido de receber novas respostas.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!