Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
georgemaia

Entre Redes Ethernet e switches, há colisões?

Recommended Posts

Boa tarde, pessoal. Tenho uma dúvida considerando redes Ethernet embasadas em Switches de camada 2. Numa rede destas, há algum momento de seu funcionamento onde ocorrem colisões? Que momento é este?

Um forte abraço a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá amigo, as colisões acontecem com mais frequência em hubs em switchs dificilmente dão mas depende da marca do seu switch. Não compre hub switch e sim um switch, ok?

Espero ter ajudado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nesse caso, quando temos tráfego intenso, podem mesmo ocorrer colisões no switch?

Que coisa, na teoria dos livros nada disso é possível. Mais comentários?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá amigos. Obrigado por todas as suas respostas. Eu concordo quanto a relação entre prática e teoria. Algumas vezes elas podem se contradizer.

Enfim, agradeço bastante por terem tirado esta dúvida mas permanece agora outra:

- Especificamente em qual momento e onde estas colisões ocorreriam?

Isto é, considerando que cada porta do switch é o único domínio de colisão conectado a cada computador, onde fisicamente ocorreriam estas colisões? E em qual momento isso aconteceria? No buffer de chegada de frames, no envio dos frames ao destino, no processamento deste frame, etc...?

Um forte abraço a todos e obrigado pela atenção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A Fast Ethernet, tecnologia usada em LAN, ligam os computadores à um meio de transmissão comum, utilizando um método de acesso chamado CSMA que determina quando. uma máquina está lvre para transimissão de dados para o meio do acesso.

Com o CSMA as máquinas monitaram o acesso esperando quê a linha esteja disponível antes de mandar os frames. Na tentativa de transmissão de duas máquinas transmitirem juntas, haverá a colisão fazendo com quê as máquinas parem e ficam esperando por intervalo aleatório, voltando à transmitir novamente.

Esta tecnologia funciona muito bem sob um tráfego pequeno à moderado, já no tráfego intenso não é aconselhável pelas altas taxas de colisão.

[ ]'s

Lord Enigm@

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Num switch cada segmento tem seu próprio domínio de colisão e todos os segmentos estão no mesmo domínio de broadcast.

Um sinal de jam informa a todos os dispositivos que uma colisão ocorreu;

A colisão invoca um algoritmo de backoff (contagem de um número aleatório regressivamente);

Um dispositivo para de transmitir até que o tempo expire;

um switch pode fazer um circuito virtual entre as portas que estiverem se comunicando, o que é sem dúvida muito melhor que o hub, pois não causa broadcast e diminui a possibilidade de colisões.

Nesse site tem bastante coisa sobre isso: fatosdigitais.wordpress.com/2007/08/06/ccna-osi-e-tcpip/

Luciano Martins

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×