Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
demondoido

Osciladores Dúvida!!!

Recommended Posts

Preciso de um oscilador pra um trafo aqui, e tenho umas dúvidas (desculpe a santa ignorância em eletrônica)... Se eu colocar um fio A ligado no fase de uma bateria 9V e colocar um transistor ligado no fase da bateria também só que com a saída ligada no fio A, eu vou gerar pulsos de 9V no transístor, somados com os 9V já contidos no fio vou ter 18V assim oscila 9~18?

help preciso o mais rápido possivel (o trafo tem 2 entradas e 2 saídas)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Se eu colocar um fio A ligado no fase de uma bateria 9V

Só uma correção: bateria não tem fase e nem neutro. Bateria tem pólo positivo e negativo.

Se eu colocar um fio A ligado no fase de uma bateria 9V e colocar um transistor ligado no fase da bateria também só que com a saída ligada no fio A, eu vou gerar pulsos de 9V no transístor, somados com os 9V já contidos no fio vou ter 18V assim oscila 9~18?

Na realidade, eu não entendi absolutamente nada do que você pretendia fazer...

Mas posso te garantir que não importa de que forma você ligue isto, você sempre terá pulsos de 9V no transformador.

Se isso ocorresse dessa forma que você propôs, você estaria criando energia, o que até onde a raça humana conseguiu descobrir é impossível.

O fio não "contém" energia. O fio, neste caso, é apenas a via por onde os elétrons vão passar de um pólo da bateria para o outro.

De qualquer forma, se desejar criar um inversor pra transformar os 9V da bateria em corrente alternada, dê uma pesquisada aqui mesmo no fórum. Já tem outros tópicos sobre o assunto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

desculpa pelo primeiro erro, as vezes me confundo X'D, mas pelo segundo, você n entendeu, mas deixa pra lá vou fazer uns testes aqui em ksa e se descobrir uma maneira fácil de fazer um oscilador mando pro forum aqui, flws

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
desculpa pelo primeiro erro, as vezes me confundo X'D, mas pelo segundo, você n entendeu, mas deixa pra lá vou fazer uns testes aqui em ksa e se descobrir uma maneira fácil de fazer um oscilador mando pro forum aqui, flws

Nem o cabteixeira e nem eu consigo entender nada do que está no seu primeiro post.

Pra ter respostas claras tem que ser mais claro nas perguntas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

aee to con outra ideia agora XD ouvi falar dos osciladores eletrônicos aqui: http://eletronicos.hsw.uol.com.br/osciladores2.htm bom teria como eu fazer um oscilador com um indutor e um capacitor sem que eu precise ficar ligando e desligando pra carregar o capacitor? com um transistor daria certo? pretendo alimentar um trafo invertido com bateria de 9V

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
aee to con outra ideia agora XD ouvi falar dos osciladores eletrônicos aqui: http://eletronicos.hsw.uol.com.br/osciladores2.htm bom teria como eu fazer um oscilador com um indutor e um capacitor sem que eu precise ficar ligando e desligando pra carregar o capacitor? com um transistor daria certo? pretendo alimentar um trafo invertido com bateria de 9V

você esta querendo fazer um INVERSOR?... (nobreak?)... tá "muito DOIDO" sua dúvida!!!!... esclareça melhor!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá.

Acho que a dúvida do amigo DemonDoido é se é possível "extrair" 18V de uma bateria de 9V....

O caminho sugerido por ele sería ter 2 saídas de 9V, que somariam os 18V.

Ou seja, há como criar este "booster"?.... a mim parece que não é possível.

Velho hippie.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

hehehe seis tão confundindo,

1º esqueça o primeiro post

2º Objetivo 1: Fazer um Oscilador De 9V CC para 9V CA

3º Objetivo 2: Alimentar um Trafo Diminuidor de Tensão Invertido, Virando um Aumentador, Com os 9V CA

4º Para que fique bem claro, eu n pretendo usar isso para "lesar" terceiros, eu usarei isto como medida de proteção no sítio do pai da minha namorada para protege-lo, por motivo de recentes furtos, assim dando apenas um susto (sem corrente é lógico) no marginalzim...

tá claro Agora?

Pessoal ajuda ae, seis sabem né, agradar o pai da mina n é mole...

Então vamos por etapas: Vamos Começar pelo Objetivo 1...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ahhh.... agora acho que entendi.

Vamos ver se eu posso elucidar da seguinte forma: A ideia é criar um sistema de "choque" para a proteção de um objeto ou área invadida?

Portanto a corrente drenada não será contínua, mas sim disparada em determinado momento?

Neste caso acho que existem vários projetos para tal. Com uso de baterias (mas não sei se 9V vai resolver, mesmo que para um susto).

Acho que vale a pena ler este tópico: http://forum.clubedohardware.com.br/aparelho-dar-choque/552054/2?highlight=maquina+choque

Vou pesquisar um pouco mais. Tenho certeza que os amigos do fórum irão contribuir.

Abraços.

Velho Hippie

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos ver se eu posso elucidar da seguinte forma: A ideia é criar um sistema de "choque" para a proteção de um objeto ou área invadida?

cara te amo, isso mesmo no caso é uma área

Portanto a corrente drenada não será contínua, mas sim disparada em determinado momento?

Sry mas n é isso, é um sistema em que eu ligue, para deixar a noite toda "eletrizando" a cerca. Pois o trafo só pode ser alimentado com corrente alternada certo? acho q sim, no caso seria um circuito bem basicão mesmo, com transistor(s) capacitor(s) e resistor(s)

mas vlwzão mesmo, pode ter certeza que seus nomes vão estar na caixa do circuito XDDDD dps q o projeto ficar pronto posto a foto aqui :lol:^_^

enqt eu n tenho ideia de por onde começar, vamo ajudar ae galera, postem ae como eu faço o oscilador

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De que bateria de 9V está falando?

Dessas usadas em multímetros ?

Se for, esqueça! Elas não têm corrente suficiente para tal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é dessa mesmo, cara eu vou ter que discordar desculpe se eu estiver errado sou leigo ainda, mas eu fiz um teste manual liguei o polo negativo da pilha no trafo, e o positivo fiquei esfregando (que oscilador eim!), tomei um choque legal, usei aqueles medidores de tensão (por escala de leds), foi mais de 430V (o máximo dele HUAHUAUHA), n usei o multimetro pois só tenho 1 bateria aqui... lembrando que o trafo era de um carregador antigo, que eu n sei de que q era... ele é bem pequeno, cabe na palma da mão...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então Demon...

Acho que estamos encontrando a trilha...

Mas penso que a ideia é um tipo de "cerca elétrica"... (corrija rápido se não for isto, para evitar confusão maior...).

Como o SOSChip comentou: se for uma bat de 9V comum, não serivrá pois o "circuito" estaria drenando uma corrente constante para "monitorá-lo" mesmo sem disparo do "susto"... portanto a bat não duraria muito.

Mas.. você já pesquisou o funcionamento "padrão" deste tipo de circuito? Ele funciona em CA ou CC? Qual a carga de saída do "susto"? Como são alimentados? Quais os riscos intrínsecos? Qual o tipo de ligação de alimentação contínua do circuito?

Velho Hippie

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

...é um sistema em que eu ligue, para deixar a noite toda "eletrizando" a cerca.

É isso que quero dizer...

Geralmente essa bateria tem uma capacidade de apenas 200ma/h.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

tá mas (desculpe a ignorância novamente) mas o que que isso tem a ve? sei que vai abaixar muito a corrente, mas eu quero apenas dar um susto na "criança", e não transformá-lo em torrada...

Antes o trafo fazia isso:

Input: 120VAC 60Hz 3.8W

Output: 9VAC 200mA

Agora ele vai fazer o inverso

Então se eu oscilar a energia da bateria vai se Encaixar certinho 9VAC 200mA a bateria tem exatamente isso só que é corrente contínua, e é por isso que eu quero o oscilador...

Vamo lá esse tópico vai ser muito útil pois está tendo todas as discuções nessessárias

Ajudem ae

Objetivo 1: Fazer um Oscilador De 9V CC para 9V CA

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem tudo a ver... a bateria só pode fornecer 200mA durante apenas 1 hora, depois disso pode jogar fora! Mas você disse que quer deixar a noite inteira ligada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Recomendaria montar um oscilador astável.

Montei esse uma vez numa aula que tive, fica oscilando entre as tensões de alimentação do amp op.

No caso era um lm741, R1=1k, R2=10k, R=47k, C=10nF, resultou numa frequência de oscilação de 4,4kHz.

Nos dados do trafo que você passou não precisa necessariamente manter as entradas/saídas iguais as especificações, só não pode passar muito da potência do trafo 3.8W.

post-488680-13884950400183_thumb.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

quero fazer um oscilador de CL, mas queria que ele realimentasse sozinho, um transistor se encaixaria nessa função?

aqui vai um q eu tentei fazer

oscilador.jpg

ali no coletor bem q eu podia ter colocado um diodo, mas vejam se esta correto

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você quer dar um choque curto de 127 volts no marginalzinho?

Tenho uma ideia muito mais fácil pra fazer isso, sem transformadores ou coisa parecida. Bastam um diodo que aguente tensão reversa de 400V, um resistor de valor baixo (2k?), um resistor de valor 10 a 100 vezes maior do que o anterior (200k?), um capacitor DE BAIXO VALOR que aguente pelo menos 200V.

Ligue o resistor baixo e o diodo em série, e depois ligue-os no terminal positivo do capacitor de forma a carregá-lo (cuidado com a polaridade, se for usar um eletrolítico). Puxe um fio saindo do terminal positivo do capacitor, que servirá para dar o choque de 180 volts. No entanto, ligue em série com este fio o resistor de msior valor, que servirá para limitar a corrente que fluirá através do meliante. NÃO ELIMINE ESTE RESISTOR DE MANEIRA NENHUMA. Ligue agora o terminal negativo do capacitor no neutro da tomada, e ligue a fase da tomada no diodo.

Cuidado, siga as instruções à risca, ou o capacitor pode explodir na sua cara (se usar um eletrolítico), ou o aparelho de choque pode não funcionar (se você puxar o fio neutro ao invés do 180Vcc), ou pode funcionar constantemente e sem limitação de corrente, podendo matar eletrocutado qualquer um que tocar na superfície eletrizada (se você puxar o fio fase não-retificado ao invés do 180 Vcc)!

É importante que o capacitor seja de baixo valor para não armazenar carga demais. Caso seja armazenada muita carga, poderá matar a pessoa na hora do choque.

O diodo tem que aguentar 400V porque a máxima tensão reversa nele será de 2*(127*(2^0,5)) = 360 volts, e o capacitor tem que aguentar 200V porque a tensão sobre ele será de (127*(2^0,5)) = 180V. O resistor de baixo valor serve para limitar a corrrente que vai fluir através do diodo para carregar o capacitor e, eventualmente, dar choque em alguém. E o resistor de maior valor serve pra limitar a corrente máxima passando pelo meliante. Sugeri 200k porque permite uma corrente igual a 1mA, que imagino ser uma corrente segura (i = v / r = 200 / 200k = 1mA). Caso você queira dar um choque mais intenso e mais curto, pode diminuir o valor do resistor que conecta o capacitor à superfície protegida, mas não esqueça de aumentar o resistor que limita a corrente sobre o diodo, pois se este resistor continuar a ser baixo, depois de descarregado o capacitor, continuirá fluindo corrente constantemente através da pessoa, que virá através do diodo. Atenção: há que se confirmar o valor de corrente que pode atravessar uma pessoa sem danificar seus órgãos, já que você pode ser penalmente responsabilizado por eletrocutar uma pessoa caso você construa um circuito capaz de fazê-lo.

No entanto, recomendo que pesquise a fundo sobre o tema antes de executar o projeto. Lembre-se de que tudo o que eu disse aqui tem propósito meramente informativo, e não pretendo lhe incentivar a montar este circuito de choques. Caso decida executar o projeto e utilizá-lo, faça-o por sua conta, risco e responsabilidade .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você quer dar um choque curto de 127 volts no marginalzinho?

Tenho uma ideia muito mais fácil pra fazer isso, sem transformadores ou coisa parecida. .....

... Puxe um fio saindo do terminal positivo do capacitor, que servirá para dar o choque de 180 volts. No entanto, ligue em série com este fio o resistor de msior valor, que servirá para limitar a corrente que fluirá através do meliante. NÃO ELIMINE ESTE RESISTOR DE MANEIRA NENHUMA. Ligue agora o terminal negativo do capacitor no neutro da tomada, e ligue a fase da tomada no diodo....

Cuidado, siga as instruções à risca, ou o capacitor pode explodir na sua cara (se usar um eletrolítico), ou o aparelho de choque pode não funcionar (se você puxar o fio neutro ao invés do 180Vcc), ou pode funcionar constantemente e sem limitação de corrente, podendo matar eletrocutado qualquer um que tocar na superfície eletrizada (se você puxar o fio fase não-retificado ao invés do 180 Vcc)!

É importante que o capacitor seja de baixo valor para não armazenar carga demais. Caso seja armazenada muita carga, poderá matar a pessoa na hora do choque.

O diodo tem que aguentar 400V porque a máxima tensão reversa nele será de 2*(127*(2^0,5)) = 360 volts, e o capacitor tem que aguentar 200V porque a tensão sobre ele será de (127*(2^0,5)) = 180V. O resistor de baixo valor serve para limitar a corrrente que vai fluir através do diodo para carregar o capacitor e, eventualmente, dar choque em alguém. E o resistor de maior valor serve pra limitar a corrente máxima passando pelo meliante. Sugeri 200k porque permite uma corrente igual a 1mA, que imagino ser uma corrente segura (i = v / r = 200 / 200k = 1mA). Caso você queira dar um choque mais intenso e mais curto, pode diminuir o valor do resistor que conecta o capacitor à superfície protegida, mas não esqueça de aumentar o resistor que limita a corrente sobre o diodo, pois se este resistor continuar a ser baixo, depois de descarregado o capacitor, continuirá fluindo corrente constantemente através da pessoa, que virá através do diodo. Atenção: há que se confirmar o valor de corrente que pode atravessar uma pessoa sem danificar seus órgãos, já que você pode ser penalmente responsabilizado por eletrocutar uma pessoa caso você construa um circuito capaz de fazê-lo.

Você tem noção das barbaridades elencadas no seu post? Tem alguma formação técnica na área elétrica (eletrotécnica ou eletromedicina)? Já participou de algum curso ou palestra sobre a NR 10?

No entanto, recomendo que pesquise a fundo sobre o tema antes de executar o projeto. Lembre-se de que tudo o que eu disse aqui tem propósito meramente informativo, e não pretendo lhe incentivar a montar este circuito de choques. Caso decida executar o projeto e utilizá-lo, faça-o por sua conta, risco e responsabilidade .

Uma forma nada elegante de lavar as mãos: "Se o meliante morrer é problema seu".

Leia o link abaixo e reavalie seus conceitos de segurança:

.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pessoal, como esse projeto já está passado pra mim, se eu for fazer algo do tipo, vou usar um 555 mesmo... não pretendo matar ninguém hehehehhehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
pessoal, como esse projeto já está passado pra mim, se eu for fazer algo do tipo, vou usar um 555 mesmo... não pretendo matar ninguém hehehehhehe

Decisão correta. Pode optar também por um equipamento comercial.

Boa sorte.

Construa um inversor de tensão na frequência de 60Hz!

Leia um pouco sobre legislação:

.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×