Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Equipe Clube do Hardware

OCZ Lança Memória Flash eSATA Throttle

Recommended Posts

Tópico para a discussão do seguinte conteúdo publicado no Clube do Hardware:


OCZ Lança Memória Flash eSATA Throttle


"A OCZ acaba de lançar uma memória flash que em vez de ser conectada em uma porta USB é conectada em uma porta eSATA, oferecendo assim um maior desempenho em operações de leitura e escrita."


Comentários são bem-vindos.


Atenciosamente,
Equipe Clube do Hardware
https://www.clubedohardware.com.br

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom, mas... e o preço, como será que vai ficar??? Sempre esses produtos novos são absurdamente caros, até que surja concorrência.

Editado por rhuanecc

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

deu vontade de pegar uma dessas pra fazer swap hehe... mas por ora, deixa pra la hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
deu vontade de pegar uma dessas pra fazer swap hehe... mas por ora, deixa pra la hehe

Não é uma má ideia, se as memórias Flash não possuissem a limitação de 10.000 escritas (ou algo por aí).

Levando em conta que no swap, há freqüentes leituras e gravações de dados, rapidinho você estoura o limite de escritas e perde o pendrive, já que não vai poder guardar mais nada nele. ^_^

Não sei onde li isso, mas já tentaram fazer swap com um cartão de memória CF (com um adaptador para IDE), e em 1 ou 2 semanas o cartão perdeu sua vida útil.

EDIT: Foi no FórumPCs, num comentário do Paulo Couto. LINK

Editado por L337 Krew

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Não é uma má ideia, se as memórias Flash não possuissem a limitação de 10.000 escritas (ou algo por aí).

Levando em conta que no swap, há freqüentes leituras e gravações de dados, rapidinho você estoura o limite de escritas e perde o pendrive, já que não vai poder guardar mais nada nele. ^_^

Não sei onde li isso, mas já tentaram fazer swap com um cartão de memória CF (com um adaptador para IDE), e em 1 ou 2 semanas o cartão perdeu sua vida útil.

EDIT: Foi no FórumPCs, num comentário do Paulo Couto. LINK

isso depende de muitas coisas, principalmente da politica de paginação do sistema. E no link que você passou, o cara nao chegou a fazer o teste, alem do que, coisas como o readyboost do windows é algo parecido com swap em pendrive, mas com uma politica de trocas aparentemente diferente.

Mas na verdade, mais interessante que usar flash para swap, é usar flash para o boot. Alias, isso é uma das coisas que quero testar. E depois testar flash como swap, mas isso quando eu puder gastar grana com isso hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando o vi pela primeira vez o Esata eu ja pensava que iria subistituir facilmente o usb.

Pelo preço dos pendrive, quem liga em vida util...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Prezados, algumas considerações são extremamente necessárias:

1 - Taxa de transferência da interface é uma coisa TOTALMENTE diferente da taxa real. Imaginem como acontece com a conexão de rede e a velocidade da internet: nossas placas de rede atingem até 1GB/s, porém, o máximo que tenho disponível aqui na Bahia é o Velox experimental de 6Mb/s. É uma formiga passando por uma rodovia.

Em momento algum do artigo é citado a taxa de R/W do dispositivo, só da interface. Inclusive essa é a prática mais comum do mercado, citar a taxa da interface como se fosse a taxa do dispositivo. Somente as memórias de mais alta performace hoje conseguem atingir a velocidade nominal da interface USB 2.0, e essas são extremamente caras. Imagino quanto custaria um chip ainda mais superior.

2 - Interface eSata não vai substituir a USB pois é dedicada à dispositivos de armazenamento. Para substituir a USB 2.0 já está aprovado o padrão USB 3.0, a porta vai ser um pouco diferente da atual, mas retrocompatível com os dispositivos antigos.

3 - A limitação de número de escrita já está bem superior a 10.000 escritas mesmo nos chips mais baratos. Já existem chips que batem 1.000.000, mais até que certo hds. Além disso, a escrita é cíclica, escrevendo sempre no próximo bloco e voltando ao bloco inicial quando chega ao último bloco, garantindo utilização máxima dos blocos de memória.

A ideia é boa mas falta dados e já tem data para ficar obsoleto. Aliás, eSata tá difícil de pegar, talvez porque a Apple ainda não inventou nada para bombar a porta, como fez com o USB, virando o padrão que é hoje.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa memória vai demorar um pouco para entrar definitivamente no mercado.

O usb 2.0 é popular, mas o e-sata ainda não é.

Mas não deixa de ser uma boa ideia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Prezados, algumas considerações são extremamente necessárias:

1 - Taxa de transferência da interface é uma coisa TOTALMENTE diferente da taxa real. Imaginem como acontece com a conexão de rede e a velocidade da internet: nossas placas de rede atingem até 1GB/s, porém, o máximo que tenho disponível aqui na Bahia é o Velox experimental de 6Mb/s. É uma formiga passando por uma rodovia.

Em momento algum do artigo é citado a taxa de R/W do dispositivo, só da interface. Inclusive essa é a prática mais comum do mercado, citar a taxa da interface como se fosse a taxa do dispositivo. Somente as memórias de mais alta performace hoje conseguem atingir a velocidade nominal da interface USB 2.0, e essas são extremamente caras. Imagino quanto custaria um chip ainda mais superior.

assino em baixo

3 - A limitação de número de escrita já está bem superior a 10.000 escritas mesmo nos chips mais baratos. Já existem chips que batem 1.000.000, mais até que certo hds. Além disso, a escrita é cíclica, escrevendo sempre no próximo bloco e voltando ao bloco inicial quando chega ao último bloco, garantindo utilização máxima dos blocos de memória.

sobre a escrita ciclica eu ja sabia, mas não sabia que o numero de ciclos de escrita ja esta na casa dos milhões

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Informações sobre preço e disponibilidade não foram divulgadas."-Clássico.

Ninguém consegue fugir do muito melhor ^^. Parece bem interessante um modelo com 32gb, só que o problema é o ciclo preço alto-poucas vendas-produção baixa.

Se pegar será uma ótima opção, o que me interessou muito é a capacidade de armazenamento, 32Gb seria ótimo com um preço não tão absurdo :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×