Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
CEG

Sobre o tópico em destaque "Como escrever melhor".

Recommended Posts

Um assunto redigido e muito bem abordado pelo administrador Gabriel Torres em um momento perfeitamente oportuno, pois já estava farto e consternado com a banalização de nossa língua materna. Alguns usuários utilizam aquilo que foi classificado como "internetês", que diferente do estrangeirismo, é uma forma preguiçosa, grotesca e muitas vezes incompreensível de se comunicar.

Falando em estrangeirismo, é inegável sua incorporação em nossa língua, embora algumas palavras não estejam presentes oficialmente. É comum em nosso dia-a-dia observarmos o uso de palavras que são provenientes de outros idiomas, algumas com e outras sem tradução equivalente. Exemplos: Toalete do francês Toilet; pizza, do italiano; batom, do francês báton; estresse, do inglês stress, e muitas outras que nem sabemos (maionese, pijama, performance, etc.).

Já utilizei inúmeras vezes a palavra performance, tendo-a como sinônimo de desempenho. Não havia atentado para o fato de que essa palavra era estrangeira (é proveniente do inglês). Isso se deve ao fato do uso corrente e cada vez mais acentuado da mesma. Realmente não a encontrei no dicionário Aurélio e na enciclopédia BADEN, mas consegui localizá-la no mini dicionário de língua portuguesa da Equipe Ciranda Cultural, tal é a forma como a linguagem cotidiana adere às palavras estrangeiras. A definição que ele traz do verbete performance:

PER.FOR.MAN.CE (fór), s.f. (t. ingl.). 1) Realização, feito. 2) Capacidade, eficiência, desempenho.

Como podem observar, a palavra performance é tida como sinônimo da palavra desempenho.

Pesquisando mais sobre ambas, encontrei o seguinte texto: Avaliação de Desempenho e Análise de Performance, escrito pelo colunista Orlando Pavani Junior. Em seu texto, ele aborda, entre outros temas, a diferença entre as duas palavras. Ainda em minha pesquisa, encontrei outro texto interessante: As origens da Língua Portuguesa.

Concluindo, no que diz respeito à Língua Portuguesa, não sou perfeito. Sei que ainda tenho muito a aprender. Mas eu me esforço com o intuito de escrever e falar corretamente. A minha intenção ao criar este tópico não foi a de corrigir o texto do administrador Gabriel Torres no que se refere ao termo "performance". A minha intenção é ressaltar a importância de escrever e falar corretamente, na busca pela melhor compreensão de nossas idéias. Ao escrever corretamente, você transmite a impressão de que a sua mensagem é séria, é importante e deve ser entendida não por algumas pessoas, mas por todas as pessoas que a lerem. Afinal, "internetês" não significa que a pessoa conheça sobre informática, hardware, software, etc.

Um grande abraço a todos e vamos mostrar que um texto bem redigido é elegante e sobretudo, correto.

Editado por CEG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá cegdigitacao,

Seu comentário foi encaminhado à administração do fórum, solicito por gentileza que aguarde o contato de algum administrador através deste tópico.

Atenciosamente,

MKM

Equipe de Moderação do Fórum do Clube do Hardware

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bem colocado, cegdigitacao.

Palavras estrangeiras são usadas em qualquer língua e muitas acabam incorporadas ao léxico. O próprio inglês incorporou várias palavras do francês e do italiano, e está incorporando outras tantas do espanhol.

Outro detalhe é que muitas áreas do conhecimento específico usam um vocabulário próprio, mesmo que em outra língua. Na música, por exemplo, vários termos em italiano são utilizados por músicos de qualquer país (staccato, por exemplo).

Não tenho a fonte agora à mão, mas me parece que "deletar" já consta no dicionário Aurélio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá

Agradeço os elogios e concordo contigo.

Meu comentário a respeito da palavra "performance" é apenas um exemplo para ilustrar como as pessoas usam as palavras sem pesquisar.

Nós preferimos o uso da palavra "desempenho" no lugar, sendo apenas uma sugestão nossa, não uma obrigação.

Mas há exageros, como o uso de "motherboard" quando o termo "placa-mãe" está em nossa língua e é inclusive mais popular.

Esse caso específico da palavra "performance" não é crítico. O que achamos ridículo é algumas pessoas dizerem que a norma culta da língua deve ser mudada de acordo com o uso da língua, e que qualquer idioma é algo em constante mutação. Concordo sim, mas o problema é há pessoas defendem essa ideia não por conta da evolução natural da língua (ex: de "Vossa mercê" para "você") mas sim pela falta de educação do povo (analfabetismo prático), isto é, trocar palavras só porque todo mundo escreve errado. Ora, não seria mais interessante educar o povo em vez de defenderem a troca de palavras? Sei que não é este o caso, mas queria registrar aqui minha opinião sobre isso, já que você levantou a bola.

Vou trancar o tópico só para isso aqui não virar um tremendo "off-topic" (rá, exemplo real de que não sou tão cri-cri assim!)

Abraços,

Gabriel Torres.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×