Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
aphawk

Projeto analisador de espectro com pic

Recommended Posts

Quem aqui já viu um aparelho chamado QRT-5500 da QUASAR ????

Este era um lindo analisador de espectro de aúdio, e realmente até hoje impressiona a quem tem o prazer de vê-lo funcionando.

Quando me formei, em 1983, meu primeiro emprego foi na Quasar, e tive o prazer de participar da fabricação desta pequena maravilha.

Até hoje, procuro um aparelho destes em bom estado de conservação, mas nada ......

O circuito não é nenhum segredo, mas montar a parte analógica é um pé no saco. Se pudesse ser feito com PICs seria muito mais fácil !

Pesquisando na Internet, ví alguns circuitos que utilizam um PIC e fazem a mesma função do QRT-5500, mas sem toda a faixa de frequências do mesmo, que era de 32 Hz até 16 Khz.

Tive uma ideia que simplifica muito o projeto do aparelho :

Em vez de se utilizar 10 filtros analógicos, que enchem o saco de qualquer montador, e depois multiplexar as saidas e mostrar em um circuito baseado no LM3914, por que náo fazer tudo isto com um PIC ?????

Conversei com Robert Lacoste, que é um dos gurús desta área, e autor de alguns destes projetos com PIC, e ele me passou váras dicas muito úteis.

Em primeiro lugar, usar rotinas de FFT ( Transformada Rápida de Fourier ) para obter o espectro de frequências.

Ele é o autor da rotina mais eficiente para PICS, que é vendida comercialmente, que pode ser utilizada em FFT de até 256 pontos.

Mas, depois de estudar toda a complexidade disto, logo percebí que era impossível utilizar um único PIC para isto. Mas tive uma ideia que simplifica muito o projeto :

Usar 2 PICS, desta maneira basta dividir os sinais da seguinte maneira :

PIC 1 - faz as FFT para obter espectro de 32 Hz a 512 Hz.

PIC 2 - faz as FFT para obter espectro de 1 Khz a 16 Khz.

Desta maneira, cada PIC é responsável por obter exatos 50% do espectro a ser mostrado.

Para isto, basta utilizar uma rotina que faça FFT de 32 pontos, que está disponível com fonte em Assembler no site da Microchips gratuitamente !!!!

Procuro aqui colegas que possa ajudar neste sentido, que tenham familiaridade com PIC 18F e Assembler, e assim possamos chegar a um aparelho muito mais simples de ser feito.

Eu apenas domino programar PICS em MikroBasic, que é onde faria a programação de alto nivel, e integraria no programa as rotinas em Assembler.

Desta maneira poderemos fazer por software muitas coisas adicionais, como por exemplo mudar a faixa de ganho do amplificador de entrada automáticamente, mudar do modo de visualizar BARRA CHEIA para apenas PONTO, mudar a velocidade de retenção do sinal mostrado, podendo até congelar o sinal, podemos gerar um sinal de ruído Rosa para calibração de equalizadores, etc , etc.

Quem se habilita para fazermos este projeto ????

Aguardo colaboradores, e caso apareçam, explicarei melhor toda a ideia do aparelho. Aos que se assustam com o uso de FFT, já tenho todos os parâmetros para programar o conversor ADC com as temporizações exatas, e também para executar a função FFT, graças ao Robert Lacoste.

Claro que se alguém tiver experiência com FFT será muito melhor !!!!

Obrigado e aguardo colaboradores.

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho um que adquiri fazem alguns meses e estou na tentativa de recuperar, já que não está funcionando o espectro. Não oscila nadinha de nada.....ehehhe

Álias aproveitando, você saberia me dizer quais são os ci's empregado no projeto do QRT-5500 ?

Abraços colega.

Editado por soschip
Não postar seguidamente em menos de 24h. Remover citação desnecessária

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, eu tava pesando em fazer isso essa semana mesmo (mas usando apenas eletrônica analógica).

E por falarem FFT, você pode me passar os códigos?

Eu participo de um grupo de pesquisa na minha universidade e a gente está precisando usar os algoritmos de FFT em um projeto.

Meu e-mail é: guilherme_zilli@hotmail.com

Obrigado:)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

os DSPIC são especialmente projetados para fazer análise e aquisição de dados em alta velocidade, a única coisa chata é que eles tem 16 milhões de terminais e só encontra os modelos soic e outros smt...

Eu achei muito legal esse projeto, mas com dor no coração eu me vejo na posição de ter que recusar participar pois eu infelizmente estou trabalhando em mais projetos do que posso gerenciar no meu curto tempo diário... Se tivesse tempo livre para poder brincar e desenvolver algo fora do uso comercial, eu estaria dentro desse projeto na hora...

Sobre o assembly... rapaz, essa rotina que você ta falando não é nada simples... mas como assembly é assembly, para você entender o funcionamento é até simples, pegue a tabela de comandos do pic em assembly e vá lendo a rotina, então trabsforme esse assembly em um fluxograma, acho que deve ser a forma mais prática para se resolver isso quando não se tem muita experiencia.

Boa Sorte Aphawk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
os DSPIC são especialmente projetados para fazer análise e aquisição de dados em alta velocidade, a única coisa chata é que eles tem 16 milhões de terminais e só encontra os modelos soic e outros smt...

Você está enganado, há sim DSPIC com encapsulamento DIP (SPDIP):

http://www.microchip.com/ParamChartSearch/chart.aspx?branchID=8182&mid=14〈=en&pageId=75

Sobre o assembly... rapaz, essa rotina que você ta falando não é nada simples... mas como assembly é assembly, para você entender o funcionamento é até simples, pegue a tabela de comandos do pic em assembly e vá lendo a rotina, então trabsforme esse assembly em um fluxograma, acho que deve ser a forma mais prática para se resolver isso quando não se tem muita experiencia.

Boa Sorte Aphawk

A vantagem do DSPIC é realizar multiplicação e soma de forma rápida e eficiente por isso fica mais fácil o projeto ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×