Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
eros.menezes

Temperatura Celeron D315 2,26 Ghz

Recommended Posts

Olá pessoal,

Recentemente comprei um novo cooler (Zalman CNPS7000B-*****) para colocar em um P4 prescott 3,2 Ghz.

Atualmente estou usando o Celeron D 315 2,26 Ghz Prescott @ 2,45 Ghz pois quando instalei o processador ele ficou um pouco instável e as vezes meu computador congelava. Comprei a fonte da assinatura (a Corsair) para melhorar a alimentação (a coletec é genérica) rs.

Pois bem, estou falando tudo isso pois quando coloquei o P4 na máquina sua temperatura de trabalho estáva entre 60 a 68 ºC com uma carga de aproximadamente 60% em média.

Com o Celeron eu consigo fazer 45 a 52 ºC com a mesmo nível de carga média.

A última vez que medi a temperatura estava assim:

Temperatura ambiente (fora do gabinete): 25°C

Temperatura processador: entre 47 e 48°C

Temperatura da mobo: entre 38 e 40 °C

A configuração de refrigeração da máquina é a seguinte:

Gabinete torre média.

Cooler processador: Zalman CNPS 7000B-*****.

Pasta térmica: Artic Silver 5.

Duto de ar na lateral, em frente ao processador.

Ventoinha de 92mm exaustora na traseira.

*Vou colocar mais duas de 80mm, 1 como ventiladora junto com o duto e 1 como ventiladora na frente, próximo à baia de disco rígido mais baixa.

Usei a mesma configuração para o celeron e para o P4. O que acham das temperaturas?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

os P4 são quentes mesmo,mais acho q se colocar 1 cooler de 80mm na frente não ajuda muito,poste uma foto do seu gabinete aberto,fechado,frente e atrás,pr ver as opções q tem pr ter um melhor ventilação.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou postar sim as imagens para ficar mais claro. Mas adiantando, meu gabinete é um torre média. Minha placa mãe é uma Micro ATX. Abaixo segue algumas links para imagens de um gabinete bem parecido com o meu.

Imagem1

Imagem2

Imagem3

Imagem4

Abaixo segue um link para a imagem de um diagrama bem simples de como estão dispostos os componentes internos e os cabos.

Diagrama

Já deu para ver que a organização dos cabos não está boa. O que acontece: a minha "maravilhosa" placa-mãe tem o conector de energia na contramão do cooler e por isso tenho que dar uma volta pelo cooler com o cabo.

O outro grande problema são os flat cables. Oh cabinho ¨%¨$%$#@¨. Atualmente estão o do DVD e do HD. O cabo flat (devia se chamar fat cable rs) do drive de disquete eu tirei por que faz um bommmm tempo que não uso.

A única ventoinha ligada é uma de 80mm na frente do processador junto com um duto cilindrico maior do que o da foto. Antes estava usando uma de 92mm como exaustora na traseira.

A ideia é colocar três fans: a Fan D estaria na parte de baixo do gabinete jogando ar para dentro. Não aparece na imagem, mas embaixo do gabinete, bem na ponta, há uma entrada de ar.

A outra fan seria a C como ventiladora + o duto direto no processador.

E por último uma fan (B) como exaustora na traseira de 92mm.

O fluxo de ar seria parecido com o das setas verdes no diagrama. Mas os cabos atrapalham um pouco né.

Esse esquema que eu fiz é só para entender previamente como está o gabinete. Vou bater umas fotos e posto os links.

Como recebi hoje a fonte nova não deu muito para testar mas já instalei e notei que ela não esquenta quase nada. A outra genérica só de estar ligada já soltava um bafo bem mais quente de dentro do gabinete, fora a temperatura do chassi da fonte que na Corsair é bem menor.

Com a ventoinha de 80mm direto no processador a rotação dessa ventoinha e da ventoinha do cooler chegaram há 3000 rpm. A temperatura baixou para algo entre 40 e 45 ºC. Mas acredito que seja mais pela temperatura ambiente que baixou depois da chuva e também do esfriamento da máquina durante a noite. Isso no caso do Celeron D315 Prescott 2,26 Ghz. Quero ver quando eu trocar para o P4.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa noite pessoal.

Pois bem ai vai os links das fotos do meu gabinete para ter uma ideia da organização dos cabos.

Álbum com as fotos do gabinete

Ah. Mais uma uma coisa: Neste final de semana pude testar o Pentium 4 na minha Mobo para ver se ele se comportava bem em relação à temperatura após a troca da fonte. Apesar de ser uma Corsair e de esquentar relativamente menos que a genérica que eu tinha ainda estava um pouco alto a temperatura do processador, algo em entre 58 a 66 ºC. Mesmo estando alto ainda está dentro do limite para esse processador segundo a Intel, 72 ºC. Porém o problema de congelamento continua, e acredito não ter relação com a temperatura, pois ainda não atingiu um valor mais crítico, exceto se algum recurso para desabilitar o processador caso aqueça até uma margem de segurança antes do limite esteja ativado e eu não saiba.

A outra possibilidade que eu encontrei foi a temperatura dos HDs. O meu IDE, onde está o sistema, chegou à 58°C sendo que o normal dele é entre 30 e 40 ºC. Achei que tivesse relação pois a congelada fatal ocorreu logo após atingir esse valor (eu estava monitorando) e pensei que fosse o Windows que estivesse travando por causa do HD quente. Mas eu descartei essa hipótese pois eu abri o gabinete e coloquei um ventilador direto, fazendo a temperatura dos HDs ficar entre 29 e 36 °C e a do processador em 50 a 55 ° C. Após algum tempo houve novamente o congelamento.

A temperatura da mobo estava como sempre, entre 30 e 40 ºC. Então não achei que poderia ser temperatura excessiva da placa.

Com o meu processador Celeron D315 Prescott 2,26 Ghz isso não acontece, e olha que eu faço até overclock nele.

Minha última tentativa para resolver o problema foi colocar a Bios para trabalhar com os valores padrão, apesar de já estarem quando coloquei o P4, e alterei um opção na bios chamada DRAM Driving. Segundo o fabricante pode ser necessário utilizar essa configuração para resolver compatibilidade de RAM, mesmo elas funcionando normalmente com estava usando o Celeron. Também não adiantou e novamente houve o congelamento.

Por último desabilitei o HT na bios e utilizei a máquina normalmente até congelar novamente.

Resumindo, tentei de tudo e não solucionou o problema será que pode haver a possibilidade de o processador estar danificado mesmo ele sendo reconhecido pelo Windows, o driver do windows para ele estar funcionando normalmente e a bios estar atualizada? Será que pode ser algum incompatibilidade do Windows com o processador e exija alguma atualização ou configuração especial? Quando eu utilizei o processador a memória virtual do windows estava desativada. Isso poderia interferir de alguma forma mesmo que o consumo de memória da máquina estivesse em algo em torno de 300 e 400 MB!?.

Bem pessoal sei que não é a seção correta para esse tipo de problema mas como a princípio minha suspeita do problema era a temperatura resolvi criar o tópico aqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, ninguém tem nenhuma sugestão sobre o assunto. Estou quase entrando em contato com o vendedor do processador para tentar trocá-lo, mas preciso saber se posso resolver o problema.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O gabinete fica em um lugar onde o fluxo de ar é bom?

a temperatura ambiente é muito alta?

tem certeza que não colocou pasta térmica demais?

cooler está bem encaixado?

Bom.. quero dizer que no verão as temperaturas (dependendo da região, mas até aqui no Sul) elevam sim, meu Celeron 440 fica 30 graus full no inverno e no verão 42 (dependendo pode ir até mais, e por isso toda a hora eu tinha que trocar a pasta térmica, limpar o cooler e deixar um ventilador ligado virado a ele)

O cooler que eu uso nele é um Cooler Master DI5-9HDSC-0L-GP e a pasta térmica é genérica mesmo rs :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×