Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
nbenassi

My SQL on line

Posts recomendados

Boa Tarde!!

Eu estava lendo sobre o My SQL online, e no tópico estava escrito que o host geralmente é local.

Mas dá para fazer "livre". (não sei a palavra certa ¬¬)... De uma forma que o acesso possa ocorrer em vários lugares diferentes?

Só um detalhe, não sei se impactua em algo, mas o possivel servidor tem ip fixo.

Obrigada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá.

É possível ter acesso ao servidor mySQL remotamente sim, melhor ainda se possuir ip fixo. Eu mesmo utilizo dessa forma, é preciso tomar cuidado com a segurança, de preferência não conectar com usuário root e também colocar senhas seguras para os usuários que acessam o bd, além disso é possível definir também que o banco seja acessado somente por determinados endereços ips, isso é opcional, somente se você quiser segurança extra e também precisará ter ips fixos de onde fará o acesso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde Leo!

Espero que você não se importe muito se eu te "alugar" um pouco. rs

É que estou com receio de apresentar essa "solução" onde eu trabalho, e não ter a funcionalidade que precisamos. Então, mais uma pergunta...

Você sabe se dá para limitar o acesso de uma senha (ou ip) e ainda fazer que a senha seja sincronizada com o ip? O objetivo, é que mesmo se um usuário tiver a senha do outro, ele não consiga ter acesso devido ao ip que será diferente.

E dessa forma ele só terá acesso ao banco de dados da senha e ip dele.

E deixar um ip e senha de administrador, que terá acesso ao banco de dados de todos?

Obrigada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, isso é possível, Você pode definir que usuário tal só acessa do HOST (endereço) tal. assim ele não tem como acessar de outro ip, ou então um usar a senha do outro para acessar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde Leo Oi. Sou novo aqui no fórum e estou com tendo problemas para instalar o mysql server, logo na primeira instalação ele pede a senha do root, tentei desinstalar, apaguei as pastas, instalei o odbc, porém continua a mesma coisa. Até apaguei a pasta onde estavam os arquivos e continua na mesma, pelo cmd ele também não deixa alterar o password. Dá aquela mensagem de erro 1045, acesso negado. Desculpa incomodar com uma coisa tão básica, é que realmente eu não sei o que estou fazendo errado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

se você não digitou nenhuma senha na instalação, coloque usuário root e senha em branco, se digitou, precisa lembrar da senha. Caso não lembre, desinstale o mysql, apague todas as pastas e entradas no registro, reinicie o computador e instale novamente o mysql, preste atenção quando solicitar a senha para o usuário root e coloque uma que você lembre depois.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Tarde Leo!

você sabe se dá para programar o MySQL para fazer código - no caso uma numeração seguencial ou não - desde que não se repita - para cada entrada?

Exemplo:

Em um cadastro onde haja "nome", "cpf", "tel", "endereço" e "valor do contrato"; ele gera o número 001, e quando a pessoa der entrada a um novo cadastro (podendo ser da mesma pessoa - desde que no campo "valor do contrato" seja um valor diferente) ele gere o número 002?

Obrigada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pelo que entendi você precisa que ele conte os registros, quando a pessoa se repete mais de uma vez, diretamente pelo insert simples ele não faz isso, se esse campo for AutoIncrement, ele vai somar 1 a cada novo registro, independentemente de ser a mesma pessoa ou uma pessoa diferente.

Porém, é possível montar uma consulta SQL que calcule facilmente o número de vezes que uma pessoa se repete:

Ex.: Coloque no código abaixo um campo único para cada pessoa, o cpf por exemplo, ele vai contar quantas vezes cada cpf aparece


select campo_a_verificar, count(*)
from tabela
group by campo_a_verificar
having count(*) > 0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Leo!

Na verdade não preciso que conte os registros, só numere.

Ex. Eu da minha máquina incluo o cadatro da Maria, então após ter terminado de incluir e "salvar" o sistema gera o número 001. Quando a próxima pessoa terminar de cadastrar o Joao inclusive se for feito de outra máquina o sistema geraria o número 002. E se eu tivesse que castrar novamente a Maria, ele continuaria no 003.

Resumindo, que ele gere uma sequência de números, independente se for a mesma pessoa, mas que seja uma única seguência para todos os computadores.

Quanto ao cadastro da mesma pessoa. Seria interessante se desse para fazer um "campo alerta". Mais ou menos assim: Pode ser tudo igual, nome, tel, cpf, mas quando a pessoa digitar o valor do contrato, se for igual ao existente, aparece um aviso, ou um tipo de formatação, qualquer coisa que indique que já existe um cadastro idêntico.

Será que dá? Ou já é pedir demais? rs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A sequência pode ser automática como você quer, basta colocar o campo chave primária código com a propriedade auto-increment.

Quanto ao aviso, fazer diretamente pelo banco é complicado, o ideal seria montar um programa para trabalhar junto com o mysql, permitindo fazer mais facilmente esse tipo de implementação.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A solução pra isso é criar uma chave primária composta, de dois campos: cpf e valor do contrato.

Assim, poderá haver mais de um contrato por pessoa, desde que os valores do contrato (ou o contrato em si) forem diferentes. Se tanto o cpf quanto o valor do contrato forem os mesmos, há assim uma quebra de restrição do BD,e o mesmo vai te retornar o erro UniquePrimaryKeyViolation.

Nunca fiz isso diretamente na definição do BD, sempre uso um backend como leoleonleo citou, e isso torna as coisas mais fáceis de serem implementadas. Você vai ter que dar uma pesquisada sobre como implementar chave primária composta direto em SQL.

Uma sugestão que eu dou, é conseguir um outro dado mais "código" que identifique o contrato, diferente do valor, pois eu imagino que poderia haver casos em que uma pessoa faz dois contratos diferentes, de mesmo valor, entende?

Vê se consegue um código do contrato, um serial, um número de registro em cartório, algo do tipo. Um valor que tenha certeza de que não pode se repetir em 2 contratos diferentes. Assim você garante a unicidade com mais firmeza ^^

Qualquer dúvida pergunte novamente!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde!

Estou meio confusa... Vamos por partes... Pelo que eu entendi, preciso de um "bancked", pois ele ajuda a trabalhar com o bd, certo? Então como eu consigo um??? Qual o mais indicado??? Eu coloquei no google mais não apareceu muita coisa entendível não...

Quanto a identificação se há um contrato igual, existem vários outros campos a serem preenchidos, ficara bem próximo a isso:

Dt da solicitação/ dt da liberação do contrato/ cliente/ matricula/ cpf/ dt nasc/ tel/ tipo de contrato/ segmento/ prazo do contrato/ valor do contrato/ n° da adesão do contrato/ e o código interno (que é o que eu pedi ajuda para o sistema gerar um sequencial).

A ideia é que, todos os dados podem ser duplicados, só o n° da adesão e o valor que não, pois não existe a possibilidade de haver 2 contratos totalmente idênticos, sem contar que tem esse campo "n° da adesão", que é número gerado por outro sistema, - é impussível haver 2 iguais.

Então, pensando melhor, presizaria que fossem 2 avisos, um no campo "valor do contrato", e outro no campo "n° de adesão", se mesmo com os 2 avisos, a pessoa quiser dar entrada no cadastro, o sistema não deixaria por haver dado em duplicidade. ;)

A real necessidade desse aviso, é notificar à pessoa de um suposto erro de digitação. Porquê deverá haver diariamente, relatórios com todos os contratos e não poderá ter erros.;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Boa tarde!

Estou meio confusa... Vamos por partes... Pelo que eu entendi, preciso de um "bancked", pois ele ajuda a trabalhar com o bd, certo? Então como eu consigo um??? Qual o mais indicado??? Eu coloquei no google mais não apareceu muita coisa entendível não...

BackEnd: é uma camada de software, seja desktop ou web, que realiza a troca de mensagens e ações entre a camada visual do sistema, e o banco de dados. Pode ser escrita em inúmeras linguagens de programação, como Java, Groovy, Ruby, Php, C# etc.

O que eu quis dizer, é que alguns frameworks pra backend facilitam o manuseio e a configuração de um banco de dados relacional. No meu exemplo, uso GroovyOnGrails e em uma linha de código eu dito que preciso que Contrato tenha chave primária identificadora composta por nº de Adesão , CPF do Assinante, e Valor do Contrato. Nada do que eu disse significa que você precisa implementar toda uma camada de software só pra manusear o BD ^^.

Quanto a identificação se há um contrato igual, existem vários outros campos a serem preenchidos, ficara bem próximo a isso:

Dt da solicitação/ dt da liberação do contrato/ cliente/ matricula/ cpf/ dt nasc/ tel/ tipo de contrato/ segmento/ prazo do contrato/ valor do contrato/ n° da adesão do contrato/ e o código interno (que é o que eu pedi ajuda para o sistema gerar um sequencial).

A ideia é que, todos os dados podem ser duplicados, só o n° da adesão e o valor que não, pois não existe a possibilidade de haver 2 contratos totalmente idênticos, sem contar que tem esse campo "n° da adesão", que é número gerado por outro sistema, - é impussível haver 2 iguais.

Então, pensando melhor, presizaria que fossem 2 avisos, um no campo "valor do contrato", e outro no campo "n° de adesão", se mesmo com os 2 avisos, a pessoa quiser dar entrada no cadastro, o sistema não deixaria por haver dado em duplicidade. ;)

A real necessidade desse aviso, é notificar à pessoa de um suposto erro de digitação. Porquê deverá haver diariamente, relatórios com todos os contratos e não poderá ter erros.;)

Então, use os campos CPF do assinante, nº de Adesão e valor do contrato, e monte uma chave composta pra tupla da tabela.

Por exemplo: Contrato X com nº de Adesão 001 , valor = R$2500,00 e CPF do assinante 123.456.789-00.

Contrato Y com nº de Adesão 002, valor = R$2500,00 e CPF do assinante 123.456.789-00.

É sabido que são contratos diferentes da mesma pessoa, então devem ser aceitos pelo sistema.

A chave primária composta ficaria = 123.456.789-00&001&2500,00, e

123.456.789-00&002&2500,00, respectivamente.

Note que é o esperado pra uma chave primária, pois o sistema compara as duas chaves e vê diferença, deixando ser persistido.

Espero que tenha entendido, e qualquer dúvida poste novamente!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!