Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
M90

Detonador à distância sem fio

Posts recomendados

filipe236 gostaria de saber se você ja fez este projeto usando um celular pois eu estava temtando o fazelo, pedi ate ajuda pelo topíco liga-desliga via celular fiz um circuito mais ele nao funcionol, gostaria que o celular comutase um rele de 12v n para esplodir algo e sim para usar o NA NF p acionar um bloqueador q esta instalado na minha motocicleta

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

felipe236 gostaria de saber se v ja fez este projeto usando o celular pois eu encontrei poblemas em fazelo gostaria de comutar um rele de 12v usando o vibracall do celular para acionar o bloqueado q estar insatalado na minha motocicleta fiz ate um topico sobre isso liga-desliga via celular recebi um resposta + gotaria de mais infor. de como fazelo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem, o circuito reconhecedor do sinal DTMF é muito simples:

Circuito:

AnimaCM8870.gif

você pega um celular que tenha saída para fone de ouvido e conecta o fone no celular. A saída do fone você liga na entrada da figura acima onde tem escrito TOM DTMF e no ground.

Agora você precisa de outro celular, ligar para esse que está no circuito e espera ele atender. Quando atender, a medida que você aperta uma tecla no celular que discou, o outro recebe e repassa a informação ao circuito.

Se a montagem está correta, o PINO 15 piscará indicando que recebeu um sinal válido. Só você colocar um led ali com resistor para verificar.

Veja que o MT8870 possui 4 saídas. Elas correspondem ao numero discado no celular, por exemplo:

1) Se você discar 1, o MT8870 terá na saída 0001;

2) Se você discar 2, o MT8870 terá na saída 0010...

3) E assim por diante. você terá binário.

Como sua aplicação nao necessita de muitas saídas, com essa montagem simples, terá 4 saídas disponiveis. Números 1 a 4 pressionados.

Falta só você adicionar uns relés na saída para acionar uma carga maior. Ou então uns transistores que é mais fácil. E colocar o BOMBRIL.

Quando você teclar o 1, você terá 0001 e esse 1 estará na base de um transistor, saturando-o e pondo para conduzir.... O BOMBRIL estará no coletor e o emissor aterrado.

Se tiver dúvidas, pergunte.

Se você quiser explodir o que não deve, azar é seu se te pegarem.... Não me responsabilizo pelo uso do circuito!

Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ainda não tinha interpretado por esse lado. Estou com você, faller. Enfim, não quero ferir ninguém com meu conhecimento (mesmo que este seja muito limitado).
Amigo.. Não sei quais as suas reais intenções nessa insistente tentativa de explodir alguma bomba e não poder botar fiação ai, tendo que ser a distância, com transmissor e receptor. Não fico mais a vontade de lhe ajudar, não me leve a mal, mas essa sua insistência me deixa extremamente desconfiado que possas estar querendo fazer algo que não deve.

Por isso estou fora.. De mim não vais receber sugestão nenhuma mais..

Desculpa pelo pré conceito... Mas se coloque no meu lugar e entenderás..

Eu também pessoal, não entendo essa insistência de explodir algo com um celular, como nós temos uma 'base' de como contruir isso, nós sabemos do que essa "tecnologia" é capaz!

Estudamos tanto! e por isso sabemos pelos menos um pouco de tudo, seguimos um expemplo de ajudar outros a resolver seus problemas, mas isso tem um "limite"

DETONADOR A CELULAR! coisas como essa não se pode ser ensinadas para qualquer estranho.

Não quero ferir niguem com meu conhecimento!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

nao ha nenhum insistencia pelo celular eu pedi um esquema de alguma coisa e o unico esquema que me poderam mostrar foi de um celular é que muita gente neste toipico fala fala mas nao faz nda e ainda critica as duvidas dos outros todos falaram em emissores e receptores rf mas apenas uma pessoa me mostrou um esquema e que nao era grande coisa e outra pessoa mostrou um esquemo a partir de um celular apenas nao estou a ver onde esta a insistencia no assunto o problema esta a menos de um mes de ser resolvido e pelo que vejo isto é um site sobre tecnologia mas ninguem sabe ajudar tem todos medo é??

tudo pode ser usado contra o mal

FALOU

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O equema mais simples que você pode encontrar para acionar uma carga a distância é o que postei.

Não há limite de distãncia. Contando q tenha sinal telefônico.

Se eu estiver aqui no Brasil e minha carga no Japão, dá p acioná-la dessa forma.

Pode fazer q dá certo.

Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Matheus!

Que programa você usou p/ fazer aquela animação no esquema do DTMF postado por você?

Obrigado

Agricio

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

amigo MATHEUS esse esquema da imagem é um c.i.????

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Exato, é um CI chamdo de MT8870, DTMF decoder.....

Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho q o amigo deveria é se virar nos trinta então ,aqui ninguem ajuda a explodir nada ,agora quem se propuser ,q assuma a responsabilidade depois por qualquer uso indevido de qualquer circuito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pessoal mais nenhuma ajuda??

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá.

Sobre detonadores a distancia, existe uma opção cara, mas eficás utilizando o arduino com relés e modulos GSM. Como um arduino é muito diversificado em usos e pode ser utilizado com fonte de energia portátil, poderia criar um código que ao receber uma mensagem pelo módulo GSM, o arduino acionaria RELÈS ligados a uma bateria 12v7ah que distribuiriam uma corrente alta por um fio fino direto a uma mola para dentro da pólvora acionando uma chama capáz de igniciar um pavíl de fóforo, ou também pode ser mergulhado em fóforo em grande quantidade. Iniciando um processo de queima dos fogos de artifício.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Detonador a distância sem fio? hummm deixa eu ver...

já sei... computador notebook marca win... o vendedor te vende e ele explode lá na sua casa... kkkk

piada aparte,

O que queres é uma coisa bem perigosa, por isso deve ser muito bem calculada...

pra não desarmar antes... ou mesmo por causa de alguma interferência...

sabe aquele dia que você descobre que sua chave abre o cadeado de outra pessoa?

pois é... acontece também com controles remotos de baixa qualidade...

portanto pode acabar acontecendo de alguma coisa/interferência desarmar antes e a coisa explodir na sua mão...

 

Nota.: teve um conhecido meu que teve a infeliz ideia de jogar uma bomba na casa da ex-esposa...

explodiu antes... dentro do carro dele...

foi pro vinagre o sujeito...

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 01/07/2019 às 09:14, BloodCeltics Lopes disse:

controles remotos de baixa qualidade...

Por isso mencionei um módulo GSM, com relés, pois o módulo GSM responderia apenas uma mensagem específica e executaria a ativaçao do relé que por.sua vez acionaria o detonador elétrico. Um PEM até poderia fritar os circuitos mandando uma mensagem pro relé, em caso raro, de reposicionamento, mas a probabilidade seria baixa ou nula.

 

O GSM eh uma forma de "internet" Antiga que ao receber uma mensagem, note que numa rede, específica, binariamente definida (caso deseje colocar um verificador e mensagem em determinado horário ou de mensagem de ativação, mensagem de chave e depois uma mensagem de detonação para efetivar qualquer formação de risco), mas não deveria ocorrer riscos utilizando a frequencia GSM. 

 

Agora tendo o projeto inativo para transporte em partes separadas, detonador isolado e vedado do projeto base, não teria riscos caso a pólvora fosse caseira e/ou com baixa qualidade ou com metais na composição e ocorresse uma queda mt brusca. 

 

Em todos os casos, pólvora tipo c dos fogos de artifício, fósforo de palitos ou comprada, etc, são feitos para transportes de alta escala com riscos praticamente nulos de baixo procedimento de segurança necessário. Isso se chama comércio mundial no caso. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 11/07/2019 às 00:50, ivanmax disse:

Por isso mencionei um módulo GSM, com relés, pois o módulo GSM responderia apenas uma mensagem específica e executaria a ativaçao do relé que por.sua vez acionaria o detonador elétrico. Um PEM até poderia fritar os circuitos mandando uma mensagem pro relé, em caso raro, de reposicionamento, mas a probabilidade seria baixa ou nula.

 

O GSM eh uma forma de "internet" Antiga que ao receber uma mensagem, note que numa rede, específica, binariamente definida (caso deseje colocar um verificador e mensagem em determinado horário ou de mensagem de ativação, mensagem de chave e depois uma mensagem de detonação para efetivar qualquer formação de risco), mas não deveria ocorrer riscos utilizando a frequencia GSM. 

 

Agora tendo o projeto inativo para transporte em partes separadas, detonador isolado e vedado do projeto base, não teria riscos caso a pólvora fosse caseira e/ou com baixa qualidade ou com metais na composição e ocorresse uma queda mt brusca. 

 

Em todos os casos, pólvora tipo c dos fogos de artifício, fósforo de palitos ou comprada, etc, são feitos para transportes de alta escala com riscos praticamente nulos de baixo procedimento de segurança necessário. Isso se chama comércio mundial no caso. 

Sim, sua resposta está ótima opção, mas a minha resposta era para o cara da primeira pergunta... que fez uma pergunta meio genérica... e talvez pelo preço, ou dificuldade, optasse pelo caminho mais fácil ou mais barato.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!