Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Rostev

Google Vai Testar Webmail Em Desafio A Rivais

Recommended Posts

Google vai testar webmail em desafio a rivais

Quinta, 1 de abril de 2004, 12h45

O Google, maior serviço mundial de buscas na Internet, anunciou na quarta-feira que começará a testar um serviço de email organizado por buscas, chamado Gmail, em sua batalha contra os rivais Yahoo e MSN, da Microsoft. O novo serviço, que começará a ser testado nesta quinta-feira, organizará emails automaticamente de acordo com seus temas e permitirá que os usuários realizem buscas em suas mensagens, incluindo os campos de remetente, destinatário e texto, da mesma forma que fazem buscas na Web, disse o vice-presidente de engenharia do Google, Wayner Rosing.

O serviço promete 1 gigabyte de espaço gratuito para guardar mensagens, muito mais do que oferecem o Yahoo e a divisão de Internet da Microsoft, MSN, duas empresas que construíram grandes bases de usuários em torno de serviços gratuitos de email e vêm atacando a posição de liderança do Google entre os serviços de busca na Web.

O Google deve realizar uma oferta pública inicial de ações ainda este ano, e houve previsões no Vale do Silício de que a empresa lançaria um serviço de email para desafiar o Yahoo Mail e o Hotmail, do MSN. "Queremos organizar e apresentar toda a informação do mundo", disse Rosing, que acrescentou que o serviço será lançado formalmente "dentro de algumas semanas ou meses".

Ele informou que a empresa não tem planos de acrescentar o Gmail à página principal do Google.com, como fez com programas de teste anteriores, como o News e o Froogle, seu serviço de busca de produtos e comparação de preços. Embora não seja provável que o Google ofereça exatamente os mesmos recursos que o Yahoo e o MSN, os dois maiores portais de Internet do mundo, a empresa estará disputando com eles os corações e mentes dos usuários, disse Safa Rashtchy, analista da Piper Jaffray. "O Google se tornou um concorrente pleno na guerra dos portais, agora", disse, acrescentando que o serviço "introduz uma nova rodada de competição no espaço do email".

O Google alterou o cenário ao acrescentar novas tecnologias que vão além do software comum de combate ao spam, e esquentou o mercado com sua oferta de armazenagem grátis, disse. O Yahoo, por exemplo, oferece 4 megabytes de espaço gratuito e 100 megabytes por cerca de US$ 50 por ano.

Em termos do mundo físico, o espaço de 1 gigabyte oferecido pelo Gmail é suficiente para armazenar uma picape carregada de livros, enquanto os 4 megabytes do Yahoo não são suficientes para guardar os trabalhos completos de William Shakespeare. O maior desafio será convencer os potenciais usuários a trocarem de endereço de email, disse Rashtchy. "Email é muito, muito grudento. Você quer que seus amigos saibam seu endereço. Não quer mudar de email", disse o analista.

Observadores do setor consideram o Gmail como um ataque em várias frentes. O serviço não apenas dá ao Google um novo canal para expandir seu lucrativo serviço de anúncios relacionados a buscas, como também acelera seu objetivo de oferecer resultados de pesquisas mais personalizados, prioridade do Yahoo e do MSN também. Além disso, dizem analistas, o Gmail leva a guerra do Google para o quintal do Yahoo e do MSN. "É a marcha do Google para se tornar um destino", disse o analista sênior da Jupiter Research, Gary Stein, seguindo a visão do mercado de que a companhia está cada vez mais próxima de se tornar um portal de Internet com uma ampla gama de produtos e serviços.

Fonte: Terra Reuters

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×