Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Guest Edgar Serra

[Resolvido] Boletim 344 13/04/2004

Recommended Posts

Guest Edgar Serra

Boletim do Clube do Hardware | www.clubedohardware.com.br

Boletim 344 13/04/2004

Organizado por Rodrigo Chia

boletim@clubedohardware.com.br

Índice

1. Cable Meter e Dupli-Cable em Israel

2. Promoção de CDs Virgens JFPRO Informática

3. Vendas de placas-mãe até março

4. Plataforma para Itanium e Xeon

5. Ventoinhas com leds em polêmica

6. Longhorn com menos novidades

7. Intel reduz chumbo em chips

-----------------------------------------------------------------

1. Cable Meter e Dupli-Cable em Israel

A empresa Unibyte Electronics, sediada em Israel, acaba de adquirir, para

comercializar em seu país, um lote de três dos principais produtos UtilNet:

Cable Meter - Micro Testador de Cabos de Rede

Dupli-Cable - Duplicador de Cabos de Rede e

Dupli-Tel - Adaptador para Conexão de Telefone em Cabo de Rede

É a qualidade e a criatividade dos produtos brasileiros alcançando o mundo.

Você também pode adquirir o Cable Meter por apenas R$ 21,90 e o

Dupli-Cable por apenas R$ 19,00, além de outros produtos para rede,

acessando o site do fabricante::

http://www.centertel.com.br | centertel@centertel.com.br | (35) 3295-1146

[informe publicitário pago, texto de responsabilidade do anunciante]

-----------------------------------------------------------------

2. Promoção de CDs Virgens JFPRO Informática

100 CDs Samsung: R$ 120,00

100 CDs HP: R$ 120,00

100 CDs LG: R$ 130,00

100 CDs Maxell: R$ 130,00

100 CDs Philips: R$ 130,00

DVD-R Princo: R$ 05,50

DVD-R Samsung: 4X R$ 06,50

Nomad Jukebox 40 Giga de armazenamento em MP3: R$ 1.480,00

http://www.jfpro.com | jfpro@jfpro.com | (32) 3082-0408

[informe publicitário pago, texto de responsabilidade do anunciante]

-----------------------------------------------------------------

3. Vendas de placas-mãe até março

Segundo um levantamento do site DigiTimes, as quatro principais fabricantes venderam um total de 21,53 milhões de placas-mãe no primeiro trimestre, representando uma queda de 1,8% em relação aos 21,93 milhões dos últimos três meses de 2003. A previsão para o segundo trimestre é de novo declínio, de 10% a 15%, mas as empresas esperam que uma redução de 5% a 10% nos preços das placas baseadas em chipsets i848P e i845 ajudem a impulsionar as vendas.

No primeiro trimestre, a líder disparada foi a ASUS, que vendeu 10,2 milhões de placas-mãe. Em seguida ficaram a ECS, com 4,17 milhões; a Gigabyte, que acerta os últimos detalhes para o lançamento de uma segunda marca, com 3,63 milhões; e a MSI, com 3,53 milhões.

Leia o artigo do DigiTimes:

http://www.digitimes.com/NewsShow/Article3...&pages=A2&seq=5

-----------------------------------------------------------------

4. Plataforma para Itanium e Xeon

De acordo com um artigo da InfoWorld, a Intel pretende tornar compatíveis as plataformas para os processadores Xeon e Itanium 2. Atualmente, os dois chips usam soquetes, chipsets e placas-mãe diferentes. O objetivo da Intel é facilitar a troca de processadores pelos clientes e permitir uma redução dos custos de aplicações baseadas no Itanium 2.

Mesmo assim, os efeitos práticos da compatibilidade, que só deverá se tornar realidade em 2006 ou 2007, são imprevisíveis. Os chips Itanium 2, baseados na arquitetura IA-64, custam muito mais do que os Xeon e a diferença de desempenho só é significativa em programas desenvolvidos especificamente para essa tecnologia de 64 bits. Além disso, até o fim do ano, a Intel deverá lançar os chips Xeon com extensões de 64 bits (IA-32E), o que tornará mais difícil explicar as vantagens do Itanium 2.

Leia o artigo da InfoWorld:

http://www.infoworld.com/article/04/04/06/...sterxeon_1.html

-----------------------------------------------------------------

5. Ventoinhas com leds em polêmica

Segundo o site Overclocker Cafe, a americana Antec começou a distribuir avisos por e-mail a distribuidores e varejistas dos EUA alegando deter a propriedade intelectual sobre a tecnologia de ventoinha equipada com leds, muito popular entre os adeptos do casemod. A Antec ressalta na carta que nenhuma outra empresa tem permissão para fabricar ou vender esse tipo de produto.

"A Antec vende produtos patenteados nos Estados Unidos, o que oferece algumas proteções à Antec e aos seus revendedores autorizados. Recentemente, a Antec tomou conhecimento da venda de ventoinhas com leds por outros fabricantes que parece infringir a patente 6.679.771 intitulada ´Ventoinha com dispositivo luminoso´. A patente foi concedida à Antec em 20 de janeiro de 2004", diz um trecho da carta. A empresa pede a colaboração dos distribuidores e revendedores, mas não cita ações específicas contra outros fabricantes.

Leia o artigo do Overcloker Cafe:

http://www.overclockercafe.com/Antec.htm

-----------------------------------------------------------------

6. Longhorn com menos novidades

A Microsoft admitiu que deixará de lado alguns dos recursos que deveriam fazer parte do Longhorn para poder lançar o sucessor do Windows XP em 2006. Segundo a empresa, porém, as três principais novidades permanecerão: o sistema de arquivos WinFS, o motor gráfico Avalon e a arquitetura para web services Indigo. Outros recursos, que não seriam integrados a tempo, ficarão para a versão seguinte do Windows, conhecida como Blackcomb.

A Microsoft não confirmou uma data oficial para o lançamento do Longhorn, mas executivos já adiantaram que a meta é colocá-lo no mercado em meados de 2006. O trabalho no novo sistema foi prejudicado pela decisão da empresa de deslocar programadores para a implementação de recursos adicionais de segurança no Service Pack 2 do Windows XP. Com isso, a liberação de um beta do Longhorn, prevista inicialmente para este ano, ficou para 2005.

Mais informações sobre o Longhorn:

http://www.microsoft.com/windows/longhorn/default.mspx

-----------------------------------------------------------------

7. Intel reduz chumbo em chips

A Intel anunciou durante a edição japonesa do IDF, na semana passada, que passará a produzir chips quase totalmente livres de chumbo ainda este ano. A medida atende a pressões ambientalistas pela redução do uso de substâncias potencialmente danosas à natureza. A companhia planeja empregar apenas 5% do chumbo dos produtos atuais em chips embutidos, a partir do segundo trimestre, e em novos processadores e chipsets, a partir do terceiro trimestre.

Michael Garner, diretor de tecnologia de materiais da Intel, disse que "a abolição do chumbo é exigida para o futuro". Outras grandes empresas já anunciaram medidas similares. A japonesa NEC, por exemplo, planeja passar a utilizar somente componentes sem chumbo a partir de março de 2005.

Mais informações:

http://www.intel.com/pressroom/archive/rel...0040407tech.htm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×